<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde Maio de 2003


sexta-feira, 31 de Julho de 2009

O comerciante 

«O bastonário da Ordem dos Médicos, Pedro Nunes, foi multado em 135.000 euros por receber ajudas de custo alegadamente indevidas enquanto conselheiro da seguradora espanhola responsável pelo seguro de responsabilidade civil dos clínicos portugueses, subscrito pela Ordem.
Além da multa, decretada pela Direcção Geral de Seguros espanhola após uma investigação concluída no ano passado, os conselheiros arriscam-se a ter de devolver os montantes recebidos como ajudas de custo e que, no caso do bastonário da Ordem dos Médicos, foram de 3.000 euros mensais durante dois anos.
»

«O bastonário da Ordem dos Médicos considera “normal e natural” que seja a instituição a pagar a multa de 135 mil euros.»

Peliteiro,   às  14:36
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Mofo ou máfia? 

Há quase um ano, por alturas da abertura da primeira Farmácia privada num Hospital, em Leiria, neste blogue publicamente apostei que, inevitavelmente, em breve «haverá uma destas Farmácias de Hospital a denunciar o contrato ou a falir».

«Concessionários estarão com dificuldades em pagar aos hospitais as comissões que lhes permitiram ganhar concursos.»
Era previsível. Só não o previu quem não sabe nada de Farmácias e medicamentos (ou seja, aqueles incompetentes todos, lá em Lisboa, do Ministério da Saúde e do Infarmed).

Mas mais grave que a incompetência é o lamentável "arranjinho" que se preparavam para engendrar. Uma verdadeira "panela":
«O Ministério da Saúde quis mudar várias regras dos concursos para as farmácias privadas concessionadas nos hospitais públicos, numa altura em que se aproxima a data de o primeiro estabelecimento deste tipo a abrir portas em Portugal ter de pagar uma comissão e uma renda avultada ao Hospital de Leiria.
Como é possível? Como é possível?

Acompanharemos atentamente o assunto.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  07:35
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

A Justiça é cega 

Rodrigo Moita de Deus:

«Maria José Morgado abriu ontem um inquérito ao que se passou no Hospital de Santa Maria. Estou mais descansado. Vão ser 4 anos de investigação, oito manchetes a revelar perigosas conspirações com “os grandes laboratórios”, nove denúncias sobre "corrupção" dos médicos, 12 reportagens sobre "o submundo das farmácias" e 17 entrevistas da própria. No fim do julgamento, que vai durar outros 6 anos, não há condenações. É nessa altura que vamos descobrir que os doentes cegaram-se a si próprios.»


Peliteiro,   às  00:21
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Stress crónico 

«O stress crónico afecta o processo de tomada de decisões, levando as pessoas a depender mais de hábitos e menos de comportamentos orientados por objectivos, demonstra um estudo de investigadores portugueses hoje publicado pela revista Science.»

Não é todos os dia que temos um artigo publicado na Science. De salientar que da equipa de autores do artigo faz parte o "nosso" Pedro Morgado, um jovem Psiquiatra, do Avenida Central de Braga. Parabéns Pedro!

Peliteiro,   às  00:12
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 30 de Julho de 2009

Twitter bloqueado 

Depois de um fim de tarde animadíssimo no Twitter a dizer muito mal de Sócrates e da bronca que foi a BlogConf a minha conta foi bloqueada.

Bloqueiam-se contas do Twitter por spam ou quando vários utilizadores reportam conteúdos impróprios. As minha tuitadelas não se confundem, de certeza, com spam; agora, o conteúdo para alguns deve ser muito impróprio...

Peliteiro,   às  14:46
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Henrique dos Santos Silva 

Entrevista interessante, n'O Mirante, de Henrique dos Santos Silva, 84 anos, do Cartaxo, decano dos analistas clínicos portugueses.

Peliteiro,   às  14:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 29 de Julho de 2009

Gente famosa que faz anos hoje 

1805 - Alexis de Tocqueville, historiador e cientista político (m. 1859).
1824 - Alexandre Dumas Filho, escritor francês(m. 1895).
1841 - Jules Henri Fayol, fundador da Teoria Clássica da Administração (m. 1925).
1846 - Princesa Isabel, Princesa Imperial do Brasil (m. 1921).
1883 - Benito Mussolini, estadista italiano (m. 1945).
1905 - Dag Hammarskjöld, Secretário-Geral das Nações Unidas (m. 1961).
1921 - Richard Egan, ator norte-americano (m. 1987).
1927 - Cassiano Gabus Mendes, radialista brasileiro (m. 1993).
1929 - Júlio Botelho, jogador de Futebol brasileiro
1936 - Roberto DaMatta, antropólogo e sociólogo brasileiro
1938 - Peter Jennings, jornalista canadense (m. 2005).
1940 - Amarildo Tavares da Silveira, Jogador de Futebol brasileiro
1953 - Geddy Lee, Vocalista, Baixista e Tecladista da banda de rock progressivo Rush.
1955 - Jean-Hughes Anglade, actor e cineasta francês.
1956 - Gilberto Pastana de Oliveira, bispo brasileiro.
1963 - Jorge de Sá Peliteiro, Farmacêutico e Analista Clínico Português
1969 - Adele Stevens, estrela pornô; Drica Moraes, atriz brasileira
1981 - Fernando Alonso, piloto de automóveis espanhol



Esta é repetida, mas o ano passado divertiu-me e este ano não tenho nada de original para escrever.

Peliteiro,   às  07:47
15  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 28 de Julho de 2009

A verdade e o azeite vêm sempre ao de cima 

Dr. Aranda da Silva:

Em 2005, o já demitido ministro da Saúde, Correia de Campos convenceu o governo e o primeiro-ministro que Portugal estava atrasado na área Farmacêutica. Em consonância com as correntes neo-liberais em voga na altura propôs a liberalização da propriedade da farmácia.
Como em “terra de cegos quem tem olho é rei” e aproveitando a sua áurea de competência académica foi fácil convencer o governo que as medidas propostas punham Portugal na vanguarda da Europa.
Apesar das suas credenciais académicas, Correia de Campos deitou para o caixote do lixo pareceres do Prof. Canotilho da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, Estudos da Faculdade de Economia de Coimbra e estudos do ISCTE em Lisboa, que entretanto tinham sido apresentados pela Ordem dos Farmacêuticos ao governo.
O seu amigo dos tempos do Banco Mundial, Augusto Mateus, na altura à frente da Autoridade da Concorrência (AdC), prestou-lhe o favor de encomendar um estudo à Universidade Católica do Porto (UCP) para fundamentar a decisão. Apesar de ter sido constatado a falta de rigor do referido estudo, como o reconheceu publicamente o vice-presidente da AdC , Eng. Lopes Rodrigues, o ex-ministro Correia de campos continuou a sua cruzada contra as farmácias e farmacêuticos vingando-se dos ataques que João Cordeiro lhe tinha feito na anterior legislatura quando também era Ministro da saúde.
(...)
Será que ainda estamos a tempo de corrigir os erros cometidos? Ou será que o paradigma Europeu só tem fins eleitoralistas?

Ler todo o artigo AQUI

Peliteiro,   às  23:01
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Ameaças de morte no Santa Maria 

O Hospital de S.ª Maria é um lugar estranho. Perigoso!

«Várias situações "ilícitas" que beneficiaram "interesses ilegítimos" foram detectadas pela administração do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, a qual estará, por isso, a receber ameaças de morte.»

Primeiro ameaças de morte, agora uma chamada anónima diz que houve sabotagem na substância injectada nos olhos de seis doentes?

Qual a ligação entre estes factos terríveis? Onde anda a Joana a Dias?

Peliteiro,   às  12:25
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 26 de Julho de 2009

A festa 


Peliteiro,   às  23:52
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 25 de Julho de 2009

Tourada 

Tourada é o dia a dia neste país e toureados somos todos nós. Mudemos de linha: Tourada a sério amanhã na Póvoa; touros bravos e lindas mulheres a cavalgar.

Tourada na Póvoa de Varzim


Peliteiro,   às  13:41
11  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 24 de Julho de 2009

Sócrates é mentiroso e traidor! 

Sócrates está mais preocupado com interesses financeiros do que com a saúde dos doentes.

Como é bem sabido, sou um admirador confesso de João Cordeiro, muito embora já nada me ligue à associação que superiormente dirige. Quase sempre concordo com o que diz e com o que faz. Ter a coragem para afrontar o poder, falando claro e com verdade não é para todos e é, nos dias de hoje, admirável. Força Dr. João Cordeiro!

Peliteiro,   às  20:47
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

With Sócrates’ government everything is fake 

Os assessores de Sócrates sopraram-lhe ao ouvido que «um gúru das novas tecnologias canadiano, Don Tapscott, escreveu recentemente um artigo cujo título era "Carta ao Presidente Obama: Quer mudar as escolas nos Estados Unidos? Por favor olhe para Portugal". Isto levou Sócrates a dizer à Ministra da Educação: Somos mais populares lá fora do que cá dentro.»
Esta gabarolice de Sócrates pode ouvir-se no vídeo abaixo, aos 40''.

O que os assessores de Sócrates não lhe disseram é que um desmancha-prazeres, assinando por Sá Peliteiro, a 24 de Junho, escreveu a Don Tapscott:
«Obama is really naive.
With Sócrates’ government everything is fake.»


Peliteiro,   às  14:38
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Bevacizumab 

Tenho acompanhado com especial atenção o trágico caso do bevacizumab e dos 6 doentes do Hospital de S.ª Maria (uma mácula no currículo do proto-Ministro Adalberto Campos Fernandes) embora, naturalmente, não possua elementos para formular opinião minimamente consistente sobre as causas da ocorrência. Mas isto é apenas um blogue. Posso sempre dar uns palpites. Arriscados. Pois bem, o meu palpite não vai para os efeitos adversos da droga não autorizada pelo Infarmed e que recolhe, neste momento, as principais suspeitas, o meu palpite é:


A culpa é do farmacêutico.

No fraccionamento da ampola de Avastin não foi assegurado o necessário ambiente asséptico na farmácia (câmara de fluxo laminar?), perdendo-se a esterilidade da solução injectável o que ocasionou endoftalmite bacteriana nos 6 doentes.
Vamos lá fazer uma sementeira em gelose sangue, gelose chocolate, MacConkey e, também, um meio para leveduras.


_____
Adenda: Nem de propósito, no Público de 24JUL09, às 9:09h: «Em Portugal, ao contrário dos EU, não existem normas que definam como devem ser manuseados os fármacos como o Avastin»



__________________________________


Mudando de tom, mas ainda sobre este caso, que sirva como exemplo, pedagógico, para que no futuro se dê a importância devida ao consentimento informado aos doentes. Para que o consentimento informado seja mais que mais um papel para assinar, uma perda de tempo, uma burocracia inútil e seja antes um início de uma conscienciosa conversa com o doente, onde se explica em palavras simples os riscos e os benefícios do acto a que se vão submeter.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  00:14
33  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

esboroar 

De há muito sinto o país a esboroar, degradando-se lentamente, seja pelo melhor Hospital do país que usa medicamentos não aprovados em situações clínicas críticas apenas porque é mais barato, seja pela extinção da Brigada de trânsito, seja pela farsa das Novas Oportunidades, seja pelo nauseabundo negócio da Liscont entre Mário Lino e Jorge Coelho, seja por tantas outras razões com que nos deparamos todos os dias.
Por vezes, as decisões de governação demoram anos até alcançarem o seu pleno efeito. O esboroar é generalizado e os efeitos serão duradouros. Para mal dos nossos pecados.

Peliteiro,   às  00:10
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 22 de Julho de 2009

De que tem medo a Ministra? 

Ministra afasta hipótese de vacina para a gripe A ser administrada nas farmácias

Falar de gripe em Portugal sem falar em Farmácias é completamente irrealista, é não ver o óbvio. Com pandemia ou sem pandemia, o primeiro lugar onde vai o comum dos portugueses com gripe é à Farmácia. Goste ou não goste a Ministra, esta é a verdade e não será ela a mudar esta realidade.
Fazer planos de contingência a uma pandemia de gripe sem considerar as Farmácias é um desperdício indesculpável de recursos e é uma forma incompreensível de autismo.

Peliteiro,   às  15:21
12  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Ensaio sobre a cegueira 

Seis casos de cegueira no Santa Maria

Enquanto Sócrates e Ana Jorge ultimavam o discurso para apresentar no Fórum Novas Fronteiras, do PS, dedicado ao tema da saúde, seis pessoas eram vítimas de um erro que pode ter sequelas irreversíveis. Claro que na voz de Sócrates a Saúde vai bem e recomenda-se, é tudo uma maravilha - mas na realidade, num Hospital de referência, na capital, onde se esperam padrões de qualidade elevados, erros terríveis como este acontecem. Seis!

Convinha que a Ministra da Saúde não se limitasse a lamentar o caso "à saída" do Museu do Oriente. Convinha que se retirassem responsabilidades e consequências. Aguardemos.

_____
Adenda: Aguardemos. Aguardemos.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  00:11
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 21 de Julho de 2009

Apito Encarnado 

Glorioso 1 - 2 Atl. Madrid

Mas... desta vez é que é! Desta vez - ai Jesus - o Glorioso é campião!

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:44
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Transparências 

Alguém me pode dizer porque não há em toda a Póvoa de Varzim uma única praia que apresente o cartaz "Água com qualidade compatível para a prática balnear" ou as respectivas análises da água?

O que me diz a isto Sr. Comandante Figueiredo? Alguém tem o mail do Comandante da Capitania para pedir explicações? Quem tutela estas questões? Não é obrigatório informar os banhistas? Vale-tudo na Póvoa?

E a propósito, porque está embargado este mamarracho, abaixo, em pleno areal da praia de Quião? Alguém sabe?
Porque são sempre tão pouco transparentes estas questões por estas bandas.


Peliteiro,   às  23:40
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Sócrates vai perder as eleições 

Nunca detestei tanto um político como detesto agora Sócrates. Só de o ouvir, mesmo ao longe, só de o ver, mesmo de relance, revolvem-se-me os intestinos e arrepiam-se-me os pelos do nariz. Dia após dia a intolerância ao Sócrates vai-se agravando. Aquela voz, aqueles trejeitos, aquele repiscar de olhos... que asco! Mentiroso!
Acredito que quem não gosta de Sócrates, detesta muito Sócrates, tem-lhe já um ódio visceral. Não serei só eu. E isto não vem nas sondagens. Mas deveria vir, porque nós, os que detestamos Sócrates, não nos limitaremos votar contra Sócrates, nós faremos tudo, mas tudo, para empurrar o malandro para lá onde nunca mais o vejamos.
Sócrates vai perder as eleições!

Aver-o-Mar; Póvoa de Varzim

Peliteiro,   às  00:17
20  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Esguichos de Besugo 

«Chegou-me hoje o casal, o filho e a nora, como se tivesse mesmo de vir. E o casal tinha de vir, pelos vistos. E eu sabia que o casal viria, coisas de quem já viu muitos lutos, lutos demais.
A Aurora, mulher belíssima de oitenta anos, antiga professora, morreu-nos no fim de semana, como eu pressentira uns dias antes: internei-a já nas horas do fim, muito amarela e com dores por todo o corpo, o fígado muitíssimo destroçado pelas bolas loucas da desregulação fatal, sobrevivendo à morte apenas por acaso ou teimosia. Já lhe sobrevivia, aliás, à morte, há dois anos e meio.
Na sexta feira, perante dores intensas que a faziam gritar, impunha-se a dignidade última da morfina. E assim se fez, iniciando-se a perfusão com a dose terapêutica mínima. Sossegou. Entrou num sono calmo.
A filha, de olhos malignos como todos os olhos pequeninos das acusações medrosas - eu entendo o medo, até a acusação, mas nunca lidarei bem com a malignidade que vejo neste tipo de olhos, que são tantos e que apenas nos olham de soslaio - não queria a morfina na mãe.
Cansado de lhe explicar que o meu fito, que devia ser o dela, era apenas que a mãe morresse sem dores, acedi: reduzi ainda mais a morfina, para dose ínfima e quase anedótica. Pensei que com a encefalopatia bastaria assim.
E bastou. Morreu no fim de semana, sem dores e praticamente sem morfina. Morreu como eu gostava de morrer, aos oitenta anos, sem nenhuma dor, naquela "dormideira amarelada da bilirrubina".
Hoje vieram. O casal. Não veio a dos olhos malignos, mas o outro filho. E a mulher dele. Os que eu esperava que viessem. Os que sempre ma trouxeram e levaram, ao longo deste longo tempo que referi. Sim, que eu sabia que só recentemente os cuidados a Aurora tinham passado para a outra filha, a dos olhos malignos, e para o respectivo genro. Costuma ser assim: no fim, quem esteve muito ausente costuma querer, imensamente, recomeços que não há.
Veio, pois, o casal que vinha sempre, o que eu esperava. Agradeceram tudo mas queriam, ainda, uma resposta para uma pergunta: "era precisa, a morfina"?
Eu disse que sim. Que era. E que foi.
E, como sei que não foi a morfina que a levou de nós mas senti fundo que eles irão manter essa ideia, a ideia de que foi, e isto enquanto se lembrarem, despi-me - magoado - dos afectos que senti assim injustamente derrotados e fui, como há muito tempo já não era, apenas cortês e frio.
Tive dores. Mas estas não se apagam com morfina, vai-as esbatendo - como pode - só o tempo.
»
In Gravidade Intermédia

Peliteiro,   às  00:07
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 19 de Julho de 2009

Cidade do lixo 

Recentemente a Póvoa de Varzim ganhou um prémio de cidade mais limpa do país, ou coisa assim. Só o facto de se saber que a cidade lança grande parte dos seus esgotos directamente no mar já seria motivo suficiente para nem sequer fazer parte do rol dos candidatos, mas, enfim...
A mim parece-me injusto, a cidade não é tão limpa como devia nem como é exigido a quem não perde uma oportunidade para fazer alarde do dito prémio.

Olhem a foto abaixo; que me dizem? O prémio chamar-se-à "Prémio Amparo"?



Quanto ao resto, a Póvoa de Varzim, excluído o km2 central, continua o mesmo atraso de vida do ano passado...

Peliteiro,   às  22:44
9  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Tolerância zero 

Depois de tantos anos de sossego, este blogue viu-se assolado por uma vaga de comentários parvos e sem valor. Fácil: a partir de hoje será tolerância zero para comentários 1) com linguagem imprópria, 2) com acusações sem provas, 3) impertinentes ou infudamentados. Serão impiedosamente apagados.

Peliteiro,   às  20:45
23  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Incréu 

Inauguração de laboratório de nanotecnologia em Braga

Hoje não houve inauguração nenhuma em Braga; talvez tenham inaugurado um laboratório em Mildendo porque em Braga não foi de certeza.
É tudo fantasia. Já não acredito em nada. Tudo que tenha a ver com Estado, com socialistas, com Sócrates ou Zapatero é mentira, é engano, é ilusionismo político. Posso estar enganado mas este laboratório de nanotecnologia, que privilegia a saúde - dizem -, nunca há-de patentear nada, nunca há-de descobrir ou desenvolver nada com o mínimo de interesse.
Quanto muito pode dar emprego a uns quantos "cientistas" que em vez de ficarem no desemprego após a licenciaturinha foram tirando doutoramentos, pós-doutoramentos, pós-pós-doutoramentos...
É tudo fantasia - mas esta da Bracalândia é das caras!

Peliteiro,   às  14:46
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 16 de Julho de 2009

Les misérables 

Médicos uruguaios recrutados para o Algarve e Alentejo

O que mais me choca nestes efeitos do corporativismo extremo na Medicina em Portugal e no seguimento de um plano quinquenal para o ensino da medicina não é a defesa sistemática das barreiras à entrada para o exercício da medicina pelo próprios profissionais da medicina - isso é próprio da natureza humana -, o que mais me choca é quando a dita barreira se aplica, concretamente, aos filhos de médicos - quantas vezes mais inteligentes e imensamente melhor preparados que os pais - que são obrigados a tirar cursos como gerontologia ou técnicos de análises clínicas ou podologia ou mesmo direito que os remetem directamente para uma carreira de emprego precário ou, mais provavelmente ainda, de desemprego.
Mesmo quando falam dos próprios filhos, os miseráveis, não têm o mínimo de remorso por participarem activamente como parte interessada na manutenção deste sistema injusto e guloso.

Peliteiro,   às  12:04
45  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Médicos e farmácias abusam na receita de antidepressivos 

Vendas voltam a aumentar em 2008 e são já quatro vezes mais que a média europeia

Afirmações graves de Maria do Céu Machado, Alta Comissária da Saúde, na perspectiva do interesse do doente - pois presume-se sobremedicado - e na do Estado comparticipador - pelo enorme desperdício - mas também graves porque podem indiciar que os médicos prescrevem mal ou são desonestos e confirmar que as Farmácias vendem ilegalmente antidepressivos.

Do lado das Farmácias pode-se dizer que alguém com a responsabilidade e autoridade de um Alto Comissário para a Saúde deveria saber que 1) as Farmácias não podem vender antidepressivos sem receita médica e 2) as que os vendem são facilmente detectáveis através de registos de compra e venda de medicamentos. Assim sendo, se as Farmácias têm - terão mesmo? - uma quota parte significativa na culpa das vendas quatro vezes e meia superiores à média europeia, pode dizer-se que o Estado ao não fiscalizar, ao fechar os olhos, ao deixar andar, é conivente com este problema e pode até levantar-se a suspeita de que alguém dentro do Estado ganha com esta situação. Averigue-se!

____________________________________
Post scritum I - Reparemos como a Alta Comissária diz "médicos e farmácias" em vez de "médicos e farmacêuticos". Um pormenor que me parece relevante. Antes da semi-liberalização da propriedade da farmácia, em 2005, o princípio vigente era «a farmácia como local de exercício do profissional liberal farmacêutico», agora é «a farmácia como local de emprego de farmacêuticos e outros profissionais» - para mim, que conheço bem o sector, faz toda a diferença e, consequentemente, cada vez mais se venderão antidepressivos e calmantes e antibióticos e tudo o mais que der lucro aos patrões. Amanhem-se!
Post scriptum II - Para que serve, o que fará uma Alta Comissária para a Saúde?
Post scriptum III - Escrevi P.S. mas veio-me imediatamente à ideia a imagem de Mário Soares, Jaime Gama, Ferro Rodrigo, Sócrates, Pedroso e outros meninos e tive de apagar e substituir por um mais agradável Post scritum.

Peliteiro,   às  00:34
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 15 de Julho de 2009

O meu vizinho Cristiano Ronaldo 





As coisas que eu sei ao ler as "Novas Gentes" e "Marias" dos consultórios quando ando por aí a "tirar sangue": O Cristiano Ronaldo está a construir uma mansão na barragem da Caniçada, Gerês. É quase o meu vizinho de baixo, que estou lá em cima no monte.

Daqui a uns meses o Cristiano cruza-se comigo de barco na barragem e diz: Olá qué tal Gorgé Mário, vás bién? Té presiento mi nóbia Páris Hiltóne...



Foto d'O Cigarrilha

Peliteiro,   às  13:14
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 14 de Julho de 2009

A bomba relógio de Sócrates 

Hoje vi numa Farmácia - senão não acreditava - desaparecer um lote de um gel hidroalcoólico para desinfecção das mãos em cerca de 1 hora. Presumivelmente por causa da gripe dos porcos e da transmissão do vírus através das mãos. Cada frasquinho de 100 mL, por ser de uma marca conceituada de cosméticos, a 6 euros! Uma pequena amostra de uma histeria colectiva que pode agigantar-se.

Uma boa lavagem de mãos com água e sabão é tão eficaz como o tal gel caro de marca, mas para aqueles que querem assegurar uma fricção desinfectante de mãos aqui fica uma formulação muito barata, recomendada pela OMS, que pode pedir ao seu farmacêutico ou mesmo preparar lá na fábrica, escritório ou até em sua casa:

Etanol 96% v/v - 833,3 mL
Peróxido de hidrogénio 3% - 41,7 mL
Glicerol 98% - 14,5 mL
qbp 1L; fsa.

A Farmácia é de facto um lugar especial para ver o mundo, a sociedade, os comportamentos, as inquietações, os medos, numa perspectiva diferente, e hoje tive a nítida impressão que a sorte de Sócrates é o vírus da gripe gostar de frio para se replicar e as eleições serem logo a seguir ao Verão. Ainda não há vacinas da gripe? O gel desinfectante de mãos é tão caro? Não é comparticipado? (Eu, ao lado, respondia sempre: a culpa é do Sócrates! Não dizia nada; mas pensava tão fortemente que por telepatia a pessoa dizia logo a seguir: a culpa é do Sócrates, esse gandulo, esse &%###* ""$u#%%)
O certo é que em cada 200 doentes com gripe dos porcos 1 morre! E com um SNS depauperado e fragilizado como o nosso, com uma Ministra da Saúde fraquinha como a nossa (ao contrário, compensando, Francisco George tem estado muito bem) se a epidemia da gripe dos porcos se desenvolve em Portugal é o caos, ou seja Sócrates tem uma grande bomba relógio nas mãos!

Peliteiro,   às  23:17
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Dedicado aos (raros) comentadores com nome 


Peliteiro,   às  23:11
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Vila do Conde a pé 

Uma campanha que merece destaque pelo inédito, a verdadeira campanha directa: "Vila do Conde a pé".

Pedro Brás Marques candidato do PSD a Presidente da Câmara de Vila do Conde decidiu percorrer o Concelho (30 freguesias, 150 km2) a pé, procurando conhecer as necessidades e anseios da população, levar junto de todos as suas propostas e promessas - o que pode, por incrível que pareça, ser a metodologia mais eficiente de comunicar com os eleitores, pois em terras dominadas por caciques locais, como Mário Almeida ou, também, Macedo Vieira, os jornais estão completamente dominados pelo poder e os jornalistas, coitados eu até os compreendo, pelam-se de medo de um simples franzir de sobrolho do cacique - e, claro, digo eu para desanuviar da imagem sombria dos caciques, aproveitar para fazer exercício e melhorar a silhueta.
Uma notável demonstração de esforço e dedicação - 65 km já cumpridos! -, que espero ver recompensada nas urnas - ainda que seja difícil vencer o cacique Mário Almeida, porque é sempre difícil vencer caciques que despudoradamente, ano após ano, vão distribuindo benesses tachos e favores, arregimentando peões que se encarregarão de "controlar as coisas" - e que pode ser acompanhada no Vila do Conde a pé e no Adoro Vila do Conde.

«Qual é o melhor método de contactar com o eleitorado e conhecer, ao pormenor, uma freguesia, uma cidade ou um concelho? Exactamente! Caminhando!
Foi tendo esta ideia como base que propus à direcção de campanha uma iniciativa inédita: percorrer a pé o concelho de Vila do Conde. É este o meu propósito. Não sei se estes quatro meses serão suficientes ou se a energia e a força anímica me abandonarão. Não interessa! Os meus companheiros dizem que é uma loucura, que não irei aguentar. Veremos! Ao sábado e ao domingo todo o dia e ao fim do dia, durante a semana, será esta a aventura a que me proponho.
»

Força Pedro Brás Marques!


Peliteiro,   às  23:45
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 10 de Julho de 2009

Vieira e a lobotomia 

A lobotomia foi uma técnica amplamente adoptada em meados do século passado e deu um prémio Nobel da medicina ao nosso Dr. Egas Moniz. Em alguns países, concretamente Japão e Estado Unidos, a lobotomia generalizou-se, teve imenso sucesso - tanto que se chegou a usar em crianças irrequietas - e curou inúmeros doentes.
Mais tarde esta "cura" de doentes foi motivo de controvérsia e hoje a lobotomia, tal como era feita no tempo de Egas Moniz, não se faz mais. Existem até movimentos que defendem que o prémio Nobel de 1949 deveria ser retirado, por a lobotomia ser uma má técnica psicocirúrgica, provocando efeitos secundários profundos e irreversíveis. Ora, na minha modesta opinião só pode pretender a revogação do prémio Nobel de Egas Moniz quem tenha uma visão estática da ciência e quem não entenda que o conhecimento é cumulativo. Hoje sabe-se que a lobotomia é uma má técnica mas à época foi uma técnica inovadora e que foi muito importante para a evolução dos tratamentos das patologias psiquiátricas.



Macedo Vieira, Presidente da Câmara da Póvoa, depois de uma fase de procrastinação no que respeita à sua re-re-recandidatura, apresenta como primeiro trunfo de campanha o facto de a DGS ter publicado em Junho uma circular normativa, suportada numa guideline da OMS que refere "não ser justificável a pesquisa de Salmonella em águas costeiras" e que "vários estudos sugerem que, até ao momento, não existem dados epidemiológicos que suportem a implicação directa da presença de Salmonella na água de mar na saúde dos utilizadores".

Macedo Vieira é como aqueles que querem retirar o prémio Nobel a Egas Moniz, não sabe que os conhecimentos evoluem, que não se pode dizer que a OMS antes de 2003 estava errada, que não se pode dizer que a DGS antes de 2009 estava errada e agora é que está certa (tanto é que mesmo agora, na circular normativa para águas balneares interiores "na ausência de orientações da OMS, bem como na falta de estudos conclusivos que excluam o parâmetro Salmonella da avaliação de risco para a saúde, é recomendada a pesquisa deste parâmetro pelo princípio de precaução, em águas com antecedentes históricos de má qualidade" assim como para os critérios de levantamento de interdição). São matérias discutíveis, dependem de registos, de estudos e de opiniões.

Uma coisa é certa, e é aqui que está o ponto da questão: se as águas das praias da Póvoa fossem muito limpas não apresentariam nunca como positivo o indicador de contaminação Salmonelas. Se Macedo Vieira estivesse de consciência perfeitamente tranquila não sublinharia a orientação da OMS (porque não apresentou Macedo há 2 anos esta guideline??? Esqueceu-se das evidências?) e a norma da DGS e não ocultaria a presença recentíssima de Enterococos intestinais ultrapassando os valores máximos recomendáveis, nas praias da Póvoa.

Peliteiro,   às  08:01
31  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 7 de Julho de 2009

Inacessibilidade ao medicamento 

Quando estou na minha casa do Gerês e preciso de medicamentos recorro sempre à Farmácia Sá Couto - do colega e amigo Sá Couto aqui da Póvoa - em S.ª Maria do Bouro, em frente à Pousada. São 15 minutos de carro, sempre a descer e bom caminho.
Pois agora dizem-me que o Dr. Sá Couto está transferir a Farmácia para Amares. E agora?

É um flagelo a transferência de farmácias que está agora a ocorrer, em força, por todo o país rural, deixando abandonadas vastas regiões e a sua população, idosa, doente e pobre, por causa de uma legislação mal feita, irresponsável, mal aplicada.

No início desta Governação socialista a acessibilidade aos medicamentos era uma prioridade. No fim, o resultado é este: nem uma farmácia nova, farmácias concentradas nas cidades e extensas zonas rurais desertificadas.
Será só incompetência do legislador e do INFARMED?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  08:06
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Porque sou contra a unidose? 

Tenho escrito várias vezes aqui sobre a unidose, mas a pedido de um comentador ilustre e amigo vou tentar resumir a minha posição entre uma garfada de arroz de pato e um relance ao noticiário:


Luís,
Não sou assim “tão avesso à unidose”; sou contra mas não tanto, porque a unidose não é para mim uma questão fundamental na política do medicamento.

Sou contra a unidose, por duas ordens de razão:


  1. Política, pois não sendo esta uma questão fundamental é tratada, a espaços, como se a sustentabilidade do SNS dependesse da sua implementação, como se dela decorressem poupanças tais que a despesa com medicamentos e o desperdício ficassem completamente controlados. A unidose é uma medida populista (para quem não acompanha de perto a problemática do medicamento, e numa primeira abordagem, a medida parece uma panaceia - mas não é!) e, consequentemente, é cobarde (porque estratégias efectivas de controlar a despesa e o desperdício dos medicamentos não são seguidas, nem sequer discutidas, por influência dos vários stakeholders do sector - a unidose é apenas uma máscara, um disfarce para a cobardia) e hipócrita (a legislação publicada a semana passada é um hino à hipocrisia e tem quatro níveis de garantia de que nunca terá efeitos práticos: só a título experimental, só em Lisboa, só em farmácias aderentes, só com prescrição médica por DCI).


  2. Técnica, por ser uma metodologia a) obsoleta (Que países civilizados têm apostado, hoje, séria e consistemente na unidose? Que farmacêuticos têm apresentado trabalhos em congressos, artigos ou estudos, defendendo a unidose nos moldes que o Governo e os políticos portugueses defendem), b) pouco higiénica (a manipulação – mesmo que apenas da embalagem primária e não da forma farmacêutica ela própria – por milhares de farmacêuticos e técnicos de farmácia em ambientes altamente contaminados - incluindo por H1N1 - como são as Farmácias é necessariamente menos higiénica que a infraestrutura automatizada, asséptica e controlada de uma indústria de medicamentos), c) mais cara (a incorporação de mão-de-obra especializada no processo encarece-o e, obviamente, alguém pagará…) d) muito mais insegura (maior taxa de erros de dispensa na farmácia, maior taxa de erros na toma pelo doente, maior dificuldade de controlo de prazos de validade, maior dificuldade em assegurar a rastreabilidade e mais difícil farmacovigilância) e maior exposição à contrafacção (problema não negligenciável, importante em todo o mundo, especialmente em Portugal onde o INFARMED é de uma inoperância gritante e onde os políticos apelaram, legislando, à venda de medicamentos pela internet).

O racional redimensionamento de embalagens, tal como preconizado por Luís Filipe Pereira, é uma metodologia muito mais eficaz para evitar o desperdício de medicamentos. Claro que há sempre subterfúgios possíveis, há sempre como contornar o estorvo – foi o que aconteceu!

Ninguém tem coragem para Governar a sério - alguém tem de pagar as campanhas eleitorais e financiar os partidos e dar emprego às primas. Por isso há sempre uma unidose qualquer para distrair o povoléu.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:39
9  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

V.I.Pharmacists 

«A cientista molecular Claudina Rodrigues-Pousada recebe hoje em Praga o Diploma de Honra da Federação Europeia das Sociedades de Bioquímica (FEBS), numa cerimónia em que participa o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago.
Claudina Rodrigues-Pousada é desde 2000 professora catedrática do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (ITQB), da Universidade Nova de Lisboa, onde é responsável pelo Laboratório de Genómica e Stress.
» Lusa

A Professora Claudina é aqui de Tadim, Braga, e é, claro, Farmacêutica. Muitos parabéns.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:30
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 5 de Julho de 2009

Unidose 

Unidose é um título repetido várias vezes repetido neste blogue. É um assunto mais que ressesso, anunciado e reanunciado pelos políticos socialistas.

Agora, perto das eleições, pressionado pela oposição, muito especialmente pela Dra. Teresa Caeiro do CDS, o Governo Sócrates lá avança com a publicação da legislação da unidose.

Apenas um senão, a unidose, "para já", é só em Lisboa e em Farmácias que manifestem a sua vontade de aderir àquele modo de dispensa - nem uma! Ou seja, esta unidose é um nado-morto, é um engano, é propaganda, a unidose socialista é um fingimento.
__________________________
PS1 - Sou contra a unidose;
PS2 - Os jornalistas foram levados na conversa e teceram loas à medida - no Expresso colocaram até a Ministra Ana Jorge isolada no lado dos "altos", como prémio por anos de atraso e por uma medida atrofiada -, esperemos que os políticos da oposição nao sejam tão crédulos e denunciem este modo manhoso de fazer política.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:14
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 4 de Julho de 2009

Dedicado aos comentadores anónimos 


Peliteiro,   às  23:34
46  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Quem??? 

Lembram-se quando eu em Novembro andava numa roda-viva, num rodopio para que nomeassem Director de um ACE, agrupamento de Centros de Saúde?

Pois bem, julgava eu, até hoje, que tinha sido nomeado o Dr. Miguel Fernandes, médico aqui na terra, competente, sério, perto da "esfera" socialista, enfim, perdi o tacho mas compreendo, compreende-se, aceito, que remédio, é a vida como diz o outro.
Mas hoje, ao ler a jornalada toda em atraso, deparo-me com uma novidade. Afinal quem ficou com a ACE de Póvoa e Vila de Conde foi uma tal Dra. Judite Neves. Procuro o currículo da jovem gestora e leio: «consultora da direcção da Farmácia Avenida em Gaia». Consultora da direcção de uma Farmácia? Já não li mais!...
Tantas cunhas e empenhos eu meti, tantas mariscadas e fruta eu paguei, para ser preterido por alguém que já foi consultora de direcção de uma Farmácia...

Peliteiro,   às  14:57
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Tudo a postos 

Este ano já estive nas praias do Faial, de S. Miguel, de Maiorca e do Algarve. Reparei que em todas elas se exibia com orgulho os resultados das análises das águas.
Na Póvoa não! Na Póvoa de Varzim não há uma única praia com os resultados expostos (como manda a lei; a Capitania costuma fechar os olhos a estas coisas).
Na Póvoa há até muitas praias que exibem um cartaz (?) com a inscrição: "é desaconselhada a prática balnear neste lugar" (ver foto).

Enfim, ninguém quer saber e ninguém quer que se saiba, tudo a postos para quando a qualidade da água for má os banhistas nem se aperceberem. Aliás nas praias a Norte, ainda em Junho, os Enterococos intestinais já ultrapassam o valor máximo recomendável.

Peliteiro,   às  13:41
19  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014     

 

Perfil de Jorge De Sá Peliteiro
Jorge De Sá Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Póvoa de Varzim; Porto; Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Foot Bicancas

PVZonline

Cá 70

Pé de meia

Sextante Poveiro

Garatujando

Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.