<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


sábado, 31 de janeiro de 2009

L’ouverture du capital des laboratoires est extrêmement dangereuse 

Em França querem liberalizar a propriedade dos laboratórios de análises clínicas. Os colegas franceses organizam-se e reagem, apresentado os seus argumentos. A minha solidariedade para com eles e, sobretudo, para com os doentes franceses.
Portugal bem pode servir de exemplo do que acontece quando a saúde é retirada aos profissionais e é entregue, sem controlo, aos grupos financeiros - chafurdice!



Peliteiro,   às  18:05
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Pinocchio 

«E-mails recebidos pela Freeport ilustram amplamente a corrupção. O Estudo de Impacto Ambiental é o que requer maiores "luvas", designadas por "bribery". Um dos homens-chave português é designado por "Pinocchio".»

Pinocchio não sei quem é. Mas Pinóquio sei:


Peliteiro,   às  13:14
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Balanço do 1º ano de Governação 

da Sra. Ministra da Saúde Ana Jorge













































































.

Peliteiro,   às  23:50
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

O que é que a Póvoa tem? 

Não me responsabilizo pelo teor dos comentários deste blogue. Não os leio todos. Julgo que já há jurisprudência em tribunais europeus no sentido de retirar aos donos dos blogues a responsabilidade pelo conteúdo dos comentários. No entanto, sempre que detecto comentários anónimos com acusações não fundamentadas a pessoas ou empresas apago-os. Para defender as pessoas e as empresas de acusações eventualmente falsas e para me defender a mim, de problemas.

Por isso tive que apagar alguns comentários no postal «O que é que a Póvoa tem?». O meu texto é sobre ordenamento da orla costeira e sobre paisagem; nos comentários mudam de assunto e acusam, a propósito da construção dos ditos barracos, directamente um arquitecto e uma empresa. Não havendo provas é preferível ficar com os nomes só para mim.

Fica todavia aqui uma parte do teor da acusação que poderá ser comprovada, ou não, com tempo: diz-se que todos, ou quase todos, os barracos, sendo de vários empresários, serão projectadas pelo mesmo arquitecto e serão construídas pela mesma construtora.

Se assim for noticiaremos a - grave! - coincidência.


Peliteiro,   às  23:47
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Minas de ouro 

Em tempos que já lá vão, o Governo Sócrates e Correia de Campos quis arruinar, destroçar, o sector das Farmácias, enfrentar os lóbis, eliminar privilégios corporativos, etc, etc.. Comentadores como Vital Moreira e Miguel Sousa Tavares compararam mesmo as Farmácias a minas de ouro.

Passados uns anos o negócio da Farmácia está próspero como nunca, como pode ler-se no Jornal de Negócios de hoje: transaccionam-se Farmácias a mais do dobro da facturação anual!
Em tempos de crise, nem a Coca-Cola, nem a Microsoft valem o dobro da facturação anual. Valores inconcebíveis e insustentáveis.

A inteligência não abunda no Ministério da Saúde; era previsível que, pela velhinha lei da oferta e da procura, se não abrirem novas Farmácias - não abre nem uma desde 2005! - e se aumentar o universo dos potenciais compradores o preço de mercado dispara. E o problema principal nem é o preço disparar - mas também é, já que quando se compra muito caro é natural que se faça tudo, mas mesmo tudo, para conseguir o retorno do investimento num período de tempo aceitável - o problema é o que isso significa: doentes com serviços farmacêuticos depauperados por acessibilidade aos medicamentos diminuída e concorrência condicionada.


Peliteiro,   às  00:05
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 25 de janeiro de 2009

O que é que a Póvoa tem? 

O que é que a Póvoa de Varzim tem que não tem Famalicão, Freamunde, Barcelos ou mesmo Chaves?
Resposta: Tem o mar.
O que é que a Póvoa tem para fazer andar no Passeio Alegre gente vinda de Fafe, Braga, Murça ou S. Tirso?
Resposta: Tem um extenso areal.
O que é que a Póvoa tem que faz comprar apartamentos e ir a restaurantes e fazer compras gente de Vila Real, Guimarães ou até da Régua?
Resposta: Tem uma excelente praia.

Ora uma coisa que até crianças da escola primária entendem, não entendem os autarcas desta terra.
Além de terem permitido a construção de uma linha de edifícios pavorosos em frente ao mar, de lançarem os esgotos no oceano, não limparem o areal e desprezarem sistematicamente o bem mais precioso do concelho, a orla costeira, agora deram início a mais um atentado à paisagem marítima da cidade, como se pode constatar na fotografia baixo.
Segundo julgo saber, um considerável número de horríveis mamarrachos, contentores enormes, surgirão no areal, a partir dos actuais pequenos bares de praia, dificultando a vista do mar a todos os que passearem na marginal, desfeando-a irremediavelmente.

O próximo passo será permitirem construções sobre estacas no próprio mar?




Quais são os critérios para atribuição destas concessões? Serão vitalícias? Alguém sabe ou é segredo?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  22:42
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

A equipa da moda 


Peliteiro,   às  22:07
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Garantindo o futuro 


Peliteiro,   às  22:06
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Casos de polícia 


Peliteiro,   às  22:02
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

gaivotas em terra 


Peliteiro,   às  21:54
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Belenenses 0 - Benfica 0

Etiquetas:


Peliteiro,   às  21:49
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 24 de janeiro de 2009

Corrupção, um desígnio nacional 

Enquanto não tivermos uma justiça capaz, o país não será viável.

Isto saiu assim com um tom meio solene, mas é a verdade. Para desanuviar: isto é um lodaçal nojento, desde o autarca que se vende por um fino e uns tremoços no bar de praia amamarrachado que ele legalizou até ao Conselheiro de Estado que traficou altas influências a troco de uma fazenda no Brasil - um país de vigaristas.

Peliteiro,   às  11:09
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Crise lamentável 

Gostava tanto de mexer na vida,
De ser quem sou – mas de poder tocar-lhe...
E não há forma: cada vez perdida
Mais a destreza de saber pegar-lhe.

Viver em casa como toda a gente
Não ter juízo nos meus livros – mas
Chegar ao fim do mês sempre com as
Despesas pagas religiosamente.

Não ter receio de seguir pequenas
E convidá-las para me pôr nelas –
À minha Torre ebúrnea abrir janelas,
Numa palavra, e não fazer mais cenas.

Ter força um dia pra quebrar as roscas
Desta engrenagem que empenando vai.
– Não mandar telegramas ao meu Pai,
– Não andar por Paris, como ando, às moscas.

Levantar-me e sair – não precisar
De hora e meia antes de vir prà rua.
– Pôr termo a isto de viver na lua,
– Perder a frousse das correntes de ar.

Não estar sempre a bulir, a quebrar coisas
Por casa dos amigos que frequento –
Não me embrenhar por histórias melindrosas
Que em fantasia apenas argumento

Que tudo em é fantasia alada,
Um crime ou bem que nunca se comete
E sempre o Oiro em chumbo se derrete
Por meu Azar ou minha Zoina suada...

Mário de Sá Carneiro; Paris - Janeiro 1916

(Por indicação do ilustre comentador Pedro Faria)

Peliteiro,   às  11:01
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

O que parece... Não é! 

Qimonda: Governo garante que plano de salvamento mantém empregos
Banco português vai dar emprestar 100 milhões de euros

Hoje de manhã, quando ouvi as primeiras notícias da manhã sobre o processo de falência da Qimonda, pensei: a CGD já ficou a "arder" com 100 milhões.

«Estão encontradas as soluções e naturalmente estamos muito contentes por o maior exportador português ter condições para continuar no nosso país e para reforçar a sua aposta. Pinho considerou que o empréstimo de 325 milhões de euros é "um resultado enorme"»

Pensei mal; afinal o Estado não emprestou coisa nenhuma à Qimonda; «problemas com as autoridades alemãs inviabilizaram a operação de salvamento». Eu não sabia. Pouca gente sabia. Este Governo parece sempre muito eficiente, semeando sucessos - parece, mas afinal não é.

Peliteiro,   às  22:58
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

O Senhor de La Palice Pinho 

Pinho acredita que fábrica da Qimonda pode ser salva se houver investidores privados.

Peliteiro,   às  20:14
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Temporal 


Peliteiro,   às  13:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Not Guilty 

De uma coisa não tenho dúvidas - mesmo sabendo do envolvimento das autoridades inglesas -, que o "Ministro de Guterres" nunca será dado como culpado neste Freeportgate.

Peliteiro,   às  23:14
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Yes we cão 

Ricardo Araújo Pereira, na Visão:
«É certo que será mais um português a quem o Presidente americano dará ordens e ensinará a rebolar quando quiser. Nisso, o cão não se distinguirá especialmente de Durão Barroso. Mas, por uma vez, será o Presidente americano a andar atrás de um português para lhe limpar o cocó, em vez do contrário. Nisso, o cão distinguir-se-á bastante de Durão Barroso. Sim, tenho as maiores esperanças no bom desempenho do cachorro. Por mim, Cavaco pode começar a preparar uma comenda de pôr na coleira. Aqui para nós, sempre tem melhor destinatário do que muitas que ele tem atribuído

Peliteiro,   às  23:07
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Só um cego 

Pedro Arroja, no Portugal Contemporâneo:
«Numa altura em que se abate sobre Portugal a maior crise económica e financeira de que há memória, eu ressinto bastante que a discussão pública em Portugal gire em torno da questão Põe Sócrates, tira Sócrates. Só um cego é que não vê que o primeiro-ministro José Sócrates não está à altura das circunstâncias

Peliteiro,   às  23:05
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Standard & Poor´s 

«As debilidades estruturais da economia portuguesa e as reduzidas expectativas de crescimento do País nos próximos anos»

As reacções "nacionalistas" às conclusões da Standard & Poor´s explicam muito sobre o nosso crónico atraso e pobreza: esses malandros andam a dizer mal de nós, sem razão - em vez de esses malandros dizem mal de nós, com razão, e há que mudar, meter mãos à obra, reagir, trabalhar.

Ah! E Sócrates é um mentiroso.

Peliteiro,   às  23:01
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Aula de cosmética 

Quiz
Quiz: Quem é a Marilyn?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  22:25
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Barack Obama 

Gente como formigas


Peliteiro,   às  20:04
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Mar bravo 

Não serão ondas de 7 metros (como se medem as ondas?), mas o mar está mesmo bravo.


Peliteiro,   às  13:15
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

O monstro 

Peso do Estado chega a 50% do PIB, pela primeira vez na história!

E, infelizmente, não se vislumbra que o monstro emagreça. Bem pelo contrário! O Estado padece de doença grave, de duas patologias concomitantes, obesidade mórbida e elefantíase - um dia destes explode, rebenta, estoura!
S. Jorge nos valha.

Peliteiro,   às  23:32
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

AAC 

Quando estudante da Universidade de Coimbra fui candidato duas vezes, pelo PSD, à Direcção Geral da AAC. Uma experiência extraordinária; a campanha eleitoral tem - ou tinha na altura - na alta de Coimbra tanto impacto como umas eleições para as legislativas ou presidenciais e era engraçado ver as nossas fotografias coladas pelas paredes dos edifícios e distribuídas em panfletos.
Perdi das duas vezes!
Perdi para o Eduardo Saraiva, Fernando Ramos, Rogério Gaspar, Carlos Figueiredo e para toda esta rapaziada aqui, do PS.
Um dia destes também tenho que digitalizar e publicar muito deste material que tenho guardado no sótão.

Peliteiro,   às  13:41
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

São cada vez mais frequentes os grupos de Laboratórios 

As multinacionais dos reagentes, aqui, adaptando-se à evolução dos laboratórios de análises clínicas no sentido da devastação da rede de laboratórios nacionais proporcionada por uma política que limita a concorrência e favorece o desemprego e a concentração.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  10:37
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 18 de janeiro de 2009

Como o compreendo 

O fecho intempestivo da SEBER

Expresso Economia - Porque decidiu encerrar todas as empresas do grupo SEBER?
José Júlio Macedo - Por desencanto político. (...) Conhece algum sector ao qual tenham sido impostas, nos últimos três anos, sucessivas baixas de preços? Eu não conheço outra actividade em que isso aconteça. Era um grande grupo empresarial, estava muito bem, e ao fim de 40 anos tomei esta decisão. E acho que tomei no tempo certo porque ainda tive dinheiro para pagar a toda a gente.

Expresso Economia - Porque é que não optou por vender o negócio?
José Júlio Macedo - Porque não quis. Entendi que devia acabar com ele. (...) Não quero voltar a investir em Portugal. Nem pensar. Aqui é só para pagar impostos. Além disso, tenho empresas no estrangeiro também na área farmacêutica.

Peliteiro,   às  21:54
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Twitter 

Experimentando o Twitter.
(...)
Adenda de 18JAN2009 - Já conhecia o Twitter há bastante tempo. Não há tempo para tudo e não gosto de troca de mensagens, tipo messenger. Quando soube que no acidente do avião da US Airways que caiu no rio Hudson uma das principais fontes de informação foi um Twitter, Holy Fucking Shit - I Was Just in a Plane Crash!, enviado por mensagem de telemóvel, fui rever as potencialidades do microblogue.
Resolvi integrar o Twitter no blogue, AQUI, e, sempre que me apeteça, talvez mais por telemóvel, provavelmente no meio do trânsito, sem colocar em causa a segurança rodoviária, lá enviarei umas breves mensagens, uns bitaites.

Peliteiro,   às  23:35
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Pânico na bolsa 

Há umas semanas o Prof. Daniel Bessa acabou um artigo na primeira página do Expresso Económico com a exclamação lapidar: "Aguardemos". Nesta altura nenhum economista se atreve a fazer previsões.

Eu atrevo-me: Um dia destes, quando começarem a ser divulgados os resultados de 2008 das grandes empresas mundiais as bolsas sofrerão um queda como ainda não se viu, um trambolhão nos preços intraday superior a 30%; aí sim, poder-se-à ver o pânico nos mercados financeiros, a purga completar-se-à e o mundo poderá, lentamente, lambendo as dolorosas feridas, entrar numa fase de prolongada recuperação. Aguardemos pois.

Peliteiro,   às  14:38
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Laboratórios hospitalares reféns de multinacionais 

«Os hospitais estão a "entregar" os laboratórios internos a multinacionais, em que contratos de que ficam reféns e que não se traduzem em ganhos económicos e de qualidade. A acusação é da associação de analistas clínicos.»
A ler no Jornal de Notícias

Peliteiro,   às  08:16
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Ajuste directo 

Sócrates prometeu aos seus correligionários que aumentaria o valor das empreitadas de obras públicas adjudicadas por ajuste directo de 150.000 € para 5.150.000 € (hoje, na AR, já limitaria a excepção a "escolas e eficiência energética" - veremos!).

Entretanto, surge (via Gabriel Silva) uma aplicação fantástica que nos permite observar o carácter de normalidade - pelo menos é difícil distinguir a excepcionalidade ou urgência na maioria dos casos - dos ajustes directos na Administração Pública:

Transparência na AP.

Divirtam-se, ou chorem, com alguns ajustes directos e com o modo como gastam os nossos impostos:

Câmara da Póvoa de Varzim - 54.000 € - Prestação de serviços de assessoria no âmbito do Pelouro do Desporto - JFJ Lda.;
Câmara da Póvoa de Varzim - 14.285 € - Serviço de confecção e fornecimento de refeições na II Maratona BTT - Psicológico restauração, Lda.;
Câmara da Póvoa de Varzim - 9.750 € - Actuação do cantor Pedro Khima no encontro pela Paz - Lisboagência Lda.;

Câmara de Vila do Conde - 45.000 € - Serviços de Consultadoria e Contencioso Jurídico - Rui Polónio de Sampaio Pedro Paulo Sampaio;

Câmara de Famalicão - 66.534 € - Reformulação e manutenção do Portal do cidadão - Brainhouse TI Lda..

Podem deixar os vossos contributos na caixa de comentários; não faltam tesourinhos deprimentes.

Peliteiro,   às  23:13
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Desiludido 

O primeiro-ministro anunciou mais médicos de família e camas para cuidados continuados e um banco público de células do cordão umbilical. A novidade está na concretização, porque as medidas há muito estão previstas no papel.

Desiludido, foi como fiquei com o debate de hoje no Parlamento. A oposição, falando-se de saúde, tinha matéria mais que suficiente para esmagar a fanfarronice de Sócrates. Mas não, o debate seguiu morno, generalidades e banalidades.
Os médicos de família começaram a formar-se ainda Sócrates era Ministro do ambiente, as camas para cuidados continuados são uma eterna promessa e as células do cordão umbilical são controversas, há até quem diga fraudulentas. Enfim, Sócrates continua, impávido, o seu passeio, aplaudido pelas intocadas corporações.

Peliteiro,   às  22:55
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Engana-me querido 

O Estado francês prepara-se para obrigar todos os laboratórios de análises clínicas (lá chamam-se de "biologie médicale") a implementarem um sistema de gestão da qualidade e competência tendo como critério a ISO 15189.
Ai a França aqui tão perto!
Em Portugal o Estado quer lá saber da qualidade e competência, faz lembrar aquela velha Dama que, sabendo que o libidinoso marido a engana até com a sopeira, murmura "engana-me querido, mas sem que eu saiba, engana-me, mas não gastes mais que o estipulado".

De qualquer das formas, para quem se interessar pelo tema, no dia 12 e 13 de Fevereiro ocorrerá em Paris um congresso très, très, interessante, que recomendo: "Réforme de la Biologie médicale et accreditation". A não perder.

Peliteiro,   às  00:21
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Qual plano? 

Sócrates vai amanhã à Assembleia da República falar de Saúde, falar do plano de contingência da gripe e do caos no atendimento que na perspectiva do Governo não existiu - não obstante doentes terem esperado mais de 24 horas por uma consulta.

Quanto ao plano de contingência da gripe, ele próprio, pergunta bem a Senhora Deputada Teresa Caeiro, qual plano? O de 2005 ou o de 2006?

Peliteiro,   às  00:10
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

O Boticário errou 

Magalhães para todos

Em Setembro passado referi-me ao computador Magalhães e ao meu filho, aluno da primária, escrevendo «Não acredito que o rapaz receba Magalhães nenhum, nem agora nem nunca - só se for eu a pagar! Sócrates engana até as criancinhas.»

Enganei-me. Em primeiro lugar, reparei agora, porque o meu filho não frequenta a 3ª classe, como digo nesse postal, mas antes a 4ª classe. Em segundo, porque afinal o Nuninho recebeu hoje, após um pagamento de 50 euros, o prometido Magalhães.
Nunca acreditei que o mini PC chegasse, mas chegou. Está provado então que Sócrates engana os adultos mas, de facto, não engana as criancinhas.

Peliteiro,   às  00:08
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Derivas 

Foi hoje publicado em Diário da República o Decreto-Lei n.º 13/2009 que permite a dispensa ao público de medicamentos pelos serviços farmacêuticos dos estabelecimentos, públicos ou privados, para tratamento no pós-operatório das cirurgias de ambulatório.
Argumenta o legislador que «Esta medida traz vantagens evidentes para o utente e de racionalização económica para o Estado, já que permite evitar a deslocação dos utentes ou dos seus acompanhantes às farmácias de oficina para adquirir os fármacos, ao mesmo tempo que afasta a compra integral de embalagens de medicamentos e se traduz numa redução dos gastos para os utentes.»

Se levarmos a sério este tipo de argumentos teremos que perguntar porque não fazer o mesmo, não só aos doentes no pós-operatório de cirurgia de ambulatório, mas, a todos os outros doentes. Porque não dispensar também, na alta médica, medicamentos para uns dias ao doente de cirurgia convencional? E ao doente de medicina interna, que mal consegue andar? E ao de oftalmologia, que mal vê? E ao de psiquiatria?
Se levarmos a sério este tipo de argumentos teremos que perguntar porque não encerrar progressivamente todas as farmácias do país e passar a dispensar medicamentos logo na saída dos hospitais e nos centros de saúde.
Tamanha preocupação com a acessibilidade aos medicamentos é enternecedora, mas sabemos bem que é falsa, que nada na acção deste Governo sustenta uma intenção consistente de promover o acesso dos doentes ao medicamento - bem pelo contrário!

Então a que se deve esta medida, qual o móbil de Ana Jorge? Não sei. Julgo que ninguém sabe, nem mesmo a Ministra. Desta vez nem sequer se suspeita do característico populismo ampliado pela máquina de propaganda deste XVII Governo, já que a legislação surge discreta, sem grande impacto na comunicação social.

Não é a decisão que é grave ou sequer importante. Por si, a dispensa de Voltaren ou Ben-U-Ron para 5 dias, numa clínica, não é relevante nem para o doente, nem para a clínica, nem para as farmácias, nem para o Estado. É-o apenas, e muito, porque demonstra a deriva do Ministério da Saúde, sem rumo nem estratégia, sem que se anteveja minimamente o que pretende.
Isto é que é grave, verificarmos que na João Crisóstomo não está estabelecida uma política para a farmácia e o medicamento. Porventura, que não está estabelecida política nenhuma.

Peliteiro,   às  00:32
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Vote no Maratonista 

Está a decorrer uma votação para o "Prémio Run Blogosfera", no qual participam cerca de 100 blogs de corrida de Portugal e Brasil. A maioria são Brasileiros, mas o Maratonista é de Vila do Conde, do MPaiva, e é muito bom; mereceu o meu voto.

Analise os blogues concorrentes e vote AQUI.

Peliteiro,   às  00:27
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Não, desta vez o Benfica não perdeu. O Benfica ganhou. Esse é o problema: «Ontem assistimos a um roubo. E vamos lá tratar os bois pelo nome, sem nenhum tipo de reservas.»

Etiquetas:


Peliteiro,   às  00:23
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Cristiano Ronaldo FIFA

Peliteiro,   às  00:15
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 10 de janeiro de 2009

Bom negócio? 

«O Governo terá decidido manter no Plano Nacional de Vacinação a vacina da marca Gardasil contra o cancro do cólo do útero. (...) A Sanofi Pasteur, laboratório responsável pela produção da Gardasil, baixou o preço por unidade de 55 para 41 €. (...) Ministério da Saúde poupa quatro milhões de euros com renegociação.»

Uma vitória do Ministério da Saúde?!! A Ministra Ana Jorge a fazer um bom negócio?!! Uma evidência de competência do Governo Sócrates?!

Duvido! Fui investigar.

O grande negócio não se relacionará antes com isto: «U.S. health regulators have again withheld approval for the use of Merck & Co Inc's Gardasil cervical cancer vaccine by women aged 27 to 45, asking for longer-term clinical data, the drugmaker said on Friday. (...) Merck shares fell nearly 3 % in midday trading. Global sales of the vaccine fell 4 percent to $401 million in the third quarter.»?

Peliteiro,   às  00:14
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

O brincalhão 

Já nem se pode dizer que Sócrates é um grande mentiroso; Sócrates é muito mais, dá-se ao luxo, até, de gozar com os indígenas:

Sócrates quer Portugal como «o país das oportunidades para os jovens»

Num país onde os jovens estudam na Universidade e depois trabalham em regime precário - se correr bem - na caixa de supermercados e onde a emigração regressa aos níveis de meados do século passado, o brincalhão diz que quer - sublinhe-se o imperativo quer - Portugal como o país das oportunidades para os jovens. Claro que o disse no âmbito dos programas INOV-ART e o INOV-MUNDUS, programas de estágios no estrangeiro - ou seja, a oportunidade é esta: os jovens vão e não voltam!

Peliteiro,   às  14:32
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Observatório meteorológico 

Não há neve na Póvoa de Varzim. Só frio.


Peliteiro,   às  14:30
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Protejam-se do frio meus meninos 

«Ana Jorge, pseudo-ministra da saúde, quer nos protejamos do frio. E quem é que nos protege da dra. Ana Jorge
João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos

Peliteiro,   às  20:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

S. Tiago da Cruz 

Olha, a aldeia onde nasci agora também tem um sítio na www: Santiago da Cruz.
Uma bela aldeia rural na minha infância que entretanto sofreu, para o bem e para o mal, a influência da industrialização, dos têxteis, na paisagem e nas pessoas. Boas lembranças tenho do tempo em que corria aqueles montes à cata de ninhos e grilos, rapinando fruta nos quintais - no fundo, continuo o mesmo labrego de sempre, apenas mais gordo, careco e resmungão.

Peliteiro,   às  13:48
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Derrapagem na Saúde 

«Os gastos do Estado em comparticipações de medicamentos comprados nas farmácias estão a subir bem acima do previsto. De acordo com o relatório sobre a evolução da despesa em Novembro, que o Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento publicou ontem no seu site, os gastos com as comparticipações até ao penúltimo mês de 2008 aumentaram 5% face aos primeiros 11 meses de 2007. Assim, existe uma derrapagem de 2,1 pontos percentuais face àquilo que o Governo tinha estimado gastar.»

Fantásticos os resultados das reformas do Governo Sócrates! A pilhagem continua.
Como explica Paulo Morais, no JN, «alguém acredita que cada português usufrui, em média, de cerca de oitocentos euros em cuidados de saúde?».

Peliteiro,   às  13:35
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

O sucesso das USF 

Afinal o sucesso das mírificas unidades de saúde familiar, a jóia da coroa dos cuidados de saúde primários do Governo Sócrates, propagandeadas até à exaustão, na prática tem bastantes efeitos indesejados: «Os autarcas de nove freguesias de Famalicão criticam o desvio de médicos das extensões de saúde para as unidades de saúde familiar.»

A realidade, essa desmancha-prazeres!

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:30
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Ena ! 

Cheguei agora a casa e descobri que o país está em recessão!
Ena! Que surpresa! O Dr. Sócrates bem me engana.
Não eram necessários 2 trimestres consecutivos com decrescimento económico para se considerar haver recessão? Nem sequer sabia ter havido um!


Peliteiro,   às  00:45
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

A Almus da ANF 

A ANF entra no mercado da produção de genéricos com a marca ALMUS.
Já há quem se queixe de problemas de concorrência e de cabalas complicadas. Parece o Benfica a queixar-se das vitórias do Porto. Alguns, como o Correia de Campos, até devem ter convulsões.

Entre um medicamento genérico de um laboratório estranho e esquisito produzido sabe-se lá bem onde e um genérico com a garantia ANF claro que, digo eu, prefiro um medicamento ALMUS.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  00:41
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Censura? 

Mais um blogue apagado - censurado? - na Póvoa de Varzim: Tony Vieira. Últimas saudades, durante uns dias, na cache do google.

Peliteiro,   às  00:38
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Que asco! 

Lembro-me de uma noite, ali por 1976, 77, um tio meu, enojado com a cassete de Álvaro Cunhal na televisão, lhe ter atirado com o vinho do copo que tinha na mão.
Eu, hoje, não fui tão radical: passados 5 minutos do início da entrevista de Sócrates, mudei, simplesmente, de canal.
Anormal por anormal, preferi ver mais um episódio do Dr. House.

Peliteiro,   às  23:19
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Tretas 

Hoje foi dia de discutir as medidas de controlo de assiduidade e de produtividade defendidas por um administrador hospitalar.
Claro que filmar médicos a dar consultas é uma aberração e custa-me a acreditar que alguém defenda isso, assim, tal qual.

Mas o que me interessa é demonstrar, uma vez mais, que as reformas na saúde do XVII Governo são um mito infundado. Não era Correia de Campos que garantia a implementação do controlo biométrico de assiduidade em todas as unidades de saúde, não era este reformador, este intrépido e decidido político que não se ficava pelas contemplações e agia, mesmo em ruptura, contra os lóbis? Ora, ora...

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:10
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Trofa 2 - Benfica 0

Achei piada, sobretudo, aos campeões de Inverno, aos campeões de Inverno terem perdido contra o poderio do Catulo. Catulo power.
Conhecerão na capital o Catulo?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:06
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 4 de janeiro de 2009

O apagão 

Muito se tem falado de gripe nestas semanas. Nem sempre verdade, mas enfim, sinais dos tempos.
O importante serviço público prestado pelas Farmácias neste tipo de afecções é inegável - quem nunca foi à Farmácia aconselhar-se e medicar-se num episódio de gripe? Quantos milhões de portugueses foram este Inverno à Farmácia pedir ajuda? Inegável mas não reconhecido! Ouviram algum responsável do Ministério da Saúde, da DGS falar em gripe e Farmácia?

Nos regimes totalitários apagam-se das fotografias oficiais as figuras não gratas de modo a que, para todos os efeitos, desapareçam. É o que acontece no Ministério da Saúde, apagam sempre o papel das farmácias nos cuidados de saúde primários. Porquê? De que têm medo?

Peliteiro,   às  22:15
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Não à guerra 


Milhares de pessoas manifestaram-se hoje na capital francesa em apoio da "acção defensiva de Israel" e em "memória das vítimas israelitas do Hamas".
Eu, que não estive em Paris, manifesto o meu apoio daqui, a favor de Israel e contra a guerra, o Hamas e o Irão.

Peliteiro,   às  20:00
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

abandono 

Vergonhoso, criminoso, como Portugal trata do seu Património. Podia escrever qualquer coisa bonita como «quem não respeita a sua história não se respeita a si mesmo», mas muito mais apropriado será perguntar o costume: «mas afinal o que faz o Estado português, essa cambada de bandalhos, com o dinheiro dos nossos impostos?»

Peliteiro,   às  19:24
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Receitas para enfrentar a crise 

Hoje de manhã, no exercício esporádico de flebotomista, um pescador, um velho lobo do mar, deu-me uma receita que usou muitas vezes em tempo de escassez de peixe, de alimentos, que dada a conjuntura que vivemos e a população excessiva de gaivotas na região, bem pode ser útil nos tempos que se avizinham:

Guisado de gaivota
Tendo uma gaivota não muito velha - que pode, dada a sua insaciável gulodice, ser capturada com anzol grosso ou em armadilha com isco de peixe, ou até com uma chumbada certeira - deve ser de imediato depenada, esviscerada e colocada em vinha d'alho intensa (de vinho carrascão, rico em taninos, e muito alho moído) durante 5 dias, até perder o característico sabor e cheiro a peixe podre (mas não prolongando demasiado a exposição, evitando que adquira sabor e cheiro a gaivota podre), a temperatura inferior a 20ºC e ao abrigo da luz.

Após este estágio de preparação a gaivota está pronta a ser guisada, a gosto, preferencialmente com uso de plantas aromáticas - o alecrim fica muito bem -, pode ser com ervilhas e cenoura:
Cozem-se as ervilhas em àgua temperada com sal, escorrendo logo que estejam cozidas. Num tacho, deita-se o azeite, cebola, muito alho, alecrim e entremeada de porco deixando fritar um pouco; de seguida junta-se a gaivota cortada em pedaços. Tempera-se com sal e a pimenta e deixa-se fritar até a gaivota começar a alourar. Adiciona-se a àgua da cozedura das ervilhas e um pouco de aguardente (juntar mais àgua se necessário), tapa-se e deixa-se a gaivota cozer. Quando a gaivota estiver cozida deitam-se as ervilhas, rectificam-se os temperos e deixa-se ferver um pouco, desligando o lume e servindo de seguida. Bom apetite!

Peliteiro,   às  19:17
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Boticas en blanco y negro 

A ver, no El Mundo Salud, "Las farmacias. Imágenes de nuestra memoria".

Farmacia Baltar. Padrón, La Coruña.

Peliteiro,   às  19:09
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.