<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Farmaciantes 

Desde Correia de Campos a profissão farmacêutica está cada vez mais desinteressante, cada vez menos um estabelecimento de saúde e cada vez mais um comércio comum. A suposta crise é desculpa para tudo, mesmo para dar tiros nos pés a cavar a própria sepultura:

Farmácia Silva tem a primeira máquina de vending

Peliteiro,   às  17:18
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Ameaças à farmácia do futuro  

A opinião de alguém que as fundamenta, que estuda e se informa, a opinião de um "promotor da concorrência imperfeita e dos monopólios informais" sobre a farmácia do futuro, neste link.

Peliteiro,   às  21:23
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Farmácias já vendem cafés... 

É claro que as políticas anti-farmacêuticas do socialista Correia de Campos, descritas em traços largos no texto anterior, teriam consequências: os melhores farmacêuticos abandonam a profissão, modéstia à parte, e os melhores comerciantes tomam conta da profissão.
O INFARMED e a Ordem dos Farmacêuticos, como de costume, assobiam para o lado e dormem na forma e as Farmácias servem cada vez pior os doentes e vendem cada vez mais um pouco de tudo.

Por exemplo, se estamos num prédio com escritórios e sem um estabelecimento de restauração por perto as farmácias até já vendem cafés (em breve couratos):



Peliteiro,   às  23:01
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Farmacêuticos com memória não podem votar PS! 

Entre 2005 e 2011 os farmacêuticos sofreram o ataque mais concertado e traiçoeiro de que há registos por parte dos governos socialistas. Para os que tem o mínimo de memória e auto-estima profissional votar no PS é um acto impensável.

Vou recordar algumas das afrontas, atentatórias da dignidade e da competência da profissão, da subsistência dos profissionais e, consequentemente, do interesse dos doentes:
Logo no discurso da tomada de posse Sócrates aponta ao lóbi das farmácias e anuncia as suas intenções liberalizadoras, concretizando a venda de medicamentos não sujeitos a receita médica fora das farmácias, com a intervenção de profissionais não necessariamente farmacêuticos. Depois é lançado o tema da liberalização da propriedade e da instalação da farmácia e uma obstinada vontade de quebrar a espinha à ANF acompanha a acção governativa durante anos. A transferência selvagem de farmácias, o recurso a epítetos como profissionais do retalho farmacêutico, a concorrência desleal das farmácias nos hospitais, a miraculosa unidose, etc., etc., etc. (é só consultar este blogue).

Como pode um farmacêutico votar nessa tralha socialista que tanto denegriu e prejudicou a profissão?

Peliteiro,   às  23:30
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Porque será? Dou algumas ideias 

Aumentou recurso a consultas com farmacêutico desde 2013

"No final da apresentação do estudo, das perguntas do público chegou a questão sobre o "número subtil mas muito significativo de 5% que passaram a consultar o farmacêutico": por que deixaram estas pessoas de ir ao médico e passaram a ir ao farmacêutico?"
Eu dou algumas ideias sobre o porquê de as pessoas escolherem o farmacêutico:

  • Proximidade
  • Confiança
  • Simpatia
  • Conhecimento técnico e científico de elevada qualidade
  • Acessível em cerca de 3000 pontos em todo o país
  • Acessível 24 horas por dia
  • Sem necessidade de marcação
  • Sem tempo de espera
  • Sem taxas moderadoras
  • ...
A população já percebeu e já fez a sua escolha. Note-se a irrelevância da linha Saúde24 perante isto.

Para quando o aproveitamento dos farmacêuticos para fazer aquilo que realmente faz falta em Portugal: programas de adesão à terapêutica e gestão da doença?

Azrael,   às  12:38
9  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.