<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 6 de julho de 2009

Porque sou contra a unidose? 

Tenho escrito várias vezes aqui sobre a unidose, mas a pedido de um comentador ilustre e amigo vou tentar resumir a minha posição entre uma garfada de arroz de pato e um relance ao noticiário:


Luís,
Não sou assim “tão avesso à unidose”; sou contra mas não tanto, porque a unidose não é para mim uma questão fundamental na política do medicamento.

Sou contra a unidose, por duas ordens de razão:


  1. Política, pois não sendo esta uma questão fundamental é tratada, a espaços, como se a sustentabilidade do SNS dependesse da sua implementação, como se dela decorressem poupanças tais que a despesa com medicamentos e o desperdício ficassem completamente controlados. A unidose é uma medida populista (para quem não acompanha de perto a problemática do medicamento, e numa primeira abordagem, a medida parece uma panaceia - mas não é!) e, consequentemente, é cobarde (porque estratégias efectivas de controlar a despesa e o desperdício dos medicamentos não são seguidas, nem sequer discutidas, por influência dos vários stakeholders do sector - a unidose é apenas uma máscara, um disfarce para a cobardia) e hipócrita (a legislação publicada a semana passada é um hino à hipocrisia e tem quatro níveis de garantia de que nunca terá efeitos práticos: só a título experimental, só em Lisboa, só em farmácias aderentes, só com prescrição médica por DCI).


  2. Técnica, por ser uma metodologia a) obsoleta (Que países civilizados têm apostado, hoje, séria e consistemente na unidose? Que farmacêuticos têm apresentado trabalhos em congressos, artigos ou estudos, defendendo a unidose nos moldes que o Governo e os políticos portugueses defendem), b) pouco higiénica (a manipulação – mesmo que apenas da embalagem primária e não da forma farmacêutica ela própria – por milhares de farmacêuticos e técnicos de farmácia em ambientes altamente contaminados - incluindo por H1N1 - como são as Farmácias é necessariamente menos higiénica que a infraestrutura automatizada, asséptica e controlada de uma indústria de medicamentos), c) mais cara (a incorporação de mão-de-obra especializada no processo encarece-o e, obviamente, alguém pagará…) d) muito mais insegura (maior taxa de erros de dispensa na farmácia, maior taxa de erros na toma pelo doente, maior dificuldade de controlo de prazos de validade, maior dificuldade em assegurar a rastreabilidade e mais difícil farmacovigilância) e maior exposição à contrafacção (problema não negligenciável, importante em todo o mundo, especialmente em Portugal onde o INFARMED é de uma inoperância gritante e onde os políticos apelaram, legislando, à venda de medicamentos pela internet).

O racional redimensionamento de embalagens, tal como preconizado por Luís Filipe Pereira, é uma metodologia muito mais eficaz para evitar o desperdício de medicamentos. Claro que há sempre subterfúgios possíveis, há sempre como contornar o estorvo – foi o que aconteceu!

Ninguém tem coragem para Governar a sério - alguém tem de pagar as campanhas eleitorais e financiar os partidos e dar emprego às primas. Por isso há sempre uma unidose qualquer para distrair o povoléu.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:39

Comentários:

 

E qual será agora o papel dos "eficientes" robot's na dispensa de medicamentos?

 

 

 

Ora aqui está um post "pertinente e devidamente fundamentado"
Parabéns Dr. Peliteiro, fica muito melhor quando fala do que realmente sabe!
Ass. chato do caraças
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 06, 2009

 

 

 

Aliança Peliteiro / Ordem dos Médicos, contra a unidose?
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 06, 2009

 

 

 

Fica-me sobretudo uma frase:
"Portugal onde o INFARMED é de uma inoperância gritante"

Nem mais...
# por Anonymous PC : segunda-feira, julho 06, 2009

 

 

 

Finalmente regressa - e muito bem - aos temas de sua especialidade.

Ora sim senhor, seja benvindo.

Registo o facto com apreço e com estima, sinalizando umas tréguas que todos desejamos sejam duradouras, sem interferências, e sem "meter a foice em seara alheia".

Obrigado, bom trabalho e boa escrita.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 06, 2009

 

 

 

Quando Dr. Peliteiro fala do que sabe é o blogue e os seus leitores que ganham. Quer se concorde ou não.
Gostei do artigo. Esclarecedor.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 06, 2009

 

 

 

Caro amigo Jorge,

Li agora, com entusiasmo, as tuas razões, bem explanadas, para a não aplicação da unidose e julgo-me tocado por alguns dos teus argumentos.
Parece-me que tens razão em alguns dos aspectos focados mas a tua ciência merece melhor atenção do que 5 mn corridos antes do sono, por isso em breve regressarei para continuarmos esta estimulante troca de ideias.
Abraço e obrigado pelo teu cuidado,
Luís Almeida Costa
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 07, 2009

 

 

 

Caro Dr. Peliteiro,

Pelo que entendi, esse sistema da unidose consiste em algo parecido com o sistema utilizado nos EUA. Aquele que toda a gente vê nos filmes e nas séries de TV, em que o farmacêutico retira medicamentos de um boião para um frasquinho onde lhe aplica uma etiqueta. A ser assim parece-me uma péssima ideia.
Mas agradecia que confirmasse se é esse o caso.
Uma das vantagens de ser menos desenvolvido é não ter de inventar nada de novo, basta seguir os modelos com sucesso aplicados em outros países. Infelizmento o nosso País insiste em tentar inventar o que já foi inventado e em adoptar os modelos que começam a ser abandonados por outros.

Senhor Anónimo
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 07, 2009

 

 

 

VOCÊ é contra a unidose porque tem relações na indústria farmacêutica. Como bom amigalhaço que é, defende a os seus interesses!!! O povo que se dane!
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017      Dezembro 2017      Abril 2018      Maio 2018     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.