<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Autofagia 

Sou um defensor do SNS. Acredito num sistema de saúde universal e gratuito, factor de coesão nacional, trave-mestra do Estado social e símbolo do Estado providência, o que me aproxima dos nossos homens da "esquerda". O que me afasta destes é não aceitar que o SNS subsista num sistema protegido, sem controlo e sem concorrência.
Se não se contrariarem as tendências naturais das organizações do Estado, elas tornam-se déspotas, gananciosas e incompetentes, desprezando o fim para o qual foram criadas, o interesse do cidadão:

«A Unidade Local de Saúde de Matosinhos (ULSM) vai ter que devolver a 815 doentes o dinheiro que, durante ano e meio, cobrou ilegalmente pelos resultados de exames.»
«Os doentes estavam a ser atendidos com vários meses de atraso comparativamente com o que aconteceria se fossem encaminhados para as clínicas que têm acordos com o Estado.»

Eu avisei, há mais de três anos!

Peliteiro,   às  00:04
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 29 de novembro de 2009

Sameiro 

Mais uma vez (ver aqui e aqui), caminhada nocturna, peregrinação, marcha forçada, passeio ao luar - chamem-lhe o que quiserem -, Sábado à noite, 12 de Dezembro, às 23:00h, faça sol ou faça lua, saída de Currelos e chegada ao Sameiro, Braga, 20 Km depois, a subir e ao frio, por volta das 3 da manhã.

Este ano haverá jantar, às 21h, no Restaurante Bisconde de Pindela, em S. Tiago da Cruz.
Cada 5 pessoas tem que se organizar de modo a deixar um carro no Sameiro durante a tarde, para assegurar o regresso.

Para o jantar é preciso confirmar presença, por exemplo no respectivo evento Facebook, com até uma semana de antecedência, para Francisco Carvalho ou Jorge Peliteiro. Para a caminhada quem quiser apareça.

Peliteiro,   às  23:50
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 28 de novembro de 2009

ui 

«Pedia que esses colegas médicos e enfermeiros lessem, estudassem o problema com as outras pessoas que têm maior conhecimento científico»
Ministra da Saúde, sobre a vacinação da gripe suína.

Peliteiro,   às  17:44
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Necrose 

Indo da Póvoa ao Porto de metro, atravessando a suposta "cintura industrial" do Porto, não encontramos nem uma unidade de produção industrial, com excepção da agora chamada Nanium. Passamos um rio poluído, uma empresa pública de resíduos (que lixos por lá andam...), dois grandes centros comerciais, uma Farmácia, um Colégio, muitos cafés e muitas casas feias, mas produção industrial nada! Agrícola tampouco! Na cintura industrial do Porto não se produz nada! Não há nem um emprego para trabalhadores industriais! Com excepção dos trabalhadores da Nanium, mas, mesmo esses, porque insistem? A Nanium vai falir, ou então viver de subsídios do Estado.
Porque não investem antes numa boa televisão e ficam em casa, descansadinhos, a comer pipocas?

Peliteiro,   às  00:14
12  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

2009 H1N1 Influenza: Resources for Pharmacists 

A ler, 2009 H1N1 Influenza: Resources for Pharmacists, do CDC

Peliteiro,   às  00:09
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Se faz bem a Farmácia tem 

Excelente o anúncio da ANF explicando que a Farmácia é muito mais do que um local em que apenas se vendem medicamentos. Quem não compreende isto não sabe nada do nosso sistema de saúde, anda muito distraído - os doentes sabem!


Peliteiro,   às  23:56
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

2012 

A NeoFarmacêutica procedeu à recolha voluntária de alguns lotes do seu medicamento ben-u-ron xarope, usado em pediatria. A retirada de lotes de medicamentos é um procedimento habitual. Quando trabalhava na distribuição de medicamentos participei em dezenas e dezenas de acções de retirada, algumas por razões bastantes mais graves - incluindo do próprio ben-u-ron, se bem me lembro - do que a mudança de tonalidade de um xarope. Ontem à tarde, quando me apareceu o primeiro feed anunciando a recolha do lote de ben-u-ron, nem relevei, nem sequer compartilhei no reader aqui do blogue.

Foi pois com espanto que fui acompanhando a histeria das televisões e rádios - a TSF não se calava com isto e fez do assunto tema de abertura de vários noticiários - no decorrer do dia de hoje. Porquê tanto alarme público? Não haverá notícias verdadeiramente importantes? Não será excessiva a atenção que os meios de comunicação social dão nos dias de hoje às questões de saúde, a maioria das vezes num tom amador, muito pouco técnico e científico?
Porque não se dedicam estes jornalistas a especular sobre o fim do mundo no ano 2012?

Peliteiro,   às  23:26
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Caquexia 

Conheço um rapaz, inteligente, diligente, que após uma licenciatura sem empregabilidade fez uma pós-graduação, também improdutiva. Depois disso, ainda, fez um mestrado, que mais uma vez não resultou em emprego, muito menos em remuneração. Agora, desanimado, fragilizado, enfraquecido, inscreveu-se num programa de doutoramento.
Porque insiste? Porque não investe antes numa boa televisão e fica em casa, descansadinho, a comer pipocas?

Horta; faial

Peliteiro,   às  00:07
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Quiz 

Que castelo é este?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:36
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 22 de novembro de 2009

Nado-morto 

Conheço uma loja, uma boa loja num bom lugar, que nestes últimos tempos já passou pelas mãos de cinco ou ou seis donos. Abre com entusiasmo e passados uns tempos fecha. Hoje, lá estavam mais uns, em obras, pintando, novo balcão, nova montra, novos adereços, entusiasmados com o futuro, trabalhando afanosamente, investindo.
Porque insistem? Porque não investem antes numa boa televisão e ficam em casa, descansadinhos, a comer pipocas?



Peliteiro,   às  23:28
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Quiz 

Que café é este?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  22:12
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Benfica 0 - 1 Tórinha
SLB eliminado da Taça. Em casa!

Etiquetas:


Peliteiro,   às  21:46
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Disfagia 

Quase metade dos técnicos de análises sem habilitações

Talvez o mercado das análises clínicas não precise de tantos técnicos doutores e prefira os clássicos técnicos preparadores, tal como era antes de prosperar em Portugal a negociata do ensino superior a la carte.
A verdade nem sempre é conveniente, lamento, nem sempre é fácil de engolir.

Peliteiro,   às  14:44
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Septicémia 

«Uma pessoa do círculo próximo do primeiro-ministro e que conhecia muito bem a situação do jornal e a nossa relação com o banco BCP disse-nos que os nossos problemas ficariam resolvidos se não publicássemos a segunda notícia do Freeport»

Vê, caro leitor, como o Estado gasta os impostos do seu trabalho? Percebe porque estão em mau estado as contas do Estado, as suas? Sabia que a Ministra Isabel Alçada parece que também tem um Mestrado falso?

Sabe de quem é a culpa deste mal generalizado, desta falência multiorgânica? É sua! A culpa é de quem votou como se sabe a 27 de Setembro e a 11 de Outubro. Sabe que mais? Além de lhe desbaratarem as suas contribuições ainda lhe deveriam dar umas boas cachaçadas e uns biqueiros, a ver se deixa de ser estúpido.

Peliteiro,   às  22:28
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Pela sua saúde! 


Vacine-se contra a gripe suína cumpra as recomendações das autoridades de saúde nacionais e internacionais. Não acredite em mitos urbanos. Não só pela sua saúde mas também pela dos outros.

Se pertence a um grupo de cidadãos mais exposto a uma hipotética infecção ou que pela sua condição de saúde está mais sujeito a complicações ou ainda, por outro lado, se é profissional de saúde ou se o seu trabalho é considerado essencial para o funcionamento da sociedade, não hesite, vacine-se.
Faça como eu já fiz - não há que ter medos irracionais.

Peliteiro,   às  13:31
20  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Petéquias 

Continuo a ver muitos médicos e farmacêuticos que aqui e acolá, no remanso do contacto privado com os doentes, põe em evidência os potenciais riscos da campanha de vacinação da gripe suína e se interrogam sobre os seus benefícios inidividuais e colectivos. Que se recusem a ser vacinados ainda admito, agora que lancem a dúvida junto das populações - alguns doentes crónicos de risco - parece-me inadmissível.

Curiosamente, mesmo num tempo em que aparecer na televisão e nos jornais é sinónimo de prestígio inigualável, nenhum destes fazedores de opinião, destes oráculos de sapiência, se oferece para explicar ao mundo os fundamentos da sua ciência. Ou fé.
Tenho uns contactos de alguns jornalistas ligados à área de saúde que, com certeza, adorariam uma entrevista a estes pequenos focos disseminados de descrença, a estas eminências pardas da medicina. Vá lá, ensinem ao mundo o que sabem.

Peliteiro,   às  14:00
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Metastização 

Em Portugal não há um verdadeiro mercado, não há concorrência livre, não se recompensa o mérito individual nem colectivo, porque o Estado tentacular interfere, e muito, decisivamente, no fluxo da economia. Isto é uma das principais constatações reveladas por estes casos recentes envolvendo altas figuras nacionais. O Estado está presente, tem fortes interesses e negócios na banca, na construção civil, na comunicação social, na energia... até nas sucatas!

E a estatização da economia - seja pela via socializante, seja pela via do capitalismo sujo e corrupto - nunca dá bons resultados; não faltam exemplos na história.

Peliteiro,   às  08:02
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 15 de novembro de 2009

Ilhas Cíes 

A praia das rodas, nas ilhas Cíes, a uma hora de carro mais meia de barco, já foi considerada a praia mais bonita do mundo pelo Guardian e a melhor praia de Espanha pelo 20minutos. Em Portugal, mesmo no Minho, não é muito conhecida, mas embora talvez não seja a melhor praia do mundo - até porque a água é a deste Atlântico - merece uma visita porque realmente, mesmo com início de dia com nevoeiro, é muito fotogénica:


Peliteiro,   às  15:49
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Face oculta 


Peliteiro,   às  15:32
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 14 de novembro de 2009


Clicar na imagem

Peliteiro,   às  15:08
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Guimarães
No Centro Cultural Vila Flor

Peliteiro,   às  10:24
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Pulp fiction 

Pura espionagem política


Peliteiro,   às  00:16
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Livro de receitas para os mais novos 

Excelente, da Associação Portuguesa de Nutricionistas (APN), o novo Livro de receitas para os mais novos online.

Peliteiro,   às  20:12
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Capsaicina 

O Governo Sócrates revogou hoje as taxas moderadoras para internamento e cirurgias em ambulatório que o Governo Sócrates precedente aprovou. Correia de Campos, o autor desta absurda medida, foi, convenientemente, corrigido e desautorizado.

Correia de Campos, um tergiversador crónico, já em tempos admitira ser um mentiroso e atribuíra a causa desta iníqua medida à - vejam lá o malandro - necessidade de habituar o povo à ideia de pagar em duplicado os cuidados de saúde que necessita; agora, sabendo que era iminente a reversão desta sua emblemática equimose, que nem modera nem financia, vem dizer, com uma sem-vergonha infinita, que «também acabava com as taxas moderadoras se ainda estivesse no Governo», «que esteve quase para o fazer antes de sair do Executivo».

Tamanha desfaçatez nunca vi! Como me irrita este homem!

Peliteiro,   às  00:04
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Quiz Literário-Boticário 

De que magnífico romance português são retirados os seguintes excertos (a primeira resposta certa, não anónima, tem como prémio um almoçarada):

Sentia a sua velha tristeza dissipada pela atmosfera da farmácia, por aquêle tio e padrinho que parecia irmão ou pai de todos os clientes, que espremia os fleimões dos pés descalços com uma pilhéria pronta para cada gemido, aviava receitas sem cobrar, fazia sodas com ácido tartárico para lhe matar a sêde.


Entrava na farmácia. O tio apertava uma ligadura na cabeça de uma criança:
- Não dói nada… Não dói nada ! Queres ver o macaquinho ?
Surgia então do fundo de uma gaveta um boneco de corda e engonços, que dançava ao som de uma gaitinha de furos còmicamente passada debaixo do bigode de Jacinto.
- Alabama, U.S.A. Toca-se à moda da América…
Os que esperavam o frasco da receita, resignados à demora, riam. Lá fora caíam outra vez cordas de água que deixavam as vidraças rumorosas, como que gordas. Uma carroça a tôda a fôrça do rodeiro abria caminho na lama, e ouvia-se um vozeirão de dentro de um capote, na boleia:
- O purgante pò padre, sô Jacinto !


O moleiro do Manuel Homem tinha um antraz. Jacinto abria um masso de algodão em cima de uma mó sobressalente; desrolhava a garrafa de permanganato; espremia aquela brasa roxa e supurada de misérias. O moleiro, coberto de farinha, gemia de dente rilhado:
- Q’ando é que me tira o carnegão, sô Jacintinho ?...
_- Amanhã… Amanhã… Vocemecê não lhe mexa, pela sua saúde !
Na rua do Mangas, era uma velha que tinha uma febre teimosa; ia no terceiro dia. Jacin to não tinha feito de curandeiro, e custava-lhe os olhos da cara aquela clínica ilegal. Mas o médico do partido vinah à Praia só uma vez por semana e pedia-lhe que fosse vigiando os doentes crónicos e acudindo ao trivial. Era preciso sobretudo evitar que um curandeiro do sítio, o mestre Timóteo alfaiate, alargasse com a sua clientela a área do cemitério paroquial. Estabelecera-se assim uma surda rivalidade entre o farmacêutico e o «artista»; mas Jacinto era tão consciencioso e sincero nos limites da sua terapêutica aprendida em trinta anos de récipes, que mestre Timóteo , assaltado também por escrúpulos e temendo a fúria do médico, resolvera apoiar a sua clínica nos conselhos do boticário.
«Este doente tem a língua ensaburrada e uma febrículazinha que me não está a agradar… » (Mestre Timóteo tinha muita leitura e modos um pouco doces; era grande amigo de Ângelo). «Tomei-lhe o pulso ontem à tarde… Espertote… Espertote… Esta tarde manhã meti-lhe o termómetro: 37 e meio. Não passa daqui ! 37 e meio de manhã… 38 e meio à tarde… Não gosto disto… » E franzia o nariz de coelho albino.


Jacinto roía nas unhas, ficava siderado com uma destas crianças que não amuam como as outras, mas fogem para um canto protegendo com ambas as mãos o brinquedinho assaltado: «Pois é chamar o médico… É chamar o médico quanto antes !... » »- E se lhe déssemos piramidão? Não aprovo lá muito a antipirina… A antipirina não dá o resultado que eu quero. O sr. Jacinto que diz… ?» - «Chamar o médico ! É chamar o médico quanto antes !... »
A jornada de João Semana a pé prosseguia nas canadas desertas e atapetadas de bosta. As velas do moinho do Manuel Homem acenavam ao longe. O sino da igreja acordava o pasmo da terra com as badaladas do meio-dia. Ainda faltava ver um velho que não urinava sem algália, e uma rapariguinha tuberculosa, filha de um carroceiro, em casa de quem Jacinto deixava às vezes, debaixo de um pires rachado, um retratinho de prata de El-Rei D. Manuel II que se chamava «doze e meio».

Etiquetas:


Peliteiro,   às  14:13
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Vai rodar a tômbola! 

Finalmente vai rodar a tômbola! O Estado português, depois de cerca de 5 anos sem abrir concurso para instalação de novas Farmácias, faz publicar hoje o aviso para o primeiro concurso público para instalação de uma nova Farmácia, na Madeira, segundo as regras de um sorteio, pela legislação de Farmácia mais absurda do mundo civilizado.

O lugar é bom e garanto-vos que o negócio naquela localização será rentável. Todos podem concorrer, farmacêuticos ou não, basta pagar 500 euritos ao Estado. Apressem-se, que vai rodar a tômbola!...

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:29
13  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Semiologia 

O Supremo Tribunal de Justiça entendeu que as escutas feitas ao primeiro-ministro, José Sócrates, no âmbito do caso Face Oculta são nulas.

Em quem votaram a 27 de Setembro? E a 11 de Outubro?
Ai sim? Então não tenho pena nenhuma de vocês. Merecem bem o miserável país que têm!

Peliteiro,   às  13:56
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Na senda de Bruno Alves 

No Varzim, a tradição ainda é o que era, os defesas centrais também marcam golos:


Peliteiro,   às  13:48
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 8 de novembro de 2009

Parestesias 

A corrupção, além do efeito directo de delapidação do património público, mina a confiança das pessoas no Estado e nas suas instituições fazendo muitas vezes surgir sensações estranhas e inesperadas diante de imagens do dia a dia: por exemplo, estes postes eléctricos da REN, profusamente distribuídos por campos e vales por este país fora, induzem-me agora, por causa do caso do sucateiro e dos Penedos, a sensação desagradável de estar a plantar ferro a eito pela paisagem com o intuito único de celebrar contratos manhosos. Estas possíveis distorções da realidade, estas desconfianças não são saudáveis para a vida dos cidadãos e do país - mas serão sensibilidades alteradas ou realidades?



Peliteiro,   às  22:53
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Magusto Boticário de Província 


Apesar dos persistentes chuveiros, foi animado o magusto Boticário de Província em Vilarinho de Perdizes, contando com a presença de mais de meia centena de convivas.
Presunto de porco assado, papas de sarrabulho, as imprescindíveis castanhas - de Avelanoso! - e muitas outras iguarias, forneceram a energia necessária para um dia bem passado, de convívio entre amigos e amigos leitores do blogue.

A próxima iniciativa, em data ainda a marcar, será uma caminhada, a subida do monte da Calcedónia.

Peliteiro,   às  21:56
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Patognomónico 



Em quem votaram a 27 de Setembro? E a 11 de Outubro?
Ai sim? Então não tenho pena nenhuma de vocês. Merecem bem o miserável país que têm!

Peliteiro,   às  13:37
16  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

10 razões para odiar os médicos 10 

Só não concordo com o 9.ª razão enunciada (e desconheço a veracidade da 10.ª :) pelo Joaquim, obviamente ele próprio médico:

1.Quase sempre têm razão e raramente se enganam.
2.Tem chusmas de corporativismo.
3.São mais inteligentes que o resto da manada.
4.São a elite das elites.
5.Dizem coisas incompreensíveis.
6.Não são uma cambada de comunistas.
7.Veneram o capital.
8.Usam camisas lavadas.
9.Recusam a vacina da gripe A e sabem porquê.
10.Sabem localizar o ponto G, às escuras e sem mãos.

Peliteiro,   às  13:31
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Pigalgia 

A esta hora, e para pedir suspensão de mandato no BCP, Armando Vara deve apresentar uma intensa pigalgia. Vara não parece ser um homem dado a paroxismos, pelo que este pedido de suspensão parece, claramente, o resultado de um violento biqueiro.
Ontem visita querida lá de casa, hoje leproso que se que se quer longe. É a vida...


Foto de Guillermo Arias - AP Photo

Peliteiro,   às  22:10
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Anemia perniciosa 

Programa do XVIII Governo

Por mais de uma vez o anterior Programa de Governo, no que respeita a Farmácias e a medicamentos, foi objecto de análise aqui no blogue, de início prevendo, no fim avaliando a sua execução.
O mesmo acontecerá com o hoje apresentado Programa do XVIII Governo, notando, antes de mais, a pouco ambição, a pobreza do Programa, o reduzido ímpeto reformista e prevendo o que realmente acontecerá:


«Quanto à política do medicamento, propomo-nos:

  • Promover uma revisão global do actual sistema de comparticipação do medicamento, com especial enfoque nos regimes especiais, no sentido de obter melhor equidade e mais valor para todos os cidadãos [Tretas; um ou outro grupo de doentes mais influente poderá conseguir umas benesses extraordinários; tudo o resto permanecerá inalterado ];
  • Aumentar o apoio do Estado aos grupos mais vulneráveis [Tretas; exactamente igual ao ponto anterior];
  • Aumentar o acesso ao medicamento, alargando a criação de farmácias em todos os hospitais do SNS com serviço de urgência [Não se percebe a insistência. Não perceberam que os doentes não as preferem, que os donos das actuais estão falidos, que os concursos são estúpidos e que os administradores hospitalares não sabem gerir este processo?];
  • Promover a prescrição electrónica, com a desmaterialização de todo o circuito administrativo do medicamento [Esta é tão antiga!... Tornava tudo muito transparente. Não é para cumprir.];
  • Criar condições para a generalização da prescrição por DCI [O lóbi dos médicos não quer. Não é para cumprir.];
  • Continuar a promover o recurso a medicamentos genéricos [Devagarinho. O lóbi da indústria farmacêutica não quer.]


Ainda, um último comentário sobre o declaradamente obsoleto e fraudulento regime de convenções, que neste Programa tem honras de, pela milionésima vez, merecer uma frase bonita e uma promessa de renovação:

«As convenções para a prestação de cuidados de saúde merecerão nova abordagem, em ambiente de estímulo concorrencial, onde o acesso e a qualidade dos serviços prestados serão permanentemente monitorizados.»

Peliteiro,   às  23:57
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Benfica - SAD entra em situação de falência técnica

Etiquetas:


Peliteiro,   às  14:32
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 1 de novembro de 2009

À morte ninguém escapa, nem o rei, nem o Papa 

O que mais assusta na morte é a solidão. Morremos e logo se fecham portas, se correm cortinas, se cobre o cadáver. Morrer é ficar só. Pela noite todos se vão e o morto fica sozinho; depois, sepultado, é abandonado para sempre. Morrer é ficar sozinho para a eternidade. A religião não é mais que medo da solidão.

Peliteiro,   às  23:44
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Dicionário de Farmácia 

Dicionário de Farmácia é o novo livro de Pedro Cruz, meu colega de Curso e velho amigo Pituxa, um livro que não li ainda e de que sei pouco - apenas o que se pode saber pelo prefácio de Margarida Caramona, Manuela Teixeira e Elisabete Faria - mas que de certeza lerei pelas referências que dele me deram, pelo interesse da temática e pela garantia da escrita apaixonada e dedicada de um genuíno Boticário: «Quiseram os alísios do destino, que da nobre actividade farmacêutica, fizesse a minha profissão e ainda o privilégio e a bênção dela experimentar a realização profissional. Não que o caminho fosse sempre fácil e sereno, mas por poder dizer, hoje, após 20 anos de prática profissional, ainda não ter havido um único dia, em que sentisse o incómodo de acordar para trabalhar em farmácia ou não sentisse orgulho de ser farmacêutico

Leitura obrigatória para os farmacêuticos de Portugal e da Lusofonia. O livro custa 20 € e só está disponível na Ordem dos Farmacêuticos, para onde os interessados deverão solicitá-lo.

Dicionário de Farmácia

Peliteiro,   às  23:30
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Braga 2 - Benfica 0

Ponta Delgada; Snack Bar; Delta cafés

Etiquetas:


Peliteiro,   às  12:55
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.