<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Bom 2016! 

Este ano sem fotografias, a lembrar a austeridade/ realidade.

Peliteiro,   às  19:43
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Bom Natal! 


S. Francisco de Assis e Santa Clara Adorando o Menino Jesus; Josefa de Óbidos (1630 - 1684)

Peliteiro,   às  16:58
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Perguntar não ofende 

O Infarmed concluiu que há apenas “problemas pontuais” no abastecimento de medicamentos à população; as conclusões foram apresentadas tendo como base «42 substâncias activas consideradas essenciais pela Organização Mundial de Saúde».

Se só estes 42 princípios activos interessam ao Infarmed como garante de saúde pública, porque não comparticipa o Estado - em dificuldades financeiras extremas - apenas estes fármacos?

Peliteiro,   às  14:30
10  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

A TAP é nossa! 

O subsídio de Natal é deles...

Peliteiro,   às  23:29
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Pública vs. Privada 

Costumam dizer - por exemplo em discussões sobre a nacionalização das análises clínicas, em curso - que não há estudos que sustentem que a medicina privada é mais eficiente que a pública, que a produtividade na privada seja maior que na pública. Estes dados, reais, do melhor hospital do país, serão elucidativos - e preocupantes!:

«O cirurgião com menor número de cirurgias no Hospital de S. João, que fez cirurgias, fez 2 num ano. E não estou a contar com cerca de 30 que nunca foram ao bloco
 
«A taxa de absentismo é de 11%, isto significa que estão ausentes todos os dias, dos 5600 funcionários, cerca de 660.»

Peliteiro,   às  13:46
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 16 de dezembro de 2012

Foi o Estado que pagou as minhas mamas 

É o Estado socialite
 

Peliteiro,   às  23:12
9  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

ADSE viola Constituição 

«O administrador do Hospital de S. João, Dr. António Ferreira, sugere que ADSE pode violar Constituição
 
Obviamente que viola, concedendo benefícios a um grupo de cidadãos privilegiados através do esforço (leia-se meus impostos) do Orçamento do Estado.
O problema é que se a descontrolada ADSE - e outros subsistemas de outros privilegiados - fosse extinta a maior parte dos grandes negócios privados de saúde iam imediatamente à falência...

Peliteiro,   às  23:09
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Uma Portaria pode anular um Decreto-Lei? 

A Colega Ema Paulino, na sua coluna no Jornal i, colocando em discussão uma questão muito pertinente:

«Ao contrário do que é percepcionado pela sociedade em geral, o que rege Portugal, e que determina a ordem económica, fiscal, social, territorial e de segurança do país, são cada vez menos os decretos-lei, mas cada vez mais as portarias e despachos a eles afectos.
Na verdade, as portarias, que supostamente são documentos que reflectem meros actos administrativos, traduzindo em instruções a aplicação dos decretos-lei aprovados podem, no entanto, condicionar ou até mesmo subverter por completo as intenções iniciais de quem discutiu e deliberou sobre uma determinada temática. O mesmo se pode afirmar dos despachos associados, que vêm frequentemente introduzir matéria de facto que nunca tinha sido sequer equacionada no decreto-lei ou portaria que lhe deu origem.
Um exemplo recente desta incongruência é o modelo de receita médica aprovado por despacho do gabinete do secretário de Estado da Saúde esta semana, e que parece vir introduzir a possibilidade do doente, no momento da prescrição do medicamento, assinalar de imediato se pretende ou não exercer o seu direito de escolha em relação ao medicamento.»

Também acontece muitas vezes, pelo menos neste sector, que um Decreto-Lei nunca mais é regulado por Portaria ou Despacho e fique ali a "marinar" a fingir que faz sem que ninguém «implemente efectivamente a legislação existente que regula a actividade das farmácias »

Peliteiro,   às  23:01
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Profecia 

«Muitos touros me cercam; fortes touros de Basã me rodeiam. Abrem contra mim sua boca, como um leão que despedaça e ruge»

Paulo Macedo encontrou o seu Judas Iscariotes; em breve se arrependerá amargamente desta aliança.

«Não faço acordos com homens maus, nem com fraudulentos e hipócritas. E de indignos de caráter, jamais serei companhia.»

Peliteiro,   às  09:37
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Estado corporativo 

As corporações sempre tiveram um peso excessivo em Portugal. Assim continua. Na saúde, o ministério aliou-se -rendeu-se! - aos mais poderosos, ao lóbi dos raros médicos, conquistando a paz em troca de favores. Primeiro atirou-lhes com melhores remunerações e agora devolve-lhes grande parte da capacidade de decisão na prescrição: lá se foi a prescrição por DCI decidida pelo doente, que agora é obrigado a fazer a cruzinha antes de conhecer as opções e em frente do todo-poderoso-doutor e na farmácia terá que fazer uma maratona de cruzinhas.

Peliteiro,   às  22:55
8  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Previ o surto de dengue... em 2006! 

Em 2006 já era previsível que vectores de doenças tropicais proliferassem em Portugal. Até eu o previ. O que foi feito entretanto? Nada! Nada, a não ser varrer o problema para baixo do tapete. Agora os prejuízos são incalculáveis e já todo o mundo sabe...

Peliteiro,   às  23:11
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O mundo às avessas? 

O Bloco de Esquerda a defender a iniciativa privada na saúde e um Governo do PSD ultraliberal de direita a mandar nacionalizar empresas? Eu, um fássista, a afirmar que João Semedo tem toda a razão?
Se soubermos que tudo não passa de uma guerra entre multinacionais do diagnóstico laboratorial, tomando posição por entre as malhas lodosas do Estado já não será um espanto tão grande.

Seria bom que do Ministério da Saúde respondessem a João Semedo (e já agora as mesmas perguntas para a ULS de Matosinhos, cuja experiência é mais longa e certamente muito mais dispendiosa para o erário):
  1. Quantos profissionais estão afetos aos serviços de análises clínicas na ULS do Nordeste (dados discriminados por unidade hospitalar)?
  2.  Quantas pessoas foram atendidas nos serviços de análises clínicas da ULS do Nordeste, nos anos de 2010, 2011 e 2012 (dados discriminados por unidade hospitalar)?
  3.  Qual o número total de análises efetuadas nos serviços da ULS do Nordeste, nos anos de 2010, 2011 e 2012, (dados discriminados por unidade hospitalar)?
  4.  Qual a conta de exploração individualizada de cada um dos laboratórios da ULS do Nordeste, nos anos de 2010, 2011 e 2012?
  5.  Qual o valor anual despendido com laboratórios convencionados nos anos de 2010 e 2011?

Peliteiro,   às  22:28
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Apito encarnado 

Barcelona 0 - Benfica 0
Se não fossem os árbitros o Benfas não tinha perdido com a 3ª equipa do Barcelona e eliminado da Champions.

Peliteiro,   às  20:00
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Proprietário de farmácias 

Sei de colegas, velhos Senhores, sem interesses no negócio, que choraram quando findou a indissociabilidade da propriedade e da direcção técnica das farmácias. Eu próprio, nesse dia de 2007, fiquei bastante consternado; acredito na bondade do princípio «não há farmácias, há locais onde o farmacêutico exerce a sua profissão liberal», na sobreposição da ética e deontologia às regras comerciais, na melhor defesa dos interesses dos doentes quando o proprietário é farmacêutico e conhece perfeitamente os perigos do uso inadequado dos medicamentos.

A Ordem dos Farmacêuticos igualmente entende «que um farmacêutico director-técnico deverá ser proprietário da respectiva farmácia, não podendo acumular qualquer outra propriedade de farmácia».

Não se compreende então que um candidato à Direcção nacional da OF, o Dr. José Manuel Vieira Gavino, apresente na sua nota curricular a profissão "Proprietário de farmácias". Bem sei que é legal, mas... não me parece nada bem!

Peliteiro,   às  23:47
13  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 2 de dezembro de 2012

Queixam-se, queixam-se, mas?  

Não é lá muito prudente, quando se anda a negociar com o Ministério da Saúde e se está de luto, andar a oferecer descontos desta monta; não?



Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:43
22  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Vícios públicos, cobiça privada 

Ministério da Saúde quer autorizar abertura de farmácias que tribunais declararam ilegais

Peliteiro,   às  17:26
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 1 de dezembro de 2012

A multiplicação dos pãezinhos 

O meu filho fez um exame médico desportivo sem ver nenhum médico.
A minha dúvida agora é: o relatório virá assinado pela mão de um médico ou será como nos laboratórios de análises clínicas modernaços em que a assinatura é impressa em série?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  18:02
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.