<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 31 de maio de 2017

Afinal, como se armazena um medicamento? 

Por mero acaso descobri há pouco tempo um dado curioso sobre uma questão supostamente básica: ao que parece ninguém sabe exactamente quais os limites máximos de temperatura e humidade relativa a que podem ser conservados os medicamentos nas farmácias e no circuito a montante do medicamento. O INFARMED obriga os directores técnicos a manter e a calibrar anualmente termohigrómetros e a analisar e justificar os desvios mas não diz, nem ninguém parece saber, de modo concreto e fundamentado em documentação oficial, quais são os limites aceitáveis. Desvios a quê, afinal?
Eu julgo saber, mas ando a tentar consolidar elementos o que não se tem revelado fácil (num grupo do facebook de farmacêuticos já me chamaram de tudo, o normal). Em breve exporei a minha convicção, mal tenha tempo ou novos factos.

Também julgo saber que se as regras fossem realmente para cumprir muitos estabelecimentos de saúde - indústria, armazenistas, transportadoras, farmácias, farmácias de hospitais públicos e privados, clínicas, etc., teriam que fazer avultadas obras ou mesmo encerrar. Um problema...

Peliteiro,   às  23:34
13  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Twitter 


Peliteiro,   às  07:00
          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 28 de março de 2017

Um Hospital em Agonia 

Em Portugal quando os investimentos correm bem há empreendedores de sucesso, quando correm mal há o Estado. Em Portugal não há economia livre, só economia "pendurada" no Estado.

Veja-se o caso do Hospital do Bom Fim: um empresário lembra-se de construir um Hospital, num projecto megalómano e imprevidente. O desastre era previsível. Um projecto encabeçado por um homem quase analfabeto, já algo obnubilado, com uma equipa de gestão do mais simplório que se possa imaginar, com a familória, amigalhaços e outros paus-mandados em cargos de "confiança", tem todos os ingredientes para o fracasso, sobretudo quando a concorrência, muito profissional, abunda nas proximidades. Sem nunca conseguir uma equipa médica âncora, uma equipa estável e motivada - nem sei se há um Director Clínico, o único que foi dado a conhecer está há longos meses no estrageiro, e a ERS sabe disso - qualquer clínica de bairro tem mais doentes que os pomposamente designados "Hospitais" do Bom Fim.

A estratégia de marketing tem oscilado entre obrigar os funcionários a estacionar os carros no parque que se vê da estrada - nunca na garagem! - para dar ideia de movimento e "facilitar" uma reportagem na televisão sobre um Hospital às moscas, entre insultar "rapazinhos" Deputados - «Barcelos dispõe da célebre "casa Amarela" lugar ideal para repouso daqueles cuja mente assoberbada com o famoso Faraó TutanKamon e o mistério por desvendar do pénis erecto...» -  e dar empregos a familiares de políticos.

A Câmara de Vila do Conde quer um Centro Hospitalar no Hospital do Bonfim. Mais ninguém concorda com tão dispendiosa decisão. Não se fala noutra coisa. Todos sabemos que não há dinheiro. Talvez a explicação para toda esta súbita efervescência, coincidente com o estertor do projecto privado, esteja no homem que verdadeiramente manda na política vila-condense, o velho Mário Almeida.

Em Portugal quando os investimentos não correm bem há sempre uma figura parda do regime disposta a trocar os favores do Estado.

Peliteiro,   às  22:54
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 9 de março de 2017

Os media e as notícias sobre medicamentos 

Infarmed:

"Os inibidores da bomba de protões são medicamentos. Como todos os medicamentos têm riscos e benefícios mas existem alternativas" mais coisa menos coisa.

TVI (e não só, provavelmente):

"O Omeprazol causa fracturas ósseas."


"Mas existem alternativas. Olhe para elas!"

Utentes ao balcão da farmácia:

"Ontem disse na televisão que o Kompensan-S faz mal"

Farmacêuticos em simultâneo por todo o país:



Azrael,   às  11:16
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 2 de março de 2017

Autodiagnóstico 

A resistência aos antimicrobianos é uma das principais preocupações das autoridades de saúde em todo o mundo. São constantes os apelos aos profissionais de saúde e às populações para o uso responsável da antibioterapia, sempre por prescrição médica. Do mesmo modo é repetido insistentemente que os antibióticos não são eficazes compra gripes e constipações.

No entanto, o que parece consensual é posto agora em causa: «Identificar se a causa do seu estado gripal é viral ou bacteriana – simplesmente com base nos sintomas – é difícil», qualquer um «pode verificar de forma rápida e segura se a sua infeção é de origem bacteriana e se o uso de antibióticos está indicado».

Também não importa a veracidade, a exactidão, a precisão da medição, incluindo a repetibilidade, a incerteza de medição, a especificidade analítica, incluindo interferentes, a sensibilidade analítica, o limite de detecção e o limite de quantificação, o intervalo de medição, a especificidade e a sensibilidade do diagnóstico..., o preço, enfim, pormenores, não importa se o doente tem gripe, pneumonia ou artrite reumatóide. Se a Proteína C reactiva é aqui alta é de certeza uma "gripe bacteriana" e é preciso "antibióticos".

É um maravilhoso mundo novo. Num próximo lançamento alguém inventará um antibiograma em teste rápido permitindo a qualquer um escolher o fármaco mais adequado.


_____________________
PS: Se um casal não conseguir ter filhos e a causa «residir no homem, uma quantidade de espermatozoides abaixo da média no esperma, pode ser o motivo». Bem-aventurados os simples... O que dirá disto o Conselho nacional de procriação medicamente assistido?

Peliteiro,   às  22:57
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O que é um Hospital? 

Vindo um cidadão numa qualquer estrada e acontecendo um acidente ou doença súbita graves é natural que siga as primeiras sinalizações indicando "Hospital".
E é também natural que a essas indicações correspondam a estabelecimentos de saúde com urgências organizadas e permanentes, com equipa médica multidisciplinar experiente - cardiologistas, ortopedistas, anestesistas, internistas, etc. -, meios de emergência - transfusões, análises clínicas, imagiologia, desfibrilhadores, salas de cirurgia operacionais, etc. - e infraestruturas adequadas.
Nunca poderá acontecer num país civilizado, por exemplo, chegar a um casebre assombrado com um médico indiferenciado sonolento após intermináveis turnos, um enfermeiro recém-formada ganhando 2€ por hora, sem presença de radiologia, sem sangue, sem análises...


Que critérios usam as "Estradas de Portugal", as concessionárias das auto-estradas para a aposição deste tipo de informações críticas, em que medida intervém as autoridades de saúde?

Se considera que este é um tema importante para a saúde e segurança das populações questione os responsáveis, por exemplo aqui, aqui ou aqui.

Peliteiro,   às  13:39
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Leis à medida 

Está em curso uma revisão da legislação do manual de boas práticas de laboratório de análises clínicas.

A principal pretensão de alguns dos proprietários de laboratórios, muitos deles sociedades multinacionais, experientes em lobbying, é a de abolir a exigência, ou pelo menos reduzir em muito, o número de Especialistas, Farmacêuticos ou Médicos, responsáveis por postos de colheita.
Isso diminui significativa e evidentemente a qualidade dos serviços prestados à população, aos doentes, e aumenta ainda mais, por outro lado, o desemprego entre esses Especialistas.

No limite será possível, nada impedirá, que exista um só laboratório, com infinitos postos de colheita, e um só Especialista, o Director Técnico, a fazer as análises para todo o Portugal Continental e Ilhas!

O Colégio da Especialidade em Análises Clínicas da Ordem dos Farmacêuticos será ouvido pelo legislador e está a proceder à recolha pública de contributos entre os colegas.


Não deixe de expressar a sua opinião através de colegios.especialidade@ordemfarmaceuticos.pt

Peliteiro,   às  14:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Trengos! 

Infarmed alerta para uso exagerado de omeprazol

Deixam que se venda nos quiosques e supermercados com aconselhamento e vigilância de sopeiras e depois fazem alertas...

Peliteiro,   às  13:12
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

O estouro da Theranos 

«Como a “menina querida” das startups perdeu 8 mil milhões em 8 meses»

Nunca acreditei em Elizabeth Holmes nem na Theranos - escrevi aqui: «Confesso que sou bastante céptico em relação a algumas tecnologias do tipo Theranos» - e fico espantadíssimo 1) como é que um projecto de tão alto risco (perguntassem-me!) obteve tais financiamentos e 2) como os reguladores americanos são eficazes e implacáveis com dispositivos médicos ou resultados analíticos de má qualidade.

Peliteiro,   às  19:44
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Querem destruir o SNS para o darem ao grande capital 

«Hospitais com lotação máxima nas urgências »
«Caos nas urgências um pouco por todo o país»

«Governo lança concurso para nova PPP no Hospital de Cascais»


É clara a intenção destes neoliberais acomunistados, destruir o SNS e entregá-lo aos privados, ao grande capital, para que lucrem com a saúde dos portugueses.
E já nem a voz do "Pai do SNS", do Bastonário da Ordem dos Médicos, dos Sindicatos, se levanta contra este ataque às conquistas do povo. Está tudo rendido e vendido! 

Peliteiro,   às  13:44
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Medicamento oncológico português testado com sucesso  

O primeiro medicamento oncológico português mostrou resultados significativos no ensaio clínico de prova de conceito.

A notícia é importante sobretudo por não parecer mais uma bravata portuga - não há dia em que os jornais não inflacionem um "feito" português ou mais uma cura para o cancro - mas sim o resultado do trabalho de pessoas competentes e sérias.

Peliteiro,   às  13:32
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.