<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

A diferença que fazem uns meros 2,40 €... 

Farmácias vão receber 2,40 euros por cada “kit” dispensado em troca de seringas

...é abismal.

É o primeiro reconhecimento do valor acrescentado à sociedade pela intervenção farmacêutica e da poupança do erário público que esta gera.

Tenho a certeza que outros se seguirão.

Azrael,   às  17:12
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Perdidos e achados 

Portugal precisa de 900 mil imigrantes para crescer 3%

O pior Ministro da saúde português conseguiu um novo "cargo": Presidente do Conselho Económico e Social. É espantoso como determinadas figuras pardas se perpetuam no poder e volta e meia ressurgem.
Correia de Campos, que nunca passou de um medíocre académico, não se lhe conhecendo qualquer papel determinante na economia (abriu umas quantas farmácias nos hospitais, mas faliram todas), atreve-se a discorrer e a aconselhar soluções para o fugidio crescimento económico português.
Obviamente não explicou onde trabalhariam para o crescimento do PIB os tais 900 mil imigrantes, mas isso são pormenores.

JP,   às  18:28
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Twitter 


JP,   às  07:00
          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Processo revolucionário em curso na saúde 

«A partir de 2017, o Estado só vai comparticipar exames e análises em clínicas e hospitais privados quando os serviços públicos não conseguirem dar resposta. »

Não é nova a ideia de abdicar dos serviços de saúde convencionados. Não há nenhum dado, experiência ou estudo que suporte as vantagens desta decisão. Mas é o vento dos tempos, em Portugal.
O problema para os muitos profissionais é imediato - o desemprego espera-os -, mas para os doentes é imediato - piores serviços, mais hospitalocêntricos, menos próximos, mais demorados, mais caros - e de médio e longo prazo - não é fácil reverter a implosão de uma rede de prestadores com décadas de consolidação e bons serviços.
Daqui a dois ou três anos, se isto vingar, ninguém dará a cara por esta decisão - prenhe de preconceito ideológico -, ninguém será responsável, como de costume.

JP,   às  21:24
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Well's done! 

«Sem franquia, sem período de carência e sem mensalidade. É assim o novo Plano de Saúde Well's»

Jogada forte da Sonae no universo da saúde, aproveitando o imenso poder negocial que detém. Ficamos a saber que «“A saúde e bem-estar é uma aposta do grupo SONAE MC” e que “este é um primeiro passo no desenvolvimento de uma estratégia”, que poderá incluir a prestação de cuidados de saúde privados». Esperemos pois que da concorrência nasçam melhores serviços de saúde para os portugueses.

As farmácias portuguesas e outros pequenos negócios de saúde independentes que fiquem atentos...

JP,   às  13:17
7  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

FreeStyle Libre  

Como previmos, os avanços na monitorização contínua da glucose implicam ponderar a comparticipação pelo Governo destes importantes e insubstituíveis dispositivos médicos, surgindo agora uma petição pública: «Diabetes - Comparticipação dos sensores FreeStyle Libre da Abbott».

Só é pena particularizarem a marca, Abbott, sabendo que há - e haverá muitas mais - outras aprovadas pelas autoridades de saúde.

JP,   às  13:09
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Obrigado Correia de Campos 

«Falta de medicamentos afeta 99% das farmácias e mais de metade dos utentes»

A falta de medicamentos é apenas o sintoma, a ponta de iceberg, de um sector que funcionava bem, muito bem, ao nível do que melhor se fazia na Europa e no mundo, e que agora é uma pálida sombra do passado. Decisões políticas ignorantes e irracionais, iniciadas por Sócrates e, sobretudo, Correia de Campos, espatifaram com as farmácias portuguesas, tal como amplamente previsto e documentado neste blogue.
A mim já me aconteceu até não haver Brufen ou não haver Clamoxyl. Os portugueses é que pagam; ninguém pede responsabilidades aos políticos.

JP,   às  18:36
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Uberfarmácias 

Inevitavelmente, é uma questão de tempo, as Uber-farmácias também se tornarão ubiquitárias.

JP,   às  18:35
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sábado, 1 de outubro de 2016

Austeridade, mas da boa 

«Governo obriga hospitais a controlar custos em nome do défice»
«Os hospitais terão de pedir autorização ao Governo para fazer qualquer tipo de investimento até ao fim deste ano, incluindo repor algo que se avarie. E condiciona reposição de stock de medicamentos.»

A isto se pode chamar austeridade, mas da boa, da das esquerdas: há dinheiro para alimentar as clientelas, para as 35 horas dos funcionários públicos, mas não há dinheiro para reparar equipamentos ou comprar medicamentos.

JP,   às  11:35
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Homeopatético 

A homeopatia é uma treta sem base científica, já aqui se escreve há muito. Saúda-se pois a iniciativa dos colegas espanhóis (com quem estamos em contacto):

«Un centenar de farmacéuticos se moviliza contra el “engaño” de la homeopatia
Un grupo pionero de profesionales exige a las autoridades que no la consideren medicamento»

JP,   às  19:01
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A fé isenta de IVA 

Parlamento aprova isenção de IVA para prestadores de terapêuticas não convencionais

As medicinas alternativas ou tradicionais, não suportadas em evidência científica, são terreno fértil para o charlatanismo. Nenhuma delas é isenta de perigos e contra-indicações, quanto mais não seja por atrasarem o diagnóstico médico e o início dos tratamentos devidos.
Não me faz confusão ver votar favoravelmente na isenção do IVA para estas práticas arcaicas pequenos partidos excêntricos e folclóricos como o BE, PEV e PAN, mas o mesmo não posso dizer de um partido com responsabilidades recentes no Governo como o CDS. Quo vadis Portugal?

JP,   às  13:50
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.