<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde Maio de 2003


sexta-feira, 23 de setembro de 2016

A fé isenta de IVA 

Parlamento aprova isenção de IVA para prestadores de terapêuticas não convencionais

As medicinas alternativas ou tradicionais, não suportadas em evidência científica, são terreno fértil para o charlatanismo. Nenhuma delas é isenta de perigos e contra-indicações, quanto mais não seja por atrasarem o diagnóstico médico e o início dos tratamentos devidos.
Não me faz confusão ver votar favoravelmente na isenção do IVA para estas práticas arcaicas pequenos partidos excêntricos e folclóricos como o BE, PEV e PAN, mas o mesmo não posso dizer de um partido com responsabilidades recentes no Governo como o CDS. Quo vadis Portugal?

Peliteiro,   às  13:50
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Twitter 


Peliteiro,   às  07:00
          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Porquê duplicar os canais de distribuição? 

A juntar às vacinas que podem ser compradas nas farmácias, o Serviço Nacional de Saúde vai distribuir gratuitamente a 1,2 milhões de pessoas.

Sem aumentar a taxa de cobertura, dada a redundância, só pode ser por 1) preconceito ideológico contra os privados ou por 2) necessidade de entropia, de perda de qualidade do circuito, de desconhecimento da despesa, de uso de infraestruturas desadequadas, de pessoal sem qualificações, enfim de incompetência e descontrolo.

Peliteiro,   às  13:20
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Se é do Estado funciona mal 

Receitas electrónicas” estão a falhar
Falhas na Prescrição Eletrónica de Medicamentos aumentam risco de erro

Peliteiro,   às  13:14
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Venezuelização da saúde 

Bloco quer exames a realizar na urgência cedidos a centros de saúde

«O que propusemos à administração do CHEDV é que abra esse serviço à comunidade, para que, em vez de esses recursos técnicos serem utilizados só pelos utentes da Urgência, também possam ser usados pelas pessoas que, no seu centro de saúde, recebem um P1 para ir fazer exames a clínicas privadas

Aos inteligentes do BE não interessa suportar decisões na certeza de haver condições para prestar serviços aos doentes com superior nível de qualidade e/ ou a preço inferior. Interessa apenas dizimar os privados, esses malandros.

Peliteiro,   às  23:45
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Isto não é uma poupa, é uma acumula. 

Twitter

Peliteiro,   às  12:36
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Teoria no cravo, prática na ferradura 

Socialismo é muito isto, dizer uma coisa, para os jornais, e fazer outra, para as clientelas.
O Ministro da Saúde deste Governo "das esquerdas" é pródigo nessa arte:
«Adalberto Campos Fernandes critica o facto de se ter instalado “uma dependência do SNS em relação aos meios convencionados”, assegurando que o executivo não pactua com “um setor privado que se monta na dependência estrita das ineficiências do sistema público"», «o setor privado podia ser útil e supletivo em áreas onde o SNS não tem presença ou tem presença débil. Mas não. É muito mais ofertante e mais presente, justamente onde o SNS tem grande presença (...) no próximo ano iremos tomar medidas no sentido de planificar estas relações.»
mas depois, na prática, no país real continua a financiar os investimentos do sector social e do sector privado na área da saúde.


_____________
Nota a propósito: Bem notados por Pita Barros os disparates de António Arnaut sobre a "guerra subterrânea" com o sector privado da saúde.

Peliteiro,   às  14:03
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Lab-on-a-Chip: When will laboratories see the revolution? 

Confesso que sou bastante céptico em relação a algumas tecnologias do tipo Theranos, mas não se podem virar as costas às promessas de evolução:

«However, given the 20 years that have passed with advocates and developers of point-of-care technologies regularly promising a revolution in clinical diagnostics, pathologists and clinical laboratory managers can be forgiven for retaining some healthy skepticism about the near future

Peliteiro,   às  13:52
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Monitorização contínua da glucose 

Nos últimos dias foi apresentado com sensacionalismo o novo equipamento da Abbott para monitorização contínua da glucose, usando a estratégia de comunicação «Diabéticos já têm alternativa à tradicional picada nos dedos».
Na verdade já havia outros equipamentos aprovados para essa medição contínua, até melhores na minha opinião, como o Dexcom.

Sendo inquestionável que estes dispositivos são um avanço extraordinário no controlo da diabetes, especialmente dos insulinodependentes, evitando muitas mortes, incluindo por hipoglicemias inadvertidas,
sabendo que são caros, com custos fixos mensais altos e
sendo certo e sabido que a austeridade acabou, que não podemos pactuar com a «desumanização do pensamento político», perguntamos:


Para quando a comparticipação pelo Governo destes importantes e insubstituíveis dispositivos médicos??

Peliteiro,   às  19:57
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Habituem-se 

Em tempos os negócios da saúde eram dinheiro em caixa e atraíam investidores das mais diversas áreas, alguns de áreas bem distantes, como construção, moda ou arrivismo. Agora é diferente, há concorrência forte e, em certos casos, competente pelo que - apesar do beneplácito da ADSE e o descontrolo do Estado - mais notícias como esta se lerão num futuro próximo:

«O Hospital Particular de Paredes apresentou no Tribunal um pedido de PER que lhe permita retardar o pagamento de dividas ganhando, assim, alguma folga que permita salvar a Instituição, conhecida por hospital da Misericórdia de Paredes. A lista provisória de dívidas publicada pelo Tribunal ultrapassa os 10 milhões de euros.
Ao todo são 376 credores, entre bancos, CESPU. Irmandade da Misericórdia, talhos, supermercados, industria farmacêutica, empresas de consultadoria, laboratórios clínicos de analises, serralharias, telecomunicações, seguros.
(...)
O HPP é uma unidade que tem como principal investidor privado António Manuel Mendes Pereira. São acionistas minoritários a Santa Casa da Misericórdia e Câmara de Paredes.
Entre os credores disponíveis para negociar ao abrigo do PER estão o Novo Banco (credor de 3,8 milhões de euros). a CESPU (2,1 milhões) e a IrmandadeJN

Peliteiro,   às  19:14
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Thousands of pharmacies saved from the axe  

Se não querem que aconteça como em Portugal - onde agora às vezes nem há Brufen em stock - é importante parar para pensar: «Health Minister David Mowat announced "the cuts had been delayed to make sure that we are making the correct decision and that what we do is going to be right for you, right for the NHS and right for the public."»

Peliteiro,   às  13:09
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Dívidas asfixiantes 

De vez em quando o Bastonário da Ordem dos Médicos escreve com algum acerto:

«Como pode um pequeno prestador privado médico sobreviver com dívidas de seis meses do principal cliente, o Ministério da Saúde? O relato que recebi de um colega é dramático. A única altura em que teve apenas três meses de atraso nos pagamentos (os 90 dias legais) foi durante a troika! De há um ano para cá os prazos foram alargando assustadoramente.
(...)
Assim se asfixia e mata a pequena medicina privada independente e de proximidade. É este um objetivo da atual maioria parlamentar? Os doentes e o Estado serão extremamente prejudicados.»

Peliteiro,   às  13:21
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Do pill organizers help or hurt? 


Relevante:

What pill organizers do, really effectively, is they monitor medication use. When an organizer is used properly, any missed doses are obvious. I have worked in many pharmacies and pill organizers are very common – not just for those in long-term care, but for anyone that is on one (or several) chronic medications and needs a tool to simplify use and help them to remember to take their medication. To be frank, I’ve never even considered the thought that they may always be helpful, as the answer always seemed self-evident.
Given my own assumptions about pill organizers, I was surprised to see recent headlines like “Pill organizers could put seniors at risk” and “Pill organizers could cause adverse effects among elderly.”(continuar...)

Azrael,   às  17:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016     

 

Perfil de Jorge De Sá Peliteiro
Jorge De Sá Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Póvoa de Varzim; Porto; Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Foot Bicancas

PVZonline

Cá 70

Pé de meia

Sextante Poveiro

Garatujando

Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.