<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


sexta-feira, 10 de julho de 2009

Vieira e a lobotomia 

A lobotomia foi uma técnica amplamente adoptada em meados do século passado e deu um prémio Nobel da medicina ao nosso Dr. Egas Moniz. Em alguns países, concretamente Japão e Estado Unidos, a lobotomia generalizou-se, teve imenso sucesso - tanto que se chegou a usar em crianças irrequietas - e curou inúmeros doentes.
Mais tarde esta "cura" de doentes foi motivo de controvérsia e hoje a lobotomia, tal como era feita no tempo de Egas Moniz, não se faz mais. Existem até movimentos que defendem que o prémio Nobel de 1949 deveria ser retirado, por a lobotomia ser uma má técnica psicocirúrgica, provocando efeitos secundários profundos e irreversíveis. Ora, na minha modesta opinião só pode pretender a revogação do prémio Nobel de Egas Moniz quem tenha uma visão estática da ciência e quem não entenda que o conhecimento é cumulativo. Hoje sabe-se que a lobotomia é uma má técnica mas à época foi uma técnica inovadora e que foi muito importante para a evolução dos tratamentos das patologias psiquiátricas.



Macedo Vieira, Presidente da Câmara da Póvoa, depois de uma fase de procrastinação no que respeita à sua re-re-recandidatura, apresenta como primeiro trunfo de campanha o facto de a DGS ter publicado em Junho uma circular normativa, suportada numa guideline da OMS que refere "não ser justificável a pesquisa de Salmonella em águas costeiras" e que "vários estudos sugerem que, até ao momento, não existem dados epidemiológicos que suportem a implicação directa da presença de Salmonella na água de mar na saúde dos utilizadores".

Macedo Vieira é como aqueles que querem retirar o prémio Nobel a Egas Moniz, não sabe que os conhecimentos evoluem, que não se pode dizer que a OMS antes de 2003 estava errada, que não se pode dizer que a DGS antes de 2009 estava errada e agora é que está certa (tanto é que mesmo agora, na circular normativa para águas balneares interiores "na ausência de orientações da OMS, bem como na falta de estudos conclusivos que excluam o parâmetro Salmonella da avaliação de risco para a saúde, é recomendada a pesquisa deste parâmetro pelo princípio de precaução, em águas com antecedentes históricos de má qualidade" assim como para os critérios de levantamento de interdição). São matérias discutíveis, dependem de registos, de estudos e de opiniões.

Uma coisa é certa, e é aqui que está o ponto da questão: se as águas das praias da Póvoa fossem muito limpas não apresentariam nunca como positivo o indicador de contaminação Salmonelas. Se Macedo Vieira estivesse de consciência perfeitamente tranquila não sublinharia a orientação da OMS (porque não apresentou Macedo há 2 anos esta guideline??? Esqueceu-se das evidências?) e a norma da DGS e não ocultaria a presença recentíssima de Enterococos intestinais ultrapassando os valores máximos recomendáveis, nas praias da Póvoa.

Peliteiro,   às  08:01

Comentários:

 

Pode-me explicar como é que a ARH Norte considera a água com 150 UFC/100 ml de Enterococos intestinais (Valor máximo recomendado de 100) e o INAG classifica a água como boa? Para quê fazer então análises aos Enterococos se tanto faz os seus resultados? Isto está muito confuso. Estas entidades são de confiança?

Nota: reporto-me ao relatório 2009242 disponível em http://snirh.pt/snirh/dados_sintese/zbalnear/blob/getrelpdf.php?code=7191693

 

 

 

Se o Macedo quer deixar obra feita, agora já pode obrar à vontade, até nem é preciso acabar a ETAR.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

 

Não pode haver mais clareza e fundamentação na argumentação.
# por Blogger Luís Gonzaga Castro : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

 

Realmente, é preciso ter lata!
O tipo conspurca a água e depois vem sacudir a água do capote...
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

 

Obrigado Luís.
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, julho 10, 2009

 

 

 

O Peliteiro tem uma paranoia com o Macedo. Um trauma. Uma psicose.
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Vá lá, Senhores. Comportem-se!
É fim de semana...vão até à praia!
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Óh! Senhor Peliteiro, compreendo a sua preocupaçãp com a ETAR. Como sabe esteve aprovada a etar primária e não foi viabilizada pela união europeia. o projecto era comum à Póvoa e à Vila.
Não o vejo "à porra e à massa" com o eng.º Mario Almeida. Quando fôr inaugurada a nova no próximo verão, vão dizer que é por ser S. Pedro e ...que é tudo graças ao Mario Almeida. Tenham juízo e até vos digo com algum conhecimento de causa, por ter familiraes pescadores, a porcaria, que vem é toda quando está vento sul e vem do rio ave que desagua na Vila. Sou Poveiro e acho que o nosso presidente tem razão da forma como fala da delegada. Vejam o que dizem os comerciantes da Póvoa. Na vila há feiras de gastronomia sem o minimo de condições higiénicas e se calhar os que dizem mal neste blog estão lá todos...Juízo.
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Ó Peliteiro, os Poveiro já estão todos fartos dessa sua faceta intelectual-reivindicativa!

Então e o Renato Matos? Serve bem o leitão?
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Ai, a porcaria vem do Rio Ave (como disse alguém num comentário anterior) ???
Realmente já tinha ouvido o Mário Almeida dizer que isso de esgotos para o mar não existe... mas pensava que era peta!...
Então o que será aquela coisa mal cheirosa que sai por diversos canos abertos para o mar???
Vejam e cheirem junto ao cais de Vila do Conde (a sul do Forpescas) e no interior do porto de pesca da Póvoa (em frente à Lapa e à entrada do porto de pescas)!!!
Façam lá uma análise!
Ali, até os peixes morrem.
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 11, 2009

 

 

 

Em relação a esta entrada gostaria de fazer um comentário, não a propósito do essencial, mas sim do introdutório.
Perante o exposto pelo Dr. Mário de Sá Peliteiro senti-me na obrigação de desenvolver e complementar a informação sobre o papel do nosso Professor Egas Moniz. Uma vez que não tenho a minha biblioteca à mão, e não confiando a cem porcento nas informações que se encontram em Wikipédias ou semelhantes, peço desculpas por qualquer incorrecção na minha exposição, pois escrevo contando com a minha memória, que aviso não ser a melhor. Agradeço assim qualquer correcção ao meu comentário.
Na realidade o Dr. Egas Moniz não foi o responsável directo pelo procedimento, de tão triste memória, a que hoje designamos por lobotomia.
O Dr. Egas Moniz desenvolveu e empregou um processo designado por leucotomia pré-frontal.
Ao estudar comportamentos obsessivos, compulsivos, agressivos ou depressivos, entre outros, o Dr. Egas Moniz considerou que todos estes comportamentos extremos poderiam dever-se a um excesso de informação processada no cérebro num só sentido (utilizando linguagem perceptível para o leitor actual). Assim defendeu que a cura poderia ser obtida obliterando as sinapses nos lóbulos frontais (menos sinapses = menos informação). Tendo por base este simples raciocínio conseguiu desenvolver um método cirúrgico de intervenção no cérebro para interromper sinapses. Creio ainda que quem desenvolveu os instrumentos cirúrgicos para esta intervenção foi um assistente seu, cujo nome não me recordo.
Hoje pode parecer algo bárbaro este tipo de acção, invasiva e irreversível, mas convém notar que na altura, e perante a ausência de fármacos eficazes para o tratamento de doenças psiquiátricas, o tratamento vulgarizado e aceite resumia-se à reclusão dos pacientes, muitas vezes em instituições com condições degradantes. O método desenvolvido pelo Dr. Egas Moniz revelou-se uma melhoria das condições de vida dos pacientes e, especialmente, dos seus familiares. Além de provar que o cérebro não seria uma nublosa impercetível, abrindo caminho para a actual neuro-cirurgia.
O método conhecido como lobotomia não tem qualquer relação directa com o cuidado cirúrgico adoptado pelo Dr. Egas Moniz. O método da lobotomia foi muito popular nos Estados Unidos da América para tratar todo o tipo de comportamentos considerados como doenças mentais, desde crianças irrequietas a indivíduos com ideias políticas consideradas doentias. O método “cirúrgico” empregue então, muitas vezes designado por picador de gelo, consistia na introdução de um espigão de aço através do glóbulo ocular e na destruição dos lóbulos frontais do cérebro. Este método de “terapia” era publicitado como barato, sem necessidade de pós-operatório e podendo ser realizado em qualquer instalação. Muitos “cirurgiões” especializados em lobotomias operavam por todo o interior dos EUA, marcando sessões com vários pacientes em postos dos correios, gabinetes de xerifes ou onde lhes desse a gana. Alguns destes charlatães chegaram a enfiar o picador de gelo no cérebro de mais de uma dezena de pessoas por dia, sem qualquer critério de seriação dos pacientes...

Peço desculpa pelo comentário exaustivo sobre um assunto que acho fascinante. Quem quiser saber mais pode consultar a obra do Dr. António Damásio “O Erro de Descartes” (aquele livro que quase toda a gente comprou e quase ninguém leu), pois acho que o autor dedica várias páginas a este assunto. Mais uma vez lamento não ter a minha biblioteca à mão.
Também seria interessante ter uma reacção do Dr. Macedo Vieira, na qualidade de cirurgião, a este comentário, mas creio que estará muito ocupado com outros afazeres.
Em relação ao essencial do comentário do Dr. Mário de Sá Peliteiro nada a dizer. Concordo completamente.

Para os que defendem a revogação ao nosso único prémio Nobel na área das ciências uma só sugestão: Por que raio o Winston Churchill recebeu o Nobel da literatura?

Senhor Anónimo
# por Anonymous Anónimo : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

É melhor fazer uma leucotomia pré-frontal ao Dr. Peliteiro: Ele também tem "excesso de informação processada no cérebro num só sentido"
:D
Ass. Chato do caraças
# por Anonymous Anónimo : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

Meus amigos,
Gostaria que os verdadeiros interessados pela Póvoa bem como pela sua história, comentassem a possibilidade real do desaparecimento da última fábrica de conservas da cidade, por acaso PME excelência, assim como o fim da pesca. A câmara não demonstra qualquer interesse em apoiar a transferência da conserveira Poveira para Laúndos preferindo o seu encerramento e, como consequência, a construção de um prédio nas actuais instalações. Estão em risco 120 postos de trabalho para além do fim de uma empresa emblemática desta cidade.
# por Anonymous Anónimo : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

as coisa não são bem assim...A maior lobotomia que éfeita na actualidade é feita pelos massmédia e actua em sinal contrário..quanto mais informação mais indecisão...Tem sido eficaz ao nivel da abstenção...a culpa é da publicidade com que nos injectam nas televisões...Tanto nos falaram em spreads-sem dizer o que isso era, em taegs sem explicar quanto isso custava, em dinheiro fácil-era só pedir aos bamcos...quando o pessoolse endividou e percebeuque tal não existia desacreditou de tudo..tornou-se massa amorfa..esta é anova lobotomia social...E agora já nõs se coloca o pessoal em casas de tolos mas sim em habitações sociais,com rendimento social de inserção, ou em ipss no caso dos idosos...Por isso temrazão a d.manuela que rasgavaas politicas económico-sociais do PS -Póvoa.. faz muito bem...Nõa se deve dar o Peixe mas sim ensinar apescar.. só que o problema é onde está o Peixe?
# por Blogger CÁ FICO : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

Ai que isto promete... senhores emborrachem-se, vão à praia, tomem uns calmantes, mas sobretudo, sosseguem...
Senhor anónimo
# por Anonymous Anónimo : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

A falta de tratamento dos esgotos não tem qualquer desculpa!
As verbas do Turismo poderiam até ser negadas, se as entidades (pouco) competentes examinassem os projectos com seriedade.
Se Macedo Vieira não fosse médico, talvez tivesse alguma sensibilidade para o grave problema.
Se os poveiros soubessem exigir a satisfação dos seus direitos (direito à saúde), a porcaria acabava num instante.
Sendo Macedo Vieira médico, talvez venha a compreender o texto do
Dr. Mário Peliteiro. Estas coisas levam tempo...Sacudir a água do capote é muito mais fácil!
# por Blogger Manuel CD Figueiredo : domingo, julho 12, 2009

 

 

 

Eu é que sou o Sr. Anónimo!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

Onde é que anda o Pirliteiro? Fim-de-semana, deve ter andado a banhar-se nas águas carregadas de Enterococos intestinais... Só passeio!!!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

É pena que algumas pessoas ainda brinquem com um assunto tão sério.
EM PLENO SECULO XXI CONTINUAMOS A DESPEJAR ESGOTOS NO MAR DA PÓVOA.

A CM nunca fez nada para resolver o problema e alguns seguidores de macedo vieira ainda brincam com isto!!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

Sabem como é que se resolve o problema das praias poluídas?
Mudam-se as entidades que fazem as as análises (ou untão-se melhor as mãos dos responsáveis).Perguntem ao Guilherme Pinto como é que ele conseguiu pôr a praia de Matosinhos com "água própria para a prática balnear" de um dia para o outro. Este problema da poluição não é só da Póvoa. É um problema Português concerteza!
Anónimo de Matosinhos
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

O Pauliteiro é só boa vida!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

Para se sentir o cheiro nauseabundo dos esgotos do porto da Povoa e do das Caxinas junto ao molhe sul tem-se que passar por lá e não creio que o Dr Macedo Vieira o faça. O Dr Macedo vieira quer acabar com a pesca na Póvoa por isso nao vai ao porto de pesca para não levar um encharcado.
# por Blogger Jose : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

Distinto ( ou disbranco ou disrosé meio cheio) SR Anónimo devidamente identificado:

Anonimize-se...
# por Anonymous Renato : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

O Macedo Vieira é um porco que gosta de tomar banho nas aguas poluidas da póvoa
José Tinoco
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, julho 13, 2009

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 14, 2009

 

 

 

Pronto!
Mais um que tem comichões com os anónimos. Vocês devem combinar escala...
Se tem tantos problemas com o anonimato queixe-se ao responsável do blogue para bloquear os anónimos, mas deixem-nos em paz!
E depois estes gajos com problemas com os anónimos vêm sempre escrever todos cheios de estilo, caíndo sempre entre algo do género da parábola, do "eu tenho um curríclum do caraças" ou do "eu sei quem é mas não digo".
Pois permitam-me que lhe diga que quem construiu e sustenta este País são os anónimos!
Não são os tipos do "tenho um curriculum daqui até a Lua" ou os do "toda a gente sabe quem eu sou e sempre fui"!
E reafirmo! Quem construiu este País não foi aquele Rei que se entretinha a matar Mouros ou o Beato que sonhava andar a espetar espadas em castelhanos.
Quem construi este País foi o Povo anónimo. E sempre que esta trampa estoura quem aguenta com tudo é o Povo anónimo.
Respeito pelos anónimos!
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 14, 2009

 

 

 

Não insultes o Povo seu quadrupede.. o Povo não é anónimo...tem nome... enão sechama Zé...nem anónimo...
Respeita o Povo!!
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 14, 2009

 

 

 

Meu Deus:

Eu como humilde servo da Tua Vinha, ao contemplar esta pandemia de comentários, tantos deles sem ponta por onde se lhes pegue, só me resta concluír, qual pedra de fecho da cúpula do templo da lucidez:

TANTA PARRA E TÃO POUCA UVA!!!
# por Blogger rouxinol de Bernardim : terça-feira, julho 14, 2009

 

 

 

Quer-me parecer que, com o bloqueio do Blogue do Tony Vieira a comentários anónimos, toda a fauna que por lá abundava veio aqui acostar.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 14, 2009

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017      Dezembro 2017      Abril 2018      Maio 2018     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.