<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


terça-feira, 30 de junho de 2009

Farmacêuticos a diagnosticar e a prescrever medicamentos? 

Se a Ordem dos Médicos pergunta se os médicos estarão disponíveis para distribuir genéricos nos centros de saúde, hospitais e consultórios e se o Secretário de Estado da Saúde, Manuel "Emplastro" Pizarro, diz que «quando a proposta chegar será analisada, em termos de vantagens e desvantagens», mesmo sabendo que a proposta é um absurdo e assenta na ilegalidade, está na hora de perguntar também:


Concorda que farmacêuticos possam diagnosticar e prescrever medicamentos?
Sim
Se gratuito
Se na Farmácia
Se em consultório adequado
Não
Free polls from Pollhost.com


Peliteiro,   às  22:59
60  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Publicidade enganosa 

O negócio do ensino superior, público e privado, é das negociatas que mais asco me dá; vende sonhos e projectos e, na maioria das vezes, dá frustração e desemprego.
Desta feita a Universidade de Évora, pelo seu Reitor, Jorge Araújo, vende um curso de Biologia Humana, com a duração de três anos, que constitui o primeiro ciclo da formação em medicina. Muito bem. Mas, lida a notícia com a atenção, no fim, lá aparece o Magnífico Reitor a dizer: A ideia "é que um dia" este curso possa constituir-se como o embrião de uma "eventual" Faculdade de Medicina em Évora.

"Um dia"? "Eventual"? E se esse dia só chega daqui a 10 anos? E se nunca mais chega? Não vê o Reitor que está a lidar com expectativas, com o futuro de jovens estudantes e com o dinheiro dos pais? Estes tipos não têm consciência, não têm remorsos? Não têm filhos ou netos? Malandros!

Peliteiro,   às  22:28
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

V.I.Pharmacists 

A ler no Expresso Economia desta semana a entrevista à Dra. Ana Paula Carvalho, colega farmacêutica, directora-geral da maior multinacional farmacêutica.

«Faz 38 anos em Julho. A nova directora-geral da Pfizer Portugal diz que a idade foi sempre um handicap. Porquê? “Sinto que tenho tudo para provar”, aponta sem hesitar Ana Paula Carvalho. É assim desde o início. Tinha vinte e poucos anos quando se tornou directora da área regulamentar e directora técnica do laboratório multinacional Hikma. “Tive sempre que me preparar muito bem para os assuntos e demonstrar que a idade não é um posto”. É licenciada pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa e está na Pfizer desde 2004. Lidera uma empresa com 301 empregados, cuja facturação em 2009 deverá atingir quase €195 milhões (ambulatório). »

Ler a entrevista “Não nos move sermos número 1”.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  13:27
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 29 de junho de 2009

S. Pedro 

Enquanto espero que comece a acabe o maldito fogo-de-artifício de S. Pedro, que há-de estourar daqui a pouco - espero - em frente à minha cama, mostro-vos algumas fotografias da única festa popular urbana que minimamente suporto - o S. Pedro da Póvoa. Ontem, ao fim da noite, encontrei um S. Pedro como-era-dantes, na Rua do Patrão Lagoa, animado por vinte ou trinta alegres moradores, com fogueiras na rua, sardinha assada, febras de porco, cerveja e vinho, oferecidas com gosto a conhecidos e desconhecidos.
Algumas fotografias de figuras populares podem ser vistas clicando na fotografia desta tricaninha:

Tricana poveirinha

Peliteiro,   às  23:48
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Madoff leva 150 anos 

«Mais ou menos o mesmo tempo que por cá levaria o processo a ser concluído...»

Carlos Abreu Amorim, no Blasfémias

Peliteiro,   às  21:40
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Está tudo maluco! 

Proposta da Ordem dos Médicos: Médicos disponíveis para distribuir genéricos nos centros de saúde, hospitais e consultórios.

Realmente, tão inusitada proposta só num país completamente sem rei nem roque. Tanto mais que é irrealizável: primeiro porque fazer concursos públicos molécula a molécula, pelo vetusto Infarmed, seria tarefa para anos; segundo porque os médicos mal têm tempo para ver os doentes, quanto mais para lhes ceder medicação, explicar posologias ou analisar contra-indicações e interacções; terceiro, last but not least, porque embora a corporação médica seja poderosa, pela escassez de profissionais, não o é tanto, nem nada que se pareça, como o lóbi da indústria farmacêutica, seus patrocinadores de férias e casamentos.

A Ordem dos Médicos devia deixar-se destas trenguices e devia era preocupar-se com as «Dez mil cirurgias ao cancro feitas fora do prazo» ou com os «13 milhões de euros na contratação de médicos tarefeiros em apenas três meses». A Ordem dos Médicos é indiscutivelmente muito fraquinha - quando comparada com a capacidade estratégica da ANFarmácias a distância é abissal! - e a classe médica merecia bem melhor. Ridículo.

Peliteiro,   às  13:48
13  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 28 de junho de 2009

S. Pedro 


Peliteiro,   às  18:05
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Petidina 


Peliteiro,   às  17:09
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Compram-se votos 

«Um Governo sério não negoceia carreiras sob a pressão inaceitável de eleições próximas - este Governo está neste momento, pelo menos, que eu saiba, a negociar a carreira dos enfermeiros, dos médicos e dos técnicos de saúde. Este Governo não é sério!»

Depois do acordo rapidíssimo com os médicos, das negociações que vão muito bem com os enfermeiros, os técnicos de diagnóstico e terapêutica iniciam segunda-feira negociações com o Ministério da Saúde para a revisão da carreira e, obviamente cancelam a greve marcada.
Se mais alguém houver que queira promoções e aumentos o momento ideal é agora... Há que aproveitar! Trocam-se dinheiros públicos por votos.

Peliteiro,   às  08:48
18  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Abnegação exemplar 

Mais uma vez candidato e tantos anos a perder dinheiro é de facto um exemplo de abnegação, de altruísmo, de serviço público desinteressado a favor da sociedade, do povo, e devia constar em todos os manuais de moral ou cidadania.

Façam-lhe uma estátua, grande, já!


Imagem copiada do povoaonline


Peliteiro,   às  22:28
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Um negócio com futuro 

«As California wrestles with a horrendous budget deficit, the axe hangs over almost every area of state spending, from welfare to education. But there is one activity set for healthy growth: stem cell research.
Dozens of new laboratories are being fitted out and hundreds of scientists recruited.
Funding from the private sector is set to improve, too. While all agree that spectacular cures may still lie decades in the future, pharmaceutical and biotechnology companies believe they are laying the foundations for what could become a huge industry.
Governments have mixed motives for funding stem cell research; the main two are to develop a high-technology economic base and to promote medical progress.
» Financial Times

Em Portugal abundam os clusters disto e daquilo - nos jornais, pelo menos - mas nesta área, que eu saiba, embora tenhamos farmacêuticos com excelente formação: nada!

Peliteiro,   às  21:12
5  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Jogos florais 

No seguimento da política de kólidade deste Governo foi publicada hoje a "Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde".
Sim senhor, muito bonita. Até cita Aristóteles e fala em coisas lindas como «sabedoria prática num contexto moral».

Tem é um grande pecado original: quem acredita a qualidade é o ministério da saúde - «Acreditar, significará o reconhecimento público, por parte do Ministério da Saúde, das melhorias da qualidade conseguidas nos serviços prestadores de cuidados de saúde, dando um maior grau de confiança aos cidadãos». Ora como qualquer iniciado nestas coisas da qualidade "topa" a léguas, quem implementa não certifica ou acredita, não se pode ser simultaneamente júri e julgado.
Quanto ao mais está muito bonita a estratégia, pá.

Peliteiro,   às  14:28
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 23 de junho de 2009

Laivos corporativistas 

Roselyne Bachelot, Ministra da Saúde de França, resiste a uma remodelação governamental de oito Ministros.
Roselyne Bachelot, Ministra da Saúde de França, é farmacêutica.


Peliteiro,   às  22:43
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Irão 

Por eleições livres e justas no Irão

Getty Images
Getty Images

Peliteiro,   às  22:31
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Para reflectir 

É verdade que a LPM Comunicação não teve qualquer participação na campanha do Partido Socialista para as eleições europeias?
Luís Paixão Martins - De facto, a LPM não participou na campanha. É conhecido que o Prof. Vital Moreira apoia um lobbie que combate interesses que nós defendemos na empresa que dirijo. Fez todo o sentido que o PS não tivesse optado pelo nosso envolvimento numa campanha em que o Prof. Vital Moreira era o principal protagonista. Deu-se, aliás, a coincidência de, na fase de pré-campanha, ter sido mediatizada uma tomada de posição do Prof. Vital Moreira a favor do seu lobbie, pelo que a decisão de não nos envolver revelou-se prudente, adequada e com fundamentos éticos.
Extracto de entrevista no I, via ABC do PPM.

Peliteiro,   às  11:50
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 21 de junho de 2009

Justiça de segredo? 

«António Dourado, ex-vice-presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e actual presidente do Conselho de Administração da empresa municipal Varzim Lazer, foi condenado, ontem, em Tribunal, a uma multa de 4650 euros por abuso de poder. Em causa está a aposentação compulsiva do ex-autarca, que o juiz considerou ter sido planeada pelo arguido, ao dar cinco faltas injustificadas. O mesmo tribunal condenou, por crime idêntico, Aires Pereira, actual vice-presidente da Câmara, ao pagamento de 4050 euros.»

Não sendo eu jurista tenho por certo que as sentenças dos Tribunais deveriam ser públicas, publicadas e publicitadas, de forma a que com toda a certeza se soubesse quem e porquê foi determinada pessoa condenada ou, pelo contrário, inocentada. Ora este chamado "Caso Dourado" parece-me ser, pelos factos de meu conhecimento, uma negação deste princípio de divulgação das conclusões tidas pelos Tribunais.

O condenado Aires Pereira, indivíduo que exerce - e que possivelmente continuará a exercer mesmo depois das próximas eleições autárquicas - funções públicas de grande relevância - é Vereador - recorreu da sentença acima referida até ao Tribunal Constitucional. Diz-se, comenta-se, que as sentenças de condenação teriam sido confirmadas pelo Tribunal Constitucional. Mas ao que parece ninguém sabe ao certo se isto é verdade ou não e, mais grave ainda, ninguém quer saber - os jornalistas da imprensa local e os jornalistas locais correspondentes de jornais nacionais pelam-se de medo do poder local e não tem coragem de investigar, a oposição não quer, presumo, envolver-se num caso que pode fazer ricochete, agora que estamos tão perto das eleições, devido a um mais que provável efeito de autovitimização e de populismo.

Assim sendo teremos - ou não! - um Vereador condenado pelo Tribunal Constitucional por abuso do poder em plenas funções. Caso a sentença permaneça oculta - se estiver oculta! - poderemos ter um candidato a funções autárquicas - o próprio partido em que se candidata, o PSD, também não o saberá - condenado pelo Tribunal Constitucional por abuso do poder.

A ocultação de sentenças pelos Tribunais pode ter efeitos muito perniciosos, pois envolve todos, os condenados e os inocentes, numa névoa imunda.

Alguém nos esclareça: o Vereador Aires Pereira é condenado ou inocente?


Peliteiro,   às  21:55
12  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Irão 

Pintando o blogue de verde pelas eleições livres no Irão.


Peliteiro,   às  17:52
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Convite 

Logo à noite, inauguração da exposição de pintura "Caminhadas na areia", de José António Passos e Jorge Passos, que terá lugar na Casa dos Crivos, em Braga.
Recomendado!



Peliteiro,   às  07:31
1  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Dr. House Açoriano 


Peliteiro,   às  07:19
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Enlarge your penis 

Estou muito satisfeito comigo!


Peliteiro,   às  00:17
4  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Kólidade 

Este Governo espatifou o Instituto da Qualidade na Saúde (IQS), o que representou um importante revés para o movimento qualidade nos serviços de saúde e demonstra bem que a estes políticos pouca interessa a qualidade dos serviços de saúde nacionais (também nas Farmácias existe um Decreto-Lei que impõe a implementação de sistemas de gestão da qualidade em cada Farmácia e que ninguém cumpre, ninguém fiscaliza, nem ninguém regulamenta!...).

Entretanto foi criado, pela "Direcção Geral da Saúde", um "Departamento da Qualidade na Saúde" para levar a cabo uma "Estratégia Nacional para a Qualidade na Saúde". O resultado é - que eu saiba; e eu deveria saber - zero, absolutamente nada. Nada!

Agora, é nomeado um "Conselho para a Qualidade na Saúde" que esperemos dê um novo impulso a esta área tão importante para a saúde dos portugueses, esperemos contrarie a máxima que diz que a melhor maneira de se não fazer nada é nomear uma comissão.

Peliteiro,   às  23:50
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 16 de junho de 2009

Lambendo as feridas 

Agradável, muito agradável, o silêncio político que vivemos, decorrente do lamber das feridas de Sócrates e sus muchachos.
Viveríamos tão bem sem eles....

Peliteiro,   às  23:39
3  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 15 de junho de 2009

O chichi e a civilização 

Ontem à tarde, uma bicha imensa de carros, vindos do Algarve, com vários quilómetros. Num dos carros, encostado na berma direita, portas abertas, um jovem casal atarefava-se a auxiliar uma criancinha a fazer chichi para o chão. Ouvem-se ao longe sirenes que se aproximam a alta velocidade - o casal, à pressa, recolhe a criança, fecha as portas com força e arranca rapidamente, deixando uma fralda caída no chão, metendo-se numa mínima brecha da bicha, de lado, pedindo espaço de modo a não incomodar a passagem da urgência. Surge então um carro da polícia e depois, velozmente e businando, uma coluna de quatro ou cinco carros pretos, de alta cilindrada, de vidros escuros. Afinal era um político, provavelmente o Sócrates que teria estado num hotel de luxo na Falésia, selvagem que em férias se fazia conduzir como se estivesse a deslocar numa missão urgente.

Hoje ao fim da tarde, na marginal da Póvoa, na rua entre o "supermercado das alcatifas" e aquele quiosque-bar, um tipo urinava calma e ruidosamente entre os carros estacionados. Não é episódio inédito, infelizmente, mas num sítio tão movimentado e central, àquela hora, por um selvagem que não parecia ser marginal ou indigente, pareceu-me verdadeiramente surpreendente.

Problemas civilizacionais transversais à sociedade. Tão selvagem é o político como selvagem é, cada vez mais, o homem comum.

Peliteiro,   às  22:30
12  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 14 de junho de 2009

Macedo Viera, o procrastinador 

Macedo Vieira é um procrastinador. Ainda não decidiu se se candidata ou não, outra vez, à Câmara da Póvoa de Varzim. Ele não sabe se deve ou não candidatar-se, encomendou sondagens e com "alguma relatividade relativamente" chamou os conselheiros, imagino, ouviu os velhos amigos, a família, os dependentes políticos, e, contudo, não tem a coragem de se assumir como candidato.

Macedo Vieira não sabe ainda se se vai candidatar mas eu sei que sim. Macedo procrastina mas eu sei, com toda a certeza, que um velho dinossauro como ele é candidato até não poder mais. Não há outra via possível para autarcas como ele: são sempre candidatos. O poder é-lhes indispensável, vivem dele. Vivem eles e vivem os seus parceiros, os amigalhaços. A arquitectura do poder autárquico cria dependências - não diria vícios nem mais nada senão ainda me processam - fortes, tão fortes que poucos conseguem delas desprenderem-se voluntariamente.
Alguém tem dúvidas que ele seja candidato? Se não, se ninguém tem dúvidas, porque teima ele em procrastinar? Ridículo este assomo de pequena táctica política.

Peliteiro,   às  23:17
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Peliteiro's Tecktonik (Live in Algarve) 


Peliteiro,   às  20:52
14  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

domingo, 7 de junho de 2009

O princípio do fim 

Ainda há pouco, há meses, o PSD era dado como moribundo e Sócrates era dado como não tendo adversário significante, era dado como absolutamente invencível.
Pois bem, o mundo dá muitas voltas e hoje a aura de invencibilidade de Sócrates dissipou-se. Em breve teremos a vitória de Santana Lopes em Lisboa e de Rui Rio no Porto.

A derrota final de Sócrates está cada vez mais perto. Agora, vou dormir muito mais satisfeito (o Dom Pérignon ajudou) e descansado - talvez o país ainda tenha salvação.

Peliteiro,   às  22:05
39  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Grande vitória! 

Para celebrar a vitória de Rangel e a derrota de Sócrates, Vital e Correia de Campos saia o Dom Pérignon gelado!

Peliteiro,   às  20:08
0  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

Vote contra o PS 

Não deixe de votar contra o PS, Sócrates, Vital Moreira e Correia de Campos.
Faça uns telefonemas, envie uns sms, pegue no carro e vá buscar a sua avó para votar...
;-)

Peliteiro,   às  11:52
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Vote contra o PS 

Caros colegas de todas as farmácias e de todos os laboratórios, amanhã é dia de ir trabalhar, bem cedo, é dia de fazer campanha activa contra a lista de Correia de Campos e Vital Moreira. Além dos 30.000 votos dos farmacêuticos e suas famílias, cerca de 300.000 contactos podem ser estabelecidos num Sábado de trabalho e ser transformados em votos contra o PS.

Peliteiro,   às  23:39
6  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Não vote PS! 

Lembrem-se destes dois senhores dos óculos na hora de votar e terão motivos mais que suficientes para não votar PS.
Caros colegas farmacêuticos, lembrem-se da campanha torpe que Vital Moreira e Correia de Campos levaram a cabo contra a profissão farmacêutica e terão motivos mais que suficientes para não votar PS. Pelo menos 30.000 votos contra Vital Moreira, contra o PS.



Não vá em cantigas!

No Facebook adira à causa: "Vote contra Vital Moreira".


Jorge De Sá Peliteiro's Facebook Profile

Peliteiro,   às  12:14
11  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Porque são os taxistas tão feios e os táxis tão velhos? 

Se numa paragem de táxis o primeiro deles for um Peugeot 505 de 1986 e, assustado com o aspecto inseguro e sujo da viatura e o ar andrajoso do taxista, pretender escolher o quarto da fila, um Mercedes E 250 dos novos conduzido por um motorista impecavelmente vestido e com ar civilizado, será confrontado com a impossibilidade de escolher aquele táxi que lhe parece capaz de fornecer o serviço que realmente quer. A livre escolha do cliente não existe aqui; tem que contratar serviço com o primeiro da fila - é uma regra antiga das praças de táxi.
Ora esta regra antiga, numa primeira abordagem, parece ter o intuito, nobre, de solidariedade entre camaradas de profissão, parece ser um método, justo, de distribuir a clientela, o ganha-pão, equitativamente por toda aquela comunidade de trabalhadores. Acontece que tudo isto só seria nobre e justo se o serviço prestado fosse igual - e não é! Assim, aquilo que seria uma vantagem competitiva num mercado concorrencial - o Mercedes novo e o motorista competente - transforma-se numa fonte de custos e o empresário dos táxis sabe que a melhor maneira de maximizar os lucros é eliminar da estrutura de custos o peso das amortizações da viatura e os honorários do motorista, ou seja ter um Peugeot velho e um motorista andrajoso e barato.
Naturalmente as associações do sector e a própria legislação, criando barreiras à entrada, promovem zelosamente este statu quo, desprezam completamente o interesse do cliente e, consequentemente os taxistas são muito feios e os táxis são muito velhos.

Nas outras profissões minimamente desejadas, sejam elas quais forem, acontece exactamente a mesma coisa, um proteccionismo doentio em que a valorização da competência e competitividade interna é mitigada por mecanismos mais ou menos obscuros e onde os elementos da corporação agem como membros de uma matilha: à mínima ameaça atacam em conjunto sem olhar a quem.
Na blogosfera e na sociedade, todos os dias, também se podem observar estes fenómenos de matilha. Há dias escrevi um texto onde colocava em causa, basicamente, duas coisas: 1) a negociata do ensino superior e, consequentemente 2) o excesso de licenciados e a falta de quadros médios no sector da saúde. Ninguém leu com atenção, ou então ninguém percebeu, e por isso ninguém apresentou argumentos contrários - na caixa de comentários as várias matilhas limitaram-se às agressões e insultos. De certeza, também, gente feia e velha, trajada com umas batas sujas e rotas.

Peliteiro,   às  22:45
19  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

terça-feira, 2 de junho de 2009

Fp x OP = Fr x OR 

«A força aplicada em pontos de extremidade da alavanca é proporcional à relação do comprimento do braço de alavanca medido entre o fulcro e o ponto da aplicação da força aplicada em cada extremidade da alavanca.»

Ainda há pouco tempo, há muito poucos meses, se discutia a possibilidade do PSD se fragmentar, moribundo, e acabar enquanto partido do "arco do poder". Ainda hoje se pode ouvir - e esta irrita-me sobremaneira - que não há alternativas consistentes à liderança de José Sócrates.

Pois bem, o PSD, num instante, fez aparecer Paulo Rangel da cartola e, num instante, surgiu um candidato com um potencial de vitória inegável, um excelente candidato nestas e em quaisquer outras eleições.

Se Rangel ganhar as eleições europeias no Domingo - como creio que ganhará - pode resultar um efeito de alavancagem capaz de desencadear uma dinâmica de vitória, que pode ser realavancada ainda pelas vitórias - que creio que ocorrerão - de Rui Rio no Porto e Santana Lopes em Lisboa. Se Rangel ganhar as eleições fica demonstrado que de onde este veio poderão vir outros mais e que o que não faltam em Portugal é alternativas credíveis ao medíocre do Sócrates.

Peliteiro,   às  21:35
2  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Bibota 

O futebol já não é o que era. Nos dias de hoje é possível adivinhar com muitas horas de antecedência o desfecho de um jogo de futebol. Ontem o Porto arrecadou mais um título, uma "dobradinha", sem surpresa e sem esforço. O que valeu foi o ambiente animado, antes e depois do jogo (na fotografia abaixo, o fim de festa na Meta dos Leitões, com o Nuninho já com muito sono e com o grandioso e inesquecível Bi-Bota de Ouro, Fernando Gomes).
Esperemos que para o ano as competições sejam mais equilibradas, porque se ninguém der luta deixo de ir à bola - não vale a pena é tudo muito previsível, é bater em mortos.

Fernando Gomes Bi-Bota de ouro

Peliteiro,   às  13:18
12  Comentários pertinentes e devidamente fundamentados          Enviar este texto por mail:

 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.