<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 21 de junho de 2010

Nacionalizar nunca é boa prática 

Governo Regional da Madeira poupará este ano um milhão nas análises clínicas

Na Madeira descobriram agora a "capacidade instalada" do laboratório de análises clínicas (deve chamar-se de patologia clínica) do Estado. No Continente já tinham descoberto o conceito há uns anos, na unidade local de saúde de Matosinhos. Por acaso, em nome da transparência e da responsabilização, deveria ser feito um balanço do resultado dessa fantástica decisão que aproveitaria a "capacidade instalada": 1) quantos funcionários contrataram, quantos farmacêuticos e médicos tinham e agora têm, quantos gastaram em equipamentos, e em obras, e em viaturas, conseguem contabilizar os custos indirectos? 2) quanto pagaram em subsídios de desemprego aos funcionários desempregados dos laboratórios privados, quanto perderam em receitas de IRC? 3) É verdade que agora há listas de espera e marcações para fazer análises (como acontecia há aí 20 anos nos laboratórios privados), quantas repetições de colheita, qual a satisfação dos doentes, que indicadores de qualidade?

Julgava que nacionalizar nunca é boa prática, mas nas análises clínicas, portanto, parece que acreditam que sim. Já agora, se são assim tão eficientes, 4) confessem lá quanto gastam em análises que não conseguem fazer por incapacidade técnica e pedem a laboratórios privados?

Etiquetas:


Peliteiro,   às  19:51

Comentários:

 

É melhor privatizar tudo!...

Permitir que a concertação funcione, que os resultados tenham padrões de qualidade extraordinarios e que a auto-regulaçao e auto-fiscalizaçao funcione ...

É verdade: pedir ao Estado que injecte injecte milhares de milhões em laboratórios de multinacionais que motivam os seus funcionários com contratos altamente remunerados!

Qual relação Estado-Utente: o país precisa é de intermediários!!! Estímulo às micro-nano-infra-pequenas e medias empresas!!!

 

 

 

O Vasco continua a falar do que não sabe, convencido e arrogante.

Sabe lá bem o que é um laboratório, trabalhou alguma vez num hospital, estudou alguma vez gestão, dirigiu alguma vez um serviço ou uma empresa? Haja paciência. Tanta soberba!
Confine-se à sua cadeira de dentista.
# por Blogger Mário de Sá : terça-feira, junho 22, 2010

 

 

 

Lamento que a divergência satírica seja propriedade de alguns!... Parece não conseguir lidar com o mesmo tipo de pragmática à qual costuma recorrer...

Não consigo ainda classificar a adjectivação a mim dirigida neste seu comentário... (até porque desconhece o meu curriculo,experiencia,bibliografia e até os profissionais com quem convivo intimamente).

É certo que cada um pode, da tribuna do seu blogue, opinar de forma desenfreada e tendenciosa sobre tudo e mais alguma coisa (vendo bem, é condição sine qua non da maioria dos bloggers) mas daí entrar em contendas pessoais parece-me excessivo!


Na situação dos "rastreios" acreditei que a ira despropositada era fundada em preconceitos extemporâneos... Nos posts sobre a privatização dos SNS encontrei sinais de partidarite que, apesar de tudo, acaba por ser transversal a todos os comuns mortais.

Apesar destas contendas e nunca tendo oportunidade de o conhecer, recorri ao seu blogue para divulgar a minha petição por acreditar no seu bom senso e sensibilidade para o tema da Saúde.

Quanto a esta questão em particular acredite que conheço q.b. o modo de funcionamento de instituições prestadores de saúde publicas e privadas e tive até oportunidade de privar com profissionais da area... Nao vou entrar certamente em pormenores (ja que este nao é o local próprio) mas posso adiantar-lhe que uma pessoa em particular disse, em viva voz, que muitos resultados laboratoriais eram obtidos analisando meia dúzia de parâmetros e obtendo os restantes por médias, medianas e regras de três simples... (óbvio que não quero acreditar)

Ao demais apoio-me em bibliografia de estudos coordenados, p.e., por Jorge Simoes e até em artigos da Associaçao Portuguesa de Economia da Saúde. Se há coisa detestável é falar sob a forma do anonimato e/ou dar ao desbarato argumentos gratuitos não fundamentados. Por abominar tudo isto identifico-me e dou a minha perspectiva baseada em conhecimento não só livresco como empírico.


Lamento que interprete uma opinião mais apaixonada com pitadas de ironia (considerando a limitação de um comentário escrito que não possui o tom de voz e outras componentes expressão não verbal) como ofensa e daí reagir de forma tão...adjectivada...


Cumprimentos,
# por Anonymous Vasco Duarte : sexta-feira, junho 25, 2010

 

 

 

Lamento que a divergência satírica seja propriedade de alguns!... Parece não conseguir lidar com o mesmo tipo de pragmática à qual costuma recorrer...

Não consigo ainda classificar a adjectivação a mim dirigida neste seu comentário... (até porque desconhece o meu curriculo,experiencia,bibliografia e até os profissionais com quem convivo intimamente).

É certo que cada um pode, da tribuna do seu blogue, opinar de forma desenfreada e tendenciosa sobre tudo e mais alguma coisa (vendo bem, é condição sine qua non da maioria dos bloggers) mas daí entrar em contendas pessoais parece-me excessivo!


Na situação dos "rastreios" acreditei que a ira despropositada era fundada em preconceitos extemporâneos... Nos posts sobre a privatização dos SNS encontrei sinais de partidarite que, apesar de tudo, acaba por ser transversal a todos os comuns mortais.

Apesar destas contendas e nunca tendo oportunidade de o conhecer, recorri ao seu blogue para divulgar a minha petição por acreditar no seu bom senso e sensibilidade para o tema da Saúde.

Quanto a esta questão em particular acredite que conheço q.b. o modo de funcionamento de instituições prestadores de saúde publicas e privadas e tive até oportunidade de privar com profissionais da area... Nao vou entrar certamente em pormenores (ja que este nao é o local próprio) mas posso adiantar-lhe que uma pessoa em particular disse, em viva voz, que muitos resultados laboratoriais eram obtidos analisando meia dúzia de parâmetros e obtendo os restantes por médias, medianas e regras de três simples... (óbvio que não quero acreditar)

Ao demais apoio-me em bibliografia de estudos coordenados, p.e., por Jorge Simoes e até em artigos da Associaçao Portuguesa de Economia da Saúde. Se há coisa detestável é falar sob a forma do anonimato e/ou dar ao desbarato argumentos gratuitos não fundamentados. Por abominar tudo isto identifico-me e dou a minha perspectiva baseada em conhecimento não só livresco como empírico.


Lamento que interprete uma opinião mais apaixonada com pitadas de ironia (considerando a limitação de um comentário escrito que não possui o tom de voz e outras componentes expressão não verbal) como ofensa e daí reagir de forma tão...adjectivada...


Cumprimentos,
# por Anonymous Vasco Duarte : sexta-feira, junho 25, 2010

 

 

 

Meus caros:

Se me permitem dar uma achega a este tema, com o devido respeito por ambas as partes, aqui vai:

Estatizar ou privatizar, de per si, não é o cerne da questão.

Não se pode santificar ou diabolizar quer uma quer outra opção.
O busílis é este: tem-se criticado a estatização por erros crassos cometidos de facto; mas estatizar só por si não é o pecado.
Na privatização também há vícios, adulterações, incompetências...

O que faz falta é racionalidade económica, eficaz supervisão, atenção aos diversos segmentos em equação tendo em mente uma optimização na satisfação dos utentes.

O «pecado» mora (pode morar...) nos dois lados...

Vimos excessos perniciosos cometidos nas nacionalizações da banca com todo o estendal de corrupções e de despesismos abusivos. Corrigiu-se. Optou-se pelo segmento privado. Acabaram os excessos, as trafulhices, as habilidades, as evasões?

Há que fiscalizar, supervisionar com eficácia e esperar que a racionalidade económica dite as regras de boa gestão e de bom senso...

«De hora a hora Deus melhora!», diz o povo, mas sem razão...
# por Blogger rouxinol de Bernardim : sexta-feira, junho 25, 2010

 

 

 

Subscrevo caro rouxinol!
# por Anonymous Vasco Duarte : sexta-feira, junho 25, 2010

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017      Dezembro 2017      Abril 2018      Maio 2018     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.