<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Homeotreta 

Olha, foi regulamentado o exercício da homeopatia. Ridículo: «Os princípios teóricos em que se baseia a homeopatia são, designadamente, a lei da semelhança, o princípio da duração da cura, o princípio do remédio único, a teoria da dose mínima infinitesimal e a teoria da doença crónica

Peliteiro,   às  13:52

Comentários:

 

Que atraso!
É tratar esta gente toda que faz estas leis a produtos homeopáticos para toda e qualquer doença de que venham a padecer.

 

 

 

Era melhor quando só existiam médicos, enfermeiras e boticários não era?

Já são para aí 50 agora! E todos querem exclusividade no que fazem.

Que grande salganhada vai em Portugal.

"A liberdade de ter cada curso o seu nome e o direito de definirem como bem entenderem o seu campo de acção"... isto só pode dar asneira.


# por Anonymous Presciente : sexta-feira, outubro 10, 2014

 

 

 

Como enfermeiro, entristece-me a forma como o sr (farmacêutico, ainda por cima) trata a ciência homeopática. Diagnostico, trato e acompanho doentes das várias diversas etiologias, psiquicas e fisicas, com medicaçao homeopatica e sempre baseados nos principios desta ciencia. Comparo muitas vezes os tratamentos que faço na clinica onde trabalho com os doentes internados no hospital onde tambem trabalho, muitos com as mesmas doenças, e posso-lhe garantir que os meus doentes sao muito melhor tratados com a homeopatia! Eu vejo isso todos os dias, só tenho pena do nosso governo não aceitar ainda a homeopatia como uma prática integrada no sistema nacional de saude. Despeço me com a esperança de um dia os supostos farmacêuticos seham mais informados, e os meus doentes não terem de fazer quilometros para arranjar uma farmácia que faça os meus manipulados.
# por Anonymous Anónimo : sábado, outubro 11, 2014

 

 

 

Solução: Faça-os a senhora.
Sabendo tanto de homeopatia, deve meter-se a manipular.
Mais, teria maior confiança no que receita e proventos dobrados.
# por Anonymous Anónimo : sábado, outubro 11, 2014

 

 

 

Ao anónimo que se diz enfermeiro:

Tu lá és enfermeiro??? Deve ser algum farmacêutico a fazer-se passar por enfermeiro e a armar-se em ignorante.

Um Enfermeiro sabe o que quer dizer ciência e evidência científica pelo que não devia usar essa pseudociência homeopática. Mostre-me aí esses ensaios clínicos randomizados e depois falamos.

És a desgraça dos Enfermeiros sem homeotretas!
# por Anonymous Átila Uno e indivisível : sábado, outubro 11, 2014

 

 

 

http://www.youtube.com/watch?v=X2-18t2O2Zo&feature=share

Segundo 18. Estes enfermeiros são uns merdas, e sabem menos de saúde que o meu Cocker Spaniel. Sabem lá o que é uma vacina... Para arranjarem clientela, em vez de o fazerem através da demonstração de brio e competência, como destas características têm zero, resta-lhes fazem-no através de reclames televisivos! Ridículo!
# por Anonymous Anónimo : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

https://twitter.com/peliteiro/status/521222867006943232
# por Blogger Peliteiro : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

De saúde sabem pouco porque esses conhecimento é infinito agora de vacinas dão-te 15 a 0. Por alguma coisa o PNV é o melhor programa em Portugal. Se fossem outros ainda tínhamos varíola em Portugal. Há asnos que só querem estragar o que funcioba bem. É o "pogresso""!
mata.te e faz arroz de urso
# por Anonymous Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Ó seu retardado, é por acaso um enfermeiro o criador do PNV? Sabes ZERO de vacinas. Sabes o que é um adjuvante? Sabes o mecanismo? Sabes porque é que temos vacinas vivas e mortas? Qual a diferença do tipo de imunidade que se gera a cada uma, e porquê? Vai mas é pastar e deixa a ciência para quem sabe, labrego.
# por Anonymous Anónimo : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Átila o Burro, então o conhecimento em saúde é infinito? O que há para descobrir é que pode tender para o infinito, mas o conhecimento existente é finito. Mas também, ninguém espera que um enfermeiro saiba o que é conhecimento em saúde, especialmente com as suas fantásticas teses de doutoramento: "o cuidar" e "o regresso a casa".
# por Anonymous Hemorroida que matou o Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Portugal é o país da basófia. Sabem todos muito.e inventam muitas coisas mas se queres ver algo feito e a horas... Chama-se um Enfermeiro. Por alguma razão o que os Enfermeiros fazem não tem tempos de espera, a produtividade está a léguas de todos e a população tem o cuidado assegurado. Olha se fosse um farmasófias... taxas de cobertura vacinal miseráveis a um nível terceiro mundista. Nem os vossos proprietários de farmácia vos querem. Admitam... para aquilo que um farmacêutico faz há melhores opções.
# por Anonymous Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Claro que as teses não servem para nada a quem não sabe ler. Mas também não se espera muito de quem está entalado sem perspectivas profissionais e que tanto desdenha os enfermeiros mas quer fazer o que eles fazem. É pensos, é avaliações de TA e PGC, é injecções , é vacinas...
Hoje em dia basta existirem técnicos de farmácia(muito mais briosos e competentes
) por isso se desaparecerem ninguém dará conta. Tenham noção disso. Podem espernear mas é a verdade
# por Anonymous Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

O átila está a trollar a caixa de comentários. Por favor não alimentem os trolls que eles acabam por morrer à fome.
# por Blogger Azrael : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Quer dizer que vem aqui um moço falar mal da homeopatia e querem correr con ele por ele ser enfermeiro? Sois uns racistas(conceito da MFL). Lol
Já agora andei à procura e há muitos estudos homopáticos feitos por farmacêuticos... será um Grande Cisma? mas lá que os homopataa se andam a esforçar a fazer RCT,s lá isso andam.
PS: Vou só fazer um chá de papoila branca homopatenteado pró Átila porque não é justo !
# por Anonymous Presciente : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

"entalado sem perspectivas profissionais"

Fala o otário com um dos cursos com mais desemprego do país, inútil e sem futuro. Para o que um enfermeiro faz basta o 9º ano, alias, vocês são substituíveis por qualquer auxiliar. O trabalho aparece feito porque não há muito a ser feito, tanto na enfermaria como consulta externa, andam para lá nas calmas a laurear a pevide. Têm um horário das 9 às 4 e troca o turno, maravilha. Desgaste profissional!? LOL não me façam rir. Ó Átila, sabes porque é que os farmacêuticos dão picas? Porque desde o meu avô até ao cirurgião, qualquer um pode fazer. Tudo o que tu fazes, um bom macaco amestrado também faz.

Fuma menos e estuda mais.
# por Anonymous Anónimo : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Fala o gajo que a coisa mais complexa que tem de fazer é dar o troco de 10 Euros. Lol.
Há uns tempos a OF fez um manual de tratamento de feridas que alunos do 2 ano de Enfermagem fariam. Porque se estão a virar para as feridas e as vacinas? É porque tambêm querem ser macacos amestrados? já agora ó jumento, tens de aprender que há sítios tipo intensivos, urgencias e usf onde numa hora trabalho tanto como tu num mês. Se o país trabalhasse todo como os enfermeiros éramos melhores como a Alemanha mas como é só de basófias que fazem e acontecem tipo tu... é a desgraça que é. Quem quer farmacêuticos portugueses ? ninguém. Nem cá...
# por Anonymous Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Dar um troco de 10€ pucha mais pela cabeça do que ser pau mandado do médico, dar comprimidos, limpar feridas, tirar pontos (quando o sr dr manda!), e ah claro, limpar baldes de merda. "Ah e tal mas vacinação e o camandro, dou 15-0" mas saber o que é um adjuvante, ou porque é que vacinas para agentes capsulados têm de ser dadas mais frequentemente do que para organismos não capsulados já tu não sabes. Vai lá mudar fraldas, mas se quiseres fazer um part-time, as prateleiras da minha farmácia precisam de lustro.

Não entraste em medicina, nem em medicina dentária, nem farmácia, sobrou-te a enfermagem. Boa noite frustradinho.
# por Anonymous Átila, comeram-te o cú! : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Este blog sempre foi extremamente civilizado até cá caírem os enfermeiros. Não têm um blog próprio?
# por Anonymous Anónimo : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Vou "puchar" pela cabeça para ver se consigo ser farmacêutico a dar vacinas e injecções, essa coisa de macaco amestrado mas que eu quero fazer e que vou aprender com um enfermeiro. Carrega burro! E um dia eu vou meter-te o enema bem fundo para te tirar o cocó preso da morfina . Quando estiver a lascar-te o ânus vais agradecer no final que alguém te possa fazer tal bondade. Aí já não vai ser nojento. Será "profissionalismo"

Agora dá lá o troco que eu vou puchar "ferro"
# por Anonymous Átila : domingo, outubro 12, 2014

 

 

 

Nem de propósito, já cá faltava a velha boca do enfermeiro frustrado que, quando confrontado pela falta complexidade da sua actividade, recorre ao típico e já gasto contra-argumento: "enfermagem é merda, mas espera até precisares de um enfermeiro para te limpar o rego".
Rapaz, mete uma coisa nessa cabeça que não deu para mais: os enfermeiros são importantes! Alguém tem de ser a mão do médico em tarefas menos complexas que podem e devem ser delegadas, agora ninguém consegue é reconhecer complexidade nos "actos" de enfermagem (que não são mais do que actos médicos delegados). De tal modo, que não há argumento para impedir a vacinação por farmacêuticos em farmácia, que percebem muito mais do que qualquer enfermeiro sobre medicação, e que tal como qualquer enfermeiro, estão muito pouco qualificados para lidar com reacções adversas à administração de um injectável (sim, 99,9% dos enfermeiros pensam que é com anti-histaminicos que se trata uma anafilaxia). Sabes a diferença entre profissões e actividades? Vai mas é abrir um livro de sociologia para perceberes porque é que um enfermeiro não pode argumentar sobre a legitimidade de um farmacêutico vacinar, quando o acto de vacinação pertence à profissão médica, e é delegado legalmente à actividade de enfermagem. Vês os médicos preocupados? Eu não.

Agora vai lá dar no ferro enquanto eu vou estudar. Sim, estudar, bem sei que tenho de estudar, ao contrário de ti e dessa enfermeirada toda, que da última vez que abriu um livro foi para o exame nacional de português, que usou como especifica para entrar na escolinha vão-de-escada de enfermagem.

Boa noite.
# por Anonymous Átila, o Burro : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Já chega!
Deixem o enfermeiro em paz!
Ele que diga o que quiser, tem lá os seus recalcamentos e cada um sabe de si.
Não deixam de ser úteis à sociedade, alguém tem que fazer "certos" serviços.

De resto o assunto nem era esse!

Recomendo do nosso lado boa educação!
Não nos ofende quem quer.
Passemos adiante.
Eu quando o enxurro corre na valeta limito-me a arregaçar as calças!
- Escápula-



# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Um farmacêutico a falar de complexidade da actividade? lolololol. Espera... lololol

Tu lá sabes o que um Enfermeiro faz e que formação tem....

Quando permitirem comprar comprimidos em máquinas vais ver a complexidade...
# por Anonymous Átila, flagelo de Deus : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

O que não falta em Portugal é gente muito qualificada que faz e acontece... admira-me como Portugal não é o país mais rico do mundo.
Ps: o exame de Português deu jeito para PUCHAR menos pela cabeça. Seu burro. Se te pusesse o material do enema nas mãos ainda o metias no nariz. Inútil. É a palavra que melhor descreve a tua laia... inútil ;)
# por Anonymous Átila, flagelo de Deus : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

E aprende umas leis ó melão com pernas. Não existe acto médico por isso o resto é só balelas e lê menos sociologia... ainda acabas a bater continência ao Jerónimo e Boaventura.

Ainda está para nascer um farmacêutico que faça alguma coisa melhor que eu.

Ah. Já viram o vosso anúncio das vacinas? Brilhante... continuem :) parece um anúncio de ida para o talho. Lolol

# por Anonymous Átila, flagelo de Deus : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Essa cabeça funciona a carvão? Não sabes escrever tudo de uma vez, meu burro?

Sua besta ignorante, não existe acto médico legislado mas existem actos médicos. Por isso é que um médico pode fazer uma laparotomia e prescrever um antibiotico, e tu nem um peito podes dar sem ordem médica. Para tua informação (adoro contribuir para a instrução de mentes menores), tudo o que fazes são actos médicos delegados. Não sabias? Pois, há muita coisa que não sabes, como por exemplo, a diferença entre imunidade humoral e celular, e que tipo de vacina origina, com maior probabilidade, cada uma delas.

Olha lá, quem te disse que não sei o que um enfermeiro estuda? Sabes lá se por acaso já não estudei enfermagem? Quem te disse que sou farmacêutico? Se calhar estou mais perto de ser o tipo que te dá ordens na enfermaria e tu, com um grande melão, metes o rabo entre as pernas e fazes o que te mando ;)

Beijinhos fofo*
# por Anonymous Átila, o nhUrro : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Deves ser algum farmacêutico burro que aconselha algum incauto a tomar como ansiolítico 40 mg de propanolol ou que pensa que o deltóide fica ali perto de Alexandria no Egipto.
Tu sabes tanto de vacinas como eu de estocar paredes.

Ah e separo as mensagens que é para perceberes melhor e não ""puchares"tanto pela cabeça.
Tu não pescas nadinha de leis pois não ? pobre bicho...
Lá dás ordens a alguém. Atado como deves ser nem abrir o cacifo deves saber para ires buscar a cábula para saberes a dose de AAS no EAM .
Quando quiser lições de Imunologia pesquiso. Ia agora um gajo que nem escrever sabe dar-me lições...
# por Anonymous Átila, flagelo de Deus : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

LOL o propranolol pode ser dado 30 a 60 minutos antes de uma situação indutora de ansiedade, a uma dose que vai (idealmente) de 20 a 60 mg! Tanto pelo tremor (há isotipos de receptores beta-2 no músculo esquelético, sabes o que é isso sequer?), como pelas acções simpaticoplégicas a nível central.

Enfermerda, resume-te às fraldas, foste papado.

Beijinhos fofo*
# por Anonymous Átila, o ignorante farmacológico : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Sr. enfermeiro, para quem critica o português alheio, se calhar deveria aprender a escrever propRanolol.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

O àtila é o flagelo da merda
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

E a estUcar paredes...
# por Anonymous Mariana Fróis : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Pois pode e depois: ah e tal tou com uma impressão no peito e sinto-me fraca...
e como é q tas a tomar isso ?
40 de manha e 40 ao deitar
Deixa ca fazer um ecg... ih cum catano... vais ficar cá uns 2 dias a fazer wash out...
Nunca mais sigo o que o doutor da farmácia diz

Ps: bem metida essa do propranolol

Ps 2: limitem-se a aconselhar Aine,s porque experiência com fármacos a sério...
É cada crime... então com antibióticos e benzodiazepinas... façam o que sabem e não inventem
# por Anonymous Átila : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Ó Marianinha.. para ti é mesmo estocar ;) glory hole capisce?

Mas vamos fazer as pazes porque o que interessa são mesmo os doentes...
# por Anonymous Átila : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Ó espertalhão, meter na mão do doente de forma descorticada, comprimidos que o médico mandou, não é ter experiência com o uso de medicamentos.

Boa noite fofo*
# por Anonymous Átila o Urso : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Atenção ao nível dos cometários.
# por Blogger Peliteiro : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Pensava que este post era sobre homeotretas. Afinal é sobre enfermagem. Não discuto o trabalho dos enfermeiros em cuidados de enfermagem. Cada um faz o que sabe. Posso discutir no caso da gestão de doentes crónicos, que só mentes facciosas não entedem que esta é feita muito melhor por farmacêuticos comunitários, por uma simples questão de acesso. O que deve estar incluida nesta gestão é uma questão em aberto para o qual contributos construtivos são necessários em vez da habitual troca de insultos que acabam invariavelmente na arte de meter um enema. Suspeito que Freud explicaria estes complexos muito bem...

Para a homeopatetice, a solução é fácil: qualquer profissional de saúde (médico, enfermeiro, farmacêutico) que a queira praticar, aconselhar ou vender, deve estar registado que é para quando alguma coisa correr mal (e vai correr de certeza absoluta) essas pessoas responderem pelos seus actos. E aí não há Hahnemann que lhe valha. Porque nestas coisas de enganar encautos, convém que se saiba quem são os intrujas. Não há ciência na homeopatia, só intrujice. Especificamente no caso das farmácias que vendessem estas coisas deviam ser encerradas ou conveterem-se ao negócio das gomas, que vai dar ao mesmo.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Quando pararem de andar à bulha avisem !

Deixaram-me pendurado na minha interrogação!

Ao que dizem já se fazem alguns RCT's na HOMopatia ou ciência homopática, vi até um de farmacêuticos:

"Effectiveness of homeopathic medicine associated with allopathic medicine in the outpatient management of influenza-like illnesses or ear, nose, and throat disorders by pharmacists."

Por isso cuidado que ainda atingem algum boticário!

Só acho mal é que no McDonald's reclamam porque misturam água com a coca cola e aqui já dizem que é ciência.
Vá-se lá entender os filósofos!

Há até um "homopatiofármaco" que já teve honras de Revisão da Cochrane.

Eu se tivesse uma farmácia metia já lá um Homopata. Vai melhorar o negócio de certeza
# por Anonymous Presciente : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Estudo interessante esse, mas tem a seguinte limitação: "The results of this observational study are limited by the fact that few patients in the HAT (Homeopathic medicine with or without allopatic medicine) group took homeopathic medicine only (9/145, 1.6%); therefore, the effectiveness of homeopathic medicines alone in ILI (influenza like illness) and ENT (ear, nose and throat) disorders could not be assessed". O mesmo é dizer que não representa evidência de nada.
De qualquer forma, um dos resultados mais interessantes é este: "..showed that CAM (complementary and alternative medicine including homeopathy) users tended to be younger, better educated, and more aware of the side effects of allopathic medicines compared with nonusers." O que fica claro é que são segmentos mais educados e jovens da população que consomem estas tretas.
Mas mais preocupante do que as patetices é o grupo demográfico que mais consome estes rebuçados: são os mesmos da mania da não vacinar as crianças. O problema é que são os que ainda retêm poder de compra significativo. Há quem se deixe ir atrás destas tendências de mercado, e não são só farmácias e farmacêuticos.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Se o Átila vê isto até se espuma com o homopata que apareceu por aí a dizer que é enfermeiro.
Ainda se desfazem um ao outro!


"After 3 days of treatment, clinical improvement was comparable in both treatment groups. Pharmacists have an important role to play in the effective management of ILI and ENT disorders."

Since homeopathic nostrum contains nothing, to my way of thinking, if anything the study demonstrated that symptomatic treatment had no effect compared with placebo for influenza like illness or ENT problems. Any improvement is likely due to the natural history. Not that

"Homeopathic medicine, with or without allopathic medicine, appears to be effective at alleviating the symptoms of ILI o ENT disorders."

Why would the authors suggest such a conclusion? Ah. Funded by Borion, the worlds largest manufacturer of homeopathic products and the authors are Borion employees.

What other conclusion could they have had? Oh, wait, so sorry. Only proponents of science-based medicine are shills for industry.


http://www.sfsbm.org/index.php?option=com_content&view=article&id=265:battling-placebos-wrong-conclusions&catid=45&Itemid=435
# por Anonymous Presciente : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Green: eu só tinha dito que eles se andam a esforçar por tornar isto uma ciência! Não disse que não era banha de cobra!

Mas é um Mal que se está a espalhar rapidamente...

Se fizer uma pesquisa na Medlinha, encontra 58 estudos completos para consultar e entreter-se, de RCT's e CT's. Vai descobrir coisas muito engraçadas ;)
# por Anonymous Presciente : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

GreenMan, muito bem. De acordo com tudo, excepto na penalização para as farmácias que vendem homeopáticos pura e simplesmente porque, a serem vendidos em algum lado, que o sejam num local onde exista um profissional de saúde sujeito a um código deontológico que lhe possa dizer que aquilo não lhe vai fazer nada e, sobretudo, que consiga distinguir situações em que a sua utilização é inofensiva e outras em que a não utilização de terapêuticas eficazes de imediato possa dar origem a problemas graves de saúde. Na prática é o que já acontece em muitas. Está disponível para quem quer comprar mas recebe o aviso de que não existe evidência de que funcione. Claro que há também as que apregoam que é eficaz. Há ovelhas negras em todo o lado.

Presciente, então, felizmente para todos, ainda bem que não tem farmácia.
# por Blogger Azrael : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Azrael, está a ser ingénuo. As farmácias não podem vender homopatetices, pelo conflito de interesses mais que evidente. Então quem é que vai no acto da venda dizer "não leve isto que não lhe faz nada"? Eu dizia, e quase sempre tinha sucesso, pela relação de confiança estabelecida, mas duvido que hoje em dia isso seja assim. A pressão para vender produtos que têm muita margem é muito maior do que há uns anos. Os míudos que hoje saem da faculdade não têm estofo para afrontar estes interesses, porque o mercado de trabalho não está para brincadeiras.
Se os farmacêuticos querem vender estas patetices, abram outras boticas, estilo parafarmácia ou ervanária. E, obviamente, registam-se como vendedores de banha da cobra. A partir desse momento, a Ordem suspenderia as suas carteiras profissionais, porque para vender estas tonterias bastaria estar registado na ERC, não dando hipótese destas pessoas se intitularem "farmacêuticos". Estes estabelecimentos até podem ser chamados boticas homeopáticas, mas nunca poderiam ter medicamentos nenhuns (nem OTCs). Acho que para bem da ciência, da saúde e da farmácia portuguesa, os farmacêuticos portugueses deveriam iniciar uma campanha para informar a população sobre esta fraude. A primeira acção dessa campanha é pedir legislação para proibir a venda destes produtos nas farmácias comunitárias.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Homopatas, ossopatas, Plantopatas entre outros praticantes do oculto mascarado de ciência, vão ter agora licenciatura. Tentem convencer o Povo de que o que eles fazem não é fidedigno se até são doutores.

Depois tentem demonstrar aos ocultistas a evidência científica da sua "prática". "Indes" ser chamados de fascistas e corporativistas.

Por último, eu como me importo muito com o meu bolso e gosto é de negócio, já penso em expandir a minha parafármacia e já que a ERS não faz nada e não, vou por uns neóns bem grandes a oferecer promoções de medir a TA e Oscillococcinum®. O anúncio dirá que é testado cientificamente e não estarei a dizer nenhuma mentira(só se fosse burro é que dizia que não faz nada, mas não sou mentiroso. Omito, não minto)

Preparem-se que o Oculto vem aí! E serão tão doutores como os outros
# por Anonymous Presciente : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

Os doutores do oculto e do esotérico já cá andam há muito.
Chegou a hora de começar a discutir isto de forma séria. A melhor forma de desmontar esses argumentos "corporativistas" é perguntar o que dá mais lucro à industria, se comprimidos que demoraram anos a desenvolver, ou se uns rebuçados de açucar com uma gota de água. São argumentos ridiculos e quem os usa devia ser imediatemante esbofeteado ou pisado por um pé gigante que desce dos céus.

Para bem da farmácia, seria também importante educar as pessoas para distinguir entre fitoterapia e homopatetice. A confusão foi deliberadamente lançada para o éter pelos arautos desta onda new age, cabe-nos a nós informar e educar, demonstrar as diferenças sempre que nos for possível. E claro, proibir a venda dessas patetices nas farmácias! Isto é essencial.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 13, 2014

 

 

 

O Infarmed autorizou a sociedade Terra Verde a proceder à produção de canábis de baixa concentração de THC para que esta seja vendida a uma empresa da indústria farmacêutica no Reino Unido, escreve o Público. Esta é a primeira concessão do género em Portugal.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, outubro 14, 2014

 

 

 

e farmacêuticos a vender Herbalife...que dizem a isto?
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, outubro 16, 2014

 

 

 

Que é uma grande asneira.
Mas enquanto as farmácias não forem consideradas uma mais valia na saúde e com provas dadas há mais de 300 anos não há nada a fazer.
É um salve-se quem poder e infelizmente para não falir agarram-se ao que pudem.
Tudo isto vai acabar mal.
Os grandes grupos que só olham a pilim e estão à espreita.
A confiança farmacêutico - doente que levou dezenas de anos a adquirir é para eles coisa de antigamente.


# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 17, 2014

 

 

 

http://www.ionline.pt/artigos/portugal/dois-medicos-tres-farmaceuticos-entre-os-arguidos-burla-receitas-medicas

Dois médicos e três farmacêuticos estão entre os arguidos levados a julgamento por fraude com utilização de receitas médicas, crime que causou um prejuízo superior a 1,3 milhões de euros ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).


# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 17, 2014

 

 

 

Greenman, a sua proposta provavelmente resultaria ainda numa maior credibilização dos homeopáticos perante a opinião pública (é uma conspiração da indústria farmacêutica para erradicar a concorrência, etc). O mesmo se passa com a anti vacinação: campanhas de informação aos antivacinações moderados a demonstrar que as vacinas são seguras radicalizam-nos. Há estudos recentes sobre isso. Por outro lado seria uma grande discriminação: também se vendem nas farmácias suplementos alimentares sem evidência de eficácia (tal como noutros pontos de venda). Se os homeopáticos forem banidos das farmácias, não se deve também banir esses produtos?

Por fim, não conheço países onde isso tenha sido testado. Conheço sim casos em que as farmácias os têm disponíveis mas nam proclamam a sua eficácia.

Relativamente à pressão de vendas, isso seria verdade para todos os produtos, não? A realidade é que a pressão das vendas pode existir para homeopáticos como para medicamentos que podem igualmente ser mal utilizados.
# por Blogger Azrael : sábado, outubro 18, 2014

 

 

 

APITO da Fernandinha

FCP - 1
SPORTING - 3
# por Anonymous Anónimo : domingo, outubro 19, 2014

 

 

 

Azrael, percebo a renitência em avançar para a proibição total da venda de homeopatia nas farmácias, mas tem de ser feito. Doa a quem doer. E há muito farmacêutico que será contra. A homeopatia é um conceito ridículo e que tem de ser desmascarado. Vai ser duro, mas a função de um farmacêutico também é educar a população sobre estas questões.
E que tal um espaço diário naqueles programas da manhã para informar a população? Porque é que os palermas da new age têm espaço e a ciência não? Quem é que ganha com isso? É verdade que a IF não tem sido propriamente muito rigorosa com alguns dos estudos e ensaios clínicos de medicamentos (Ben Goldrace, Bad Pharma: How Drug Companies Mislead Doctors and Harm Patients), mas daí a deixar-nos levar pela corrente da palermice, só porque é mais fácil seguir o mercado do que educar a população para estas questões, não me parece bem.

Caro Peliteiro, deixo-lhe uma palavra neste momento díficil, dado que Don Pinto da Costa está a dar as últimas. O apito azulado ainda tentou, mas sem jogadores que sintam a mística azul e branca, o Oporto está condenado.

# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 20, 2014

 

 

 

;)
As notícias da morte de Pinto da Costa são manifestamente exageradas...
# por Blogger Peliteiro : segunda-feira, outubro 20, 2014

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.