<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Fecharam 50 farmácias? 

Estimaram que em 2013 fechariam 600 farmácias, pelo que até ao momento já poderiam ter fechado aí umas 50.
Por acaso não conheço nenhuma...

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:07

Comentários:

 

Abertas sem medicamentos de pouco servem.

Mas aguardemos...

 

 

 

No início do ano foi vendida uma na zona do Porto por 3 milhões!
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

Eu conheço 7, num raio de 50 km que já entregaram o pedido de insolvência, mas continuam abertas, quase sem medicamentos. Conheço ainda 1 que há 1 ano não é fornecida por qualquer fornecedor... Para que se mantém aberta é um mistério.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

Este é de facto o panorama, muito negro e endividado...mas o Sr. Peliteiro ainda está como a maioria, acha que os a Farmácia é viável mas o problema é que os outros não sabem gerir...

Saudações Farmacêuticas
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

mantém-se aberta para não perder o alvará...
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

O Sr. Peliteiro lá porque tem um MBA julga que é um grande gestor
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

O big boss do b.p.i. acha que se os gregos aguentam nós também vamos aguentar.
As Termópilas subiram à cabeça de sua excelência!
Confunde alhos com bogalhos.
Coitado,teve asorte de lhe segurarem nos fundilhos a tempo...


# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
# por Anonymous Urgo : quinta-feira, janeiro 31, 2013

 

 

 

temos que proibir apossibilidade de exercicio comercial de farmacias, , estabelecimentos de saude, laboratórios de analises clinicas,afins... e que os seus sócios só possam ser profissionais do ramo...da saùde..O sr URLISH se for médico,enfermeiro,farmaceutico, radiologista,etc...pode ser sócio ,na medida em que isso não seja incompativel com a sua actividade bancária ou outra...
# por Blogger RENATOGOMESPEREIRA : sábado, fevereiro 02, 2013

 

 

 

???????????????????????
# por Anonymous Anónimo : sábado, fevereiro 02, 2013

 

 

 

O Sr. Peliteiro pode ter ou não um MBA. Mas, o Sr. Peliteiro sabe fazer contas. Para além disso, e ao contrário de muito pseudo-empresário, o Sr. Peliteiro não está à espera de um subsídio e de um apoiozinho. Essa é a diferença, nos farmaceuticos, e em todos os lados. Claro esrtá que o que se pretende ao criar o ambiente das "600 falências", é promover mais negócio para o Sr. Cordeiro e amigos, que estão gordos que nem texugos. Mas, querem mais.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

Ai é? Tá bem!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

O sr Cordeiro que publicamente disse que não confiava no C.C. passou a político alegadamente PS.
Novos rumos e novos dirigentes terá a ANF.


# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

Ó dr peliteiro:
Anda a monte ou já não liga ao blog.
Excesso de trabalho graças a deus.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

e cafés?, ... e Restaurantes? ... e bares de ...? E o estado?

José Tinoco
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

A do colombo em Lisboa já fechou e a do fórum Almada também.

A ANF exagera nestes comunicados alarmistas que envia para a comunicação social e penso que perde um pouco com isso em termos de credibilidade, mas a verdade é que a coisa não está bem.

Os armazenistas ainda vão segurando muito farmácia, mas começam também a entrar em stress.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

A COFANOR está falida!
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

A Udifar também não estará muito melhor e com outros é apenas um questão de tempo.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

Quem sabe de farmácias à venda por menos de 1 milhão?
# por Anonymous Constant : terça-feira, fevereiro 05, 2013

 

 

 

Só acima de 2 milhões.

Eu pelo menos só venderia acima de de 2x a facturação. Mais existências e prémio de venda já agora.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 06, 2013

 

 

 

E mais nada?

# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 06, 2013

 

 

 

Um Tesla S já agora para fazer companhia ao prémio de venda.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 06, 2013

 

 

 

2 vezes a facturação são contas antigas. Já não se praticam esses valores. Mas quem vende tem o direito de aceitar apenas aquilo que quer.

Em toda a verdade, ninguém sabe bem quanto é que vale uma farmácia hoje em dia.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 06, 2013

 

 

 

É nestas alturas que se fazem bons negócios e maus negócios. Só daqui a algum tempo saberemos quem fez os bons e quem fez os maus
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 06, 2013

 

 

 

Então o Presidente da Cofnor demitiu-se??? E a Direcção não cai? E o outro continua a mama??
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, fevereiro 07, 2013

 

 

 

Tenho as minhas duvidas. Entao as farmacias estao mal ou nao. Nao fecham e os precos de venda do alvara nao descem. Existe crise ou nao? Sera que com os salarios de miseria que vao pagando, os proprietarios estao a dar a volta por cima, enquanto os empregados dao a volta por baixo?
# por Anonymous Americano : quinta-feira, fevereiro 07, 2013

 

 

 

Então, mas essa liberalização da abertura e propriedade vem ou não? Estou esperando as grandes redes para nos salvarem.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, fevereiro 07, 2013

 

 

 

Liberalização? E depois quem paga todo o prejuizo do sector implantado em escadinha ? O estado ? Mais um bpn? Tem a certeza que quer ir por ai
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

Cheira-me que os armazenistas estão a aguentar as insolvências das farmácias à custa d o que lucram com as exportações paralelas.


Cada vez exportamos mais medicamentos, ou melhor, re-exportamos.

Quando os armazenistas não puderem continuar a vender a crédito a muitas farmácias que estão no limite, aí começam portas a fechar.

Beneficiam as farmácias que conseguirem manter as portas abertas, terão menos concorrentes.

# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

Lembra aquela história dos dois homens que se cruzam com um urso no bosque. O que interessa não é correr mais que o urso, o importante é correr mais que outro homem. É assim com as farmácias, um ver quem aguenta mais.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

A do Colombo, a do Forum Almada, a Ruão de Paredes, etc, etc, etc..., mais as que estão a caminho.
Tudo farmácias de gente "altamente", grandes "investidores", os tais que sabem muito de "números".
Bons a pregar calotes, deixam fornecedores e funcionários a "arder" e partem para outra qualquer vigarice de bolsos cheios.
E, não há justiça que os meta nos calabouços.

Cocas
# por Anonymous Cocas : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

E depois temos aquelas "coisas" abertas "junto" aos hospitais, que também não fecham exactamente porquê? Vivem do quê? Supostamente estão a perder "milhões".
Não percebo realmente nada disso. Que negócios são esses que perdem dinheiro e mais dinheiro e não fecham as portas para parar a hemorragia.
Para mim, meio mundo anda a tentar enganar o outro meio!!!!!!!!!
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

" Para mim, meio mundo anda a tentar enganar o outro meio!!!!!!!!! "

A tentar enganar e a conseguir.
# por Anonymous Americano : sexta-feira, fevereiro 08, 2013

 

 

 

A Farmácia Franquelim vai de vento em popa!
# por Anonymous Anónimo : sábado, fevereiro 09, 2013

 

 

 

Essas "coisas" abertas "junto" aos hospitais são o produto de um esquema mafioso engendrado pela corja, que entre outras façanhas, conduziu este País à humilhante submissão à tirania da alta agiotagem multinacional.
Os valores asrtonómicos das rendas com que venceram os "concursos" , à partida, não seriam para pagar nunca.
O gabinete de advogados que elaborou a legislação para os "concursos" encomendada pelo MS é o mesmo da sociedade que os venceu !!!...
Os calotes aos hospitais somam vários milhões e não há justiça que ponha termo a tamanha vigarice, mandando estes malfeitores à sombra que bem merecem...

À Coca
# por Anonymous À Coca : sábado, fevereiro 09, 2013

 

 

 

Tem toda a razão meu caro :

A "cosa Nostra" tem muito a aprender com a "corja nossa".

# por Anonymous Anónimo : sábado, fevereiro 09, 2013

 

 

 

Que graça que tem a inoçência destes senhores.
Ainda não viram bem onde o famoso NEGÓCIO das farmácias está metido.
Queriam liberdade de propriedade?
A gula é um pecado Mortal. É baralhar e dar outra vez e assumir com coragem a liberdade de instalação.
Doa a quem doer.
Ou há moralidade ou comem todos!
É preciso mudar tudo para que a renegada profissão de proprietário de farmácia(farmacêutico volte a ser digna e compensadora do esforço (24 h dia, 365 dias ano)
~A cada um segundo o trabalho e as capacidades~
# por Anonymous Anónimo : sábado, fevereiro 09, 2013

 

 

 

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/despesa-de-utentes-e-sns-com-medicamentos-foi-a-mais-baixa-dos-ultimos-cinco-anos-1584098
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 11, 2013

 

 

 

Em Espanha, as Farmácias vivem com uma capitação muito inferior (Navarra chega a ter 1000 habitantes por Farmácia) e com uma taxa de genéricos mais elevada (aumento mais expressivo em 2012). Ainda assim, não fecham...um bom exemplo para benchmarking!
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

Sim e a margem bruta em espanha ronda os 28% - 30% e em Portugal 20 % - 25% . O que faz muita diferença !
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

A margem em Portugal é de 20 a 25%?
gostava de ver essas contas...só em juros de financiamento de antecipação de valores que o estado paga em atraso estamos a falar de , no mínimo , um corte de 8% na margem líquida.
Depois digam como é que a comercialização de medicamentos pode ser viável.
Neste momento as farmácias não têm poder negocial com nenhum fornecedor, muitas pagam antecipadamente e sem desconto comercial.
O único caminho é o estado deixar de ser o principal cliente, e deixar o mercado funcionar.

Saudações Farmacêuticas
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

É um facto, algo que nunca compreendi é como é que o estado pode ter tanto poder regulador neste sector. É um exagero. Não vejo o estado a condicionar os preços das batatas e dos iogurtes ...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

Uma das vantagens da Internet é permitir uma maior transparência... numa simples consulta num site com Farmácias para venda estão anuciadas margens até 32 %. Um
bom exercício seria perceber como é que estas farmácias conseguem estas margens e adoptar as melhores práticas de negócio que as justificam. Por exemplo, já existem vários exemplos de colaboração entre armazenistas e farmácias para partilha de benefícios em compras em grupo...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

Restará saber se esses dados são de há dois anos ou de agora. São situações completamente distintas, embora considere que no limite (muito extremo) com aproveitamento ao máximo de eventuais descontos comerciais e compras em grupo pode ser possível uma aproximação a esses valores. Mas repito actualmente é muito difícil.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

Nem pensar, só para quem não sabe, a margem é tão baixa que um erro na quantidade de stock tira logo todo o ganho...

Exigem às farmácias que sejam armazéns mas sem o desconto de armazenista.

Isto só vai lá com concorrência nos medicamentos...liberdade total na DCI.

As pessoas têm de pagar 3 euros por uma receita que comparticipa uma sinvastatina em 0.90 euros...é um escândalo, pagar um imposto para aceder a um direito.

Saudações Farmacêuticas
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

"É um facto, algo que nunca compreendi é como é que o estado pode ter tanto poder regulador neste sector. É um exagero. Não vejo o estado a condicionar os preços das batatas e dos iogurtes ..."

O estado não comparticipa as batatas...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

" o estado não comparticipa batatas"
Pois não, mas cada vez comparticipa menos medicamentos e a regulamentação é a mesma e muito dura.
Já as ditas parafarmácias...

# por Anonymous Anónimo : terça-feira, fevereiro 12, 2013

 

 

 

"O estado não comparticipa as batatas..."

e então? Os grandes clientes de qualquer produto/sector não condicionam formalmente na raiz os preços de vendas e a correspondente margem. Apenas pela lei de mercado.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, fevereiro 13, 2013

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.