<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Eu avisei! 

Galo de Barcelos na Farmácia Lamela«Farmácias usam crise para vender medicamentos sem receita.
Antibióticos e antidepressivos dispensados com facilidade - Responsáveis acusam patrões de exigirem lucros.

"Não tenho dúvidas de que hoje é mais fácil conseguir medicamentos sem receita. O diretor técnico pode alertar o proprietário para a prática ilegal mas ele também pode responder "então vá para casa"; e todos os dias temos pessoas que foram despedidas", denuncia o presidente do Sindicato Nacional dos Farmacêuticos Henrique Reguengo.» in Expresso

Como esperado, em sequência de decisões políticas insensatas e populistas, a degradação da qualidade de serviços nas farmácias e o prejuízo dos doentes está aí. E não se ficará por aqui!
Repito, passados 5 anos, dêem-me uma única vantagem trazida pelo novo regime de liberalização da propriedade farmácia. Uma!

Etiquetas:


Peliteiro,   às  11:31

Comentários:

 

Nenhuma vantagem. Acho que muita gente ainda vai amargar com a liberaliação da propriedade...pois quando acontecer a liberalização da abertura, há menos obstáculos para os grandes grupos económicos se instalarem.

 

 

 

Atirar areia para os olhos não vale... Mas o colega Peliteiro acha que as pessoas andam a dormir? Então a venda de medicamentos sem receita não é um "problema" que já vem de trás? Exemplo: as benzodiazepinas para a Dª Belmira dormir, já lá vão 20 anos que as compra sem receita; O brufen, Voltaren, Ben-u-ron que sempre se venderam sem receita por serem muito mais acessiveis do que as alternativas de venda livre; O antibiotico que se vende, porque já se sabe que será o que é receitado quando for ao médico por causa daquela dor de gargante; o anti-hipertensor, a estatina, o anti-diabético que por serem "crónicos" se dispensam com aquela originalidade da "venda suspensa"; and so on... Dizer que esta situação é culpa da liberalização da propriedade não é sério, e serve apenas para fazer o jogo da ANF... em vez de andarem a chorar e a fazerem-se de virgens ofendidas e de sibilas esclerosadas, que tal aproveitar esta oportunidade para forçar a implementação de uma lista de medicamentos de prescrição farmacêutica (que creio o colega Peliteiro também advoga)? Já se percebeu que a nova geração de farmacêuticos está capacitada para isso e muito mais, cabe à Ordem elaborar a melhor estratégia para que essa lista seja uma realidade. E ajudava que fosse um pouco mais séria e profissional que aquela lista de "orientações terapeuticas"...
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

Caro Green,
«Então a venda de medicamentos sem receita não é um "problema" que já vem de trás?» - É. Mas o texto do Expresso, as suas entrevistas e eu próprio sublinham o extremar do fenómeno.

«lista de medicamentos de prescrição farmacêutica (que creio o colega Peliteiro também advoga)?» Concordo sim e concordo que a "nova geração de farmacêuticos" e sobretudo a menos nova, a minha por exemplo, é capaz de desempenhar facilmente esse papel, tendo competências mais que suficientes.
# por Blogger Peliteiro : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

Curioso que a única recusa foi por um farmacêutico jovem... Será que os mais experientes já estão corrompidos?


A ANF mais uma vez a não desiludir:

"A direção da ANF reconhece que "o predomínio da visão comercial sobre a visão profissional da farmácia - com a abertura da propriedade a não farmacêuticos - pode ter consequências para a saúde dos portugueses"".

AHAHAHAHAHAHAHAHAAH
AHAHAHAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAHAHAH

Será a mesma ANF que anda a aconselhar as farmácias a despedir farmacêuticos e contratar os seus auxiliarea XPTO?


Este tipo de situações vai acabar com a entrada dos grandes grupos. Que estão mais vulneráveis à fiscalização e consequente multa!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

Este seu post, Peliteiro, é uma piada (de mau gosto), certo? Não me venha agora interpretar o papel da virgem ofendida. Muito antes da liberalização da propriedade já a visão comercial das farmácias existia e já se dispensavam benzodiazepinas e antibióticos ao sabor dos ventos. NÃO É NOVIDADE! Agora apenas o fazem ainda mais descaradamente. Tenha dó!
# por Anonymous Farmacêutico : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

Com as margens de lucro esmagadas ninguém se dá ao luxo de perder uma venda e seja o que deus quizer.

Contudo sempre houve farmácias que nos bons tempos e sem necessidade seguiam sempre a cartilha de que "farmácia boa é a que não levanta problemas ao cliente."

Como se resolverá este eterno problema não sei.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

"O extremar do fenómeno" - não sei onde no texto do expresso fica claro que as embalagens vendidads foram em farmácias cujo proprietário é não farmacêutico. O tal extremar estará mais relacionado com o fazer dinheiro rápido, seja o proprietário farmacêutico ou não. Será que com a desmaterialização da receita isto vai acabar?
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, outubro 01, 2012

 

 

 

"«Então a venda de medicamentos sem receita não é um "problema" que já vem de trás?» - É. Mas o texto do Expresso, as suas entrevistas e eu próprio sublinham o extremar do fenómeno."



Ouça, esse tipo de discurso é para constituir lobby e convencer a opinião pública...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, outubro 02, 2012

 

 

 

Causa e efeito, meus caros.
Todos os agentes entrevistados concordam com o "extremar" do fenómeno, em tendência de crescimento. O que é que muda nos últimos anos e pode ser a causa: crise e propriedade. Qual das duas tem mais impacto? Não sabemos (temos que pedir ao Pita Barros para fazer um estudo), mas sabemos que as duas são causas óbvias e concorrentes.

A propósito, mantenho o desafio: uma - uma! - vantagem da semiliberalização da propriedade?
# por Blogger Peliteiro : terça-feira, outubro 02, 2012

 

 

 

Mas, dr. Peliteiro, não pertence à àrea liberal do PSD?
# por Anonymous Sansão : terça-feira, outubro 02, 2012

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.