<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Pseudociência na Faculdade de Farmácia 

A não ser que o conteúdo programático seja dedicado a recapitular todas as razões pelas quais a homeopatia é banha da cobra e potencialmente perigosa, este artigo de David Marçal parece-me pertinente.

Creio que a fantasia da homeopatetice já foi tão analisada, estudada, testada, demonstrada e evidenciada que estamos num ponto em que deve deixar de ser chamada pseudociência e ser antes referida como banha da cobra, charlatanice ou fraude.

De resto é também um tema recorrente neste blog.

Se os farmacêuticos e as farmácias querem continuar a merecer a confiança da população e a ser vistos como profissionais de saúde acima de qualquer suspeita devem, de uma vez por todas, marcar a sua posição acerca da utilização da banha da cobra. Isto pode (deve?) começar nas faculdades.

Azrael,   às  13:05

Comentários:

 

Que hajam médicos (todos espanhóis, curiosamente) e farmacêuticos que se tenham esquecido do que é ciência, tudo bem. Mas que uma instituição como a FFUL, onde se estuda a ciência que é a farmácia, promova estas coisas, diz muito sobre quão mais pesada é uma mol de ouro versus uma mol de integridade.

 

 

 

No post anterior a este já avancei com algumas soluções. Mas ver a FFUL metida nisto doi. Quero acreditar que só avançaram para isto para taparem buracos no orçamento da faculdade.
# por Blogger GreenMan : sábado, novembro 01, 2014

 

 

 

Chica! Vou perder o meu lugar de assistente na FFUL... Já não se pode ganhar a vida como homopata.

E eu que pensava que os farmacêuticos eram o último esteio da "Ciência" do Medicamento...

Afinal quando falta o dinheiro e o emprego... a oportunidade cria a necessidade :)


Captopril 12 C e Metronidazol 18 C, brevemente numa farmácia perto de si.
# por Anonymous Presciente : domingo, novembro 02, 2014

 

 

 

Para os anti-religiosos que mais não fazem do que dizer que os milagres não existem (mas só se for na religião, porque na "ciência" já existem) vejam só este chorrilho de disparates de alguém que não é crente na Ciência(Homopata) e alguém invejoso dos lucros que esta poderá dar...
http://1023portugal.wordpress.com/o-que-e-a-homeopatia/

Portugal é um país de invejosos e abomina a inovação e os empreendedores. É à Conclusão que chego. Até parece que a Saúde não é uma área como qualquer outra.

Fora os proteccionismos!!!!



# por Anonymous Presciente : domingo, novembro 02, 2014

 

 

 

Presciente, o seu link vai dar a um texto que diz que a homeopatia não funciona... Porquê chorrilho de disparates?
# por Blogger Azrael : domingo, novembro 02, 2014

 

 

 

Porque sou sarcástico.
# por Anonymous Presciente : domingo, novembro 02, 2014

 

 

 

Bem, então o seu sarcasmo falhou, lamento :-(

Na verdade já se assiste a crise nas farmácias desde pouco depois de 2008 e a cota de mercado dos medicamentos homeopáticos não subiu significativamente. Por isso a ética dos farmacêuticos não está tão à disposição do "quem dá mais" como parece pensar.
# por Blogger Azrael : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Não é uma questão de quem dá mais, nem tão pouco isto é generalizável. O que importa é os farmacêuticos colocarem-se claramente contra este tipo de "terapêuticas", retirando-a das prateleiras das farmácias e fazendo uma campanha de informação da opinião pública.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Não consigo compreender como há médicos e farmacêuticos "acreditando" em memória da água, agitações dinâmicas, ou curas por similitude.
Devíamos criar um grupo de "cépticos", informando a população de tudo o que é propagandeado sem evidência científica.
# por Blogger Peliteiro : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Greenman, volto a dizer, concordo consigo no objectivo mas não no método pois esse que propõe possivelmente iria ser contraproducente.

Existem estudos que demonstram que abordagens agressivas desse género têm como consequência um maior sentimento de desconfiança da população face às terapêuticas instituídas (neste caso a Big Pharma) e o proliferar de teorias da conspiração que, paradoxalmente, vão legitimar ainda mais a homeopatia com raciocínios do género "se existe tanto empenho em desacreditá-la deve ser porque funciona mesmo e as grandes farmacêuticas querem eliminar esta concorrência".

Investigue e tire as suas conclusões.
# por Blogger Azrael : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Peliteiro, será que acreditam mesmo nessas lenga-lengas ou acreditam nos €€€?

Alguns profissionais que eu conheço bem, acreditavam mesmo, sim, mas todas as pessoas intelectualmente honestas a quem eu me dei ao trabalho de confrontar com evidência científica pura e dura acabaram por mudar a sua opinião ou por, pelo menos, ter muito menos certezas.
# por Blogger Azrael : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Azrael, já diz o ditado: "No pain, no gain".
A imagem da profissão de farmacêutico tem sofrido danos exatamente por estar colada à imagagem de vendedor. Se formos nós a tomar a iniciativa do debate, a formar um grupo de discussão que envolva outros profissionais de saúde que queiram também combater o flagelo que é esta patetice new age, acho que teremos tudo para ser bem sucedidos. Será certamente um combate duro, pelo que os aliados serão essenciais.
A opinião publica está minada, quando até na televisão publica fazem uma séria de reportagens sobre os beneficios estas patetices new age, dando tempo de antena aos vigaristas e nenhum às pessoas que os podem desmascarar. Fiz chegar esta reclamação ao inútil provedor, que até hoje não se dignou a responder.
Mas comecemos pelo mais fácil: suspensão da carteira profissional de todos os profissionais de saúde que se metam a prescrever e a vender homeopatia.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

E "pain and no gain"?
# por Blogger Azrael : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Depois do quase total encerramento de laboratórios farmaceuticos, restou a estes a venda de caixinhas. Mas, como já se compram caixinhas nas mercearias da família Azevedo, os farmacêuticos têm que arranjar novos negócios. Quem sabe, no próximo futuro, cannabis, como no Colorado. De outra forma, lá se vão os trespasses de milhões.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous O espanca enfermeiredo : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

A própria OF (!) já promoveu um curso de homeopatia:

http://www.peliteiro.com/2012/02/homeopatetice.html
# por Blogger Peliteiro : segunda-feira, novembro 03, 2014

 

 

 

Os cannábicos também não têm lugar nas farmácias, porque a larga maioria dos farmacêuticos não têm conhecimento de causa do que estaria a vender. O que se passa em alguns estados americanos é uma hipocrisia de todo o tamanho. O modelo deve ser semelhante ao holandês ou aos estados onde se assume que o consumo é recreativo.
Há sem dúvida outros modelos de negócio para a farmácia, que envolvem sinergias com outros profissionais de saúde, que não impliquem andar a vender placebos e a descredibilzar toda a profissão. Já basta termos de aturar com a malta do cross-selling e com o dano que causam à imagem de um profissional de saúde.
# por Blogger GreenMan : terça-feira, novembro 04, 2014

 

 

 

Azrael: Terei de ser mais explícito para a próxima ;)

Mas olhe que quando a fome apertar e o desemprego alastrar
para o galheiro a ética vão mandar

E até promoções vão fazer... Compre paracetamol e leve uma homopírula a metade do preço.

A OF é que já está a pensar nos seus protegidos e está a prepará-los para o Mercado. Pragmatismo ou honra de taberna a verdade é que sem farmacêuticos não há quotas pagas na OF e sem dinheiro à vista não há quem vá para Ciências Farmacêuticas.
# por Anonymous Presciente : quinta-feira, novembro 06, 2014

 

 

 

Se está à venda na farmácia acho que os profissionais devem ter formação da "teoria" de como funcionam. No fundo, sem conhecer o conteúdo programático do curso é difícil saber ao certo com o que protestar.

Antes de nos atirarmos a quem tira estes cursos devemos perceber em primeiro lugar porque é que isto está à venda e que evidências o Infarmed utilizou para autorizar a classificação como mnsrm não acham?

Off-topic: o que é que a Ordem tem feito para combater o desemprego da classe?
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, novembro 07, 2014

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.