<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Careers Talkshow 

Amanhã, um tal Dr. Jorge Peliteiro intervirá num interessante evento da Universidade de Coimbra, o Open Pharmacist Mind, da semana PharmCareer 2014. A não perder...

Peliteiro,   às  21:59

Comentários:

 

Ciências Farmacêuticas é um curso sem qualquer futuro. A profissão está completamente desvalorizada, há farmácias neste momento que fazem supostas entrevistas de emprego com o objetivo de arranjar voluntários... Não pagam absolutamente nada e referem que é uma boa oportunidade trabalhar 3 meses de graça, pois pode constituir uma boa vantagem para o futuro... Já não bastava o estágio curricular, em que se pagam propinas para trabalhar para os outros, ainda se inventam outros esquemas para perpetuar o trabalho gratuito, ao estilo de uma nova escravatura... Qualquer empregada doméstica é mais bem paga que um farmacêutico "não instalado" e não tem que pagar quotas à Ordem, que é uma instituição que não serve para absolutamente nada, a não ser arranjar "tachos" para bastonários e afins, que vivem do "trabalho alheio", uma espécie de seita religiosa que se acha no direito de cobrar o "dizimo"...
Falar em futuro e carreira no âmbito desta profissão é uma mentira para enganar jovens e pais que na falta de alternativa vivem na mentira e na ilusão de um futuro que nunca vai chegar...

 

 

 

Falar do curso de ciências farmacêuticas associado apenas ao trabalho em farmácia comunitária revela uma certa miopia ou apatia.
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Como se houvessem grandes alternativas no mercado real de trabalho... A demagogia do Sr. Peliteiro e demais académicos, apenas cria estes eventos, onde ao estilo de um qualquer governo, chamam apáticos e míopes ao povo, no meio de mais um rissol e um coffee break...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Nem média teve para entrar na FFUP, teve que ir da Póvoa para Coimbra...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

;) Está a ver? Miopia: não sou da Póvoa; Apatia: Coimbra é uma lição...
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Eeeeheee tinha que se justificar não fosse demagógico e egocêntrico. Pelos vistos não aprendeu a lição. Pelos vistos a sua familiar que anda na Universidade do Porto, não acha que essa lição seja uma mais valia... Talvez seja por ver o resultado...

# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Já de volta! Acabaram-se os rissóis... A profissão tem tanto futuro e a conversa é tão interessante que até dá para colocar uns posts...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

A sua área tem assim tanta oferta de emprego? Devemos ser todos míopes pois não se veem... Coloque aqui alguns, já que vê assim tão bem...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Nascido em S. Tiago da Cruz, Vila Nova de Famalicão, Portugal, a 29 de Julho de 1963

Residente na R. Dr. Armindo Graça, 4490-608 Póvoa de Varzim;

Afinal de contas é do Norte!!!

Costuma-se dizer que "Para bom entendedor, meia palavra basta." Pelos vistos alguém sofre de iliteracia. Típico...

Docente Universitário no ISSVA – CESPU, desde 2010/2011. Não é nesta faculdade que se pagam mais de 500 euros mensais para frequentar/comprar um curso em Ciências Farmacêuticas!!! Claro que convêm dizer que há muitas saídas... Sim, sim...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Eu nunca disse que havia "tanta oferta de emprego" nem que não era do Norte. Devia aprender a ler.
Quanto ao resto, não quero particularizar (O mestrado em gestão da qualidade da CESPU nem abriu este ano), muito menos gosto do tom da conversa.
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Nem eu! Tenha cuidado quando ataca os outros com a sua demagogia e egocentrismo. Porque Velhos do Restelo e vendilhões põem-se a jeito de muitos que estão fartos de mentiras... Pense bem antes de continuar a ofender os outros, você chamou-me míope e apático e isso eu não lhe permito, tenha cuidado... Você é que não sabe interpretar um texto simples e depois diz que os outros é que não sabem ler... Talvez precisasse de uma lição do Porto e não de Coimbra...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Caro Dr. Peliteiro,

Não precisa da minha ou de qualquer outra defesa. Sabe defender-se.

Contudo, a atestar pelos comentários, há por aí muita gente que ainda não percebeu que há um mundo global, com muitas oportunidades e muitas ameaças.

A malta queria tirar um curso, e esperar que lhe caísse dinheiro na conta, como aconteceu com os donos de farmácia, a partir de 1985.

Esquecem-se o que eram os farmacêuticos na década de 70, ou antes.

Esquecem-se que o domínio dos cursos farmacêuticos, um pouco por esse mundo fora, é o domínio das Mercks, GSK, Astra-Zeneca, Teva e afins. É para isto que servem os farmacêuticos, essencialmente. Complementarmente, são vendedores de caixinhas!

Bom Ano.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Anónimo anónimo míope e apático, ou o próximo comentário é minimamente interessante e inteligente, baseado em elementos rigorosos, ou é imediatamente apagado.
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Caro anónimo dos «Complementarmente, são vendedores de caixinhas», não é bem assim: nem os cursos farmacêuticos são o domínio das multinacionais por esse mundo fora, nem em alternativa são vendedores de caixinha. Por esse mundo fora os farmacêuticos desempenham papeis importantes nos sistemas de saúde - reconhecido até pela OMS - e a tendência é o reforço das suas competências e responsabilidades.
Dê exemplos do que diz.
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, janeiro 08, 2014

 

 

 

Mais um anónimo a trolar nos comentários...

Já agora, falar no curso e função do farmacêutico associado apenas a Portugal é de uma miopia ainda maior. Farmacêutico está nos primeiros lugares de profissões mais bem pagas no Canadá e estados unidos. Há uns anos atrás era mesmo a mais bem paga no caso de mulheres.
# por Blogger Azrael : quinta-feira, janeiro 09, 2014

 

 

 

Mas ter em conta apenas remuneração também é miopia. A tendência é de facto o reforço das suas competências, dado o amplo leque dos seus conhecimentos e o facto de ser especialista numa tecnologia que hoje em dia é quase ubíqua: o medicamento.
# por Blogger Azrael : quinta-feira, janeiro 09, 2014

 

 

 

De nada vale dizer que "por esse mundo fora os farmacêuticos desempenham papéis importantes", se cá continuamos a ter farmacêuticos mais preocupados em vender brinquedos do que em fazer o trabalho de um profissional de saúde.
Por esse mundo fora, o farmacêutico tem um papel relevante quando opta por ser um profissional de saúde. Quando opta por ser merceeiro, é cada vez mais remetido à irrelevância.
Fala-se no exemplo do Canadá. Era preciso ver que lá trabalham a sério como farmacêuticos, têm competências, são responsabilizados e pagos como tal. Coisa que cá não existe, devido sobretudo à inércia a que a OF se remeteu no desenvolvimento, à implementação de novas práticas, e ao exercício da disciplina da profissão.
# por Blogger GreenMan : quinta-feira, janeiro 09, 2014

 

 

 

Greenman, tenho de concordar com o meu colega que iniciou o rol de comentários. Sempre mantive uma postura intocável enquanto farmacêutica atrás de um balcão de uma farmácia de oficina, há mais de meia dúzia de anos. Quanto recebo alguma sugestão menos pertinente, por exemplo, relativamente a algo que "devo" vender, ignoro ou refuto. Contudo, como há-de saber, há muitos colegas da nova geração que não podem optar. Que são mesmo equiparáveis a merceeiros, sim. Há imensas farmácias que impõem ordens rígidas sobre o que os seus funcionários devem ou não vender. O utente tem gripe? Então vais vender o X+Y+Z. Inexoravelmente. É uma estratégia de gestão eficiente, vender o que se compra em melhores condições, mas nem sempre salvaguarda os interesses e necessidades dos utentes. E o que resta aos farmacêuticos estagiários, voluntários, ou precários? Vender cegamente. Sim, voluntários. O meu colega tem razão, essa farmácia do Porto, perto da grande rotunda, sugere aos entrevistados que trabalhem à borla 3 meses para depois arranjarem emprego com mais facilidade!!#$¥#*^!?! E também é verdade que não há ofertas. Tenho muitos colegas desempregados. Conheço muitos farmacêuticos jovens a trabalhar em Primarks e afins.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 09, 2014

 

 

 

Aposto que o apático-míope não é farmacêutico, mas antes um formado por politécnicos.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

"O utente tem gripe? Então vais vender o X+Y+Z. Inexoravelmente. É uma estratégia de gestão eficiente"

Gripe, não será antes constipação?

Se fosse assim tão fácil ter uma estratégia de gestão eficiente não faltaria para ai excedente de farmácias bem geridas. O que claramente não é o caso...

Os utentes, de uma forma geral, mais tarde ou mais cedo, apercebem-se quando lhes estão a impingir o que não precisam ou não é adequado para si. E a farmácia é um negócio de credibilidade. A confiança do utente é provavelmente o melhor activo que tem. Perdê-lo não me parece uma estratégia de gestão eficiente.
# por Blogger Azrael : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

O apático-míope tem mais visão que a maior parte dos hipócritas que por aqui se passeiam. Refutem concretamente as verdades que por aqui se vão deixando...
Lady

# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

Lady
Hear me tonight
'Cos my feeling
Is just so right
As we dance
By the moonlight
Can't you see
You're my delight
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

O apático-míope é enfermeirolas, só pode.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

De facto, os utentes apercebem-se quando lhes tentam impingir "coisas". Muitas vezes rejeitam, outras vezes nem se apercebem que estão a ser enrolados. Afinal, é um individuo supostamente profissional de saúde, que lhe está a dizer para levar além do antigripal (essa da constipação é aqui um preciosismo desenecessário) aquele multivitaminico, para tomar 3 meses senão não faz efeito, e já agora, leve também um shampoo para "olosidade", um creme para a cara por causa do frio ("não quer apanhar outro resfriado, não é?!"), e um batôn para o cieiro. Os DTs que permitem estas práticas nas suas farmácias, são efectivamente maus profissionais e a OF devia puni-los exemplarmente pois estão a denegrir a imagem do conjunto de todos os profissionais. Assim fica dificil livrar-nos da imagem de merceeiro.
Os mais novos podem (devem!) recusar tais práticas, limitando-se a citar o Código Deontológico. Eu sei que não é fácil, quando somos colocados perante a hipótese de voluntariado, estágios não remunerados, escravatura qualificada, mas é o único caminho enquanto a Ordem se mantiver uma guardiã do templo dos incompetentes. Até lá, um caminho possível é denunciar essas farmácias. O facebook também tem de servir para estas coisas.

Quanto à história da confiança: já aqui debatemos o suficiente, mas querer-me parecer que lá teremos de voltar à questão da liberdade de instalação. Nas cidades, sobretudo nas recentes (e mais ainda nos subúrbios) a liberdade de escolha está relativamente assegurada, desde que tenha carro. Se não, não há liberdade de escolha. Podem muitas farmácias darem-se ao luxo de prescindir da credibilidade porque têm o negócio assegurado dê por onde der. E se assim é nas cidades, imagine-se nas pequenas cidades e vilas.
# por Blogger GreenMan : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

Então não percebo. Ali em cima dizia que o farmacêutico é "remetido à irrelevância", mais acima dizia-se que "a profissão está completamente desvalorizada". Agora afinal os farmacêuticos são profissionais de saúde capazes de vender areia no deserto, champos, vitaminas e batons só por força da sua vontade... Bem se vêm as pessoas a sair das farmácias não de sacas mas sim de carrinhos cheios de compras, não é?

Já agora Greenman, se a pessoa estiver com cieiro qual é o problema de informar que tem disponível baton de cieiro? Ou recomendar um hidratante facial quando tem a pele visivelmetente desidratada?
# por Blogger Azrael : sexta-feira, janeiro 10, 2014

 

 

 

Vejo aqui muita gente boa para os laboratorios de faculdade e congressos... pelo menos o colega Azrael pos o dedo na ferida, parece que somos maus profissionais por aconselharmos um creme para alguns sabios farmaceuticos.

Alem disso, quando em cima falaram da importancia e remuneracao dos farmaceuticos nos EUA e Canada, tambem podiam referir quantos farmaceuticos trabalham por farmacia e quantos deles nao sao os donos...
# por Anonymous Anónimo : sábado, janeiro 11, 2014

 

 

 

Não tape o sol com o tamiz... o "aconselhamento" de produtos quando não são necessários era o ponto em discussão. Isso é que é reprovável.
Quanto ao ponto do último anónimo, pode sempre ir dar uma vista de olhos aqui: http://stats.oecd.org/

# por Blogger GreenMan : sábado, janeiro 11, 2014

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.