<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


terça-feira, 17 de setembro de 2013

Tribunal com eles! 

Já há muito deixei de "passar cartão" aos disparates do bastonário da Ordem dos Médicos. Mas hoje a injúria é descarada e desmesurada. Num anúncio pago no Correio da Manhã a OM afirma: «Os doentes estão a ser enganados ao balcão das farmácias» - para sustentar esta enormidade apresentam um caso de alteração irregular, um em milhões!, que nem sequer está validado pelo Infarmed.
Acusar de vigarice, sem provas, 3.000 farmácias tem efeitos na saúde pública e é uma calúnia inadmissível que só pode ser tratada nos Tribunais.

Peliteiro,   às  14:47

Comentários:

 

Uma vergonha! £ mais vergonha tenho se não ouvir o Dr. Mauricio pronunciar-se acerca disto rapidamente.

 

 

 

Bienvenidos ao grupo de alvos do sr JMS... Pobre coitado que dispara para todo o lado a ver se acerta.

Tem de ser parada a sua verborreia !



Josand
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, setembro 17, 2013

 

 

 

Gostaria de tentar caraterizar a personalidade do Sr Jose M Silva, Bastonário da OM. Mas não vou por aí, são casos de Medicina, ainda não resolvidos e que eu como farmaceutico, não me devo imiscuir. O mesmo se passa como outro bastonario, o dos Advogados.
Vamos então aos factos:
1.º- Até há mais ou menos 2 anos atras, os medicos tinham total liberdade para obrigar o utente a comprar o medicamento da marca e do laboratorio que o medico bem entendesse.2.º- De então para cá, é o utente que escolhe, se quer marca ou generico, neste caso de que laboratório.3.º-Como a escolha do laboratorio é essencial para alguns medicos(vá se lá saber porquê!!!!), o MS cedeu aos Medicos colocando a hipotese dos utentes optarem no consultório(o que foi considerado é ilegal pelo Tribunal).4.º-Como os medicos(OM) não ficaram satisfeitos, então criaram 3 exceções, que o obrigam a perder tempo a colocá-las, em que o utente só pode escolher na exceção c), caso opte pelo laboratorio mais barato.5.º-Como a exceção b) e c), no primeiro caso impede a escolha do utente e na exceção c) condiciona-o a levar do Laboratorio prescrito ou mais barato, alguns medicos recorrem a estes expedientes sempre que prescrevem. Ora a exceção b) é de reação adversa, o que é quase sempre desmentida pelo utente quando lhe perguntamos qual foi a reação que teve a outro medicamento e no caso da exceção c), tratamento prolongado por mais de 28 dias, chegam a utilizá-la na azitromicina, que só dá para 3 dias de tratamento e no paracetamol ou ibuprofeno, que é para utilizar 2 ou 3 dias. É esta a honra e seriedade que a OM quer esconder? A revolra do Sr Bastonário da OM não se direciona para os seus pares que chegam a levar 80 e 100 Euros de consulta, apos terem ido meia duzia de horas ao Hospital ou C Saude?
# por Anonymous Carlos F : terça-feira, setembro 17, 2013

 

 

 

Isto das excepcões é como a mijota do cão quando alça perna:
Marcação de território, mostrar quem manda em quê.


# por Anonymous Anónimo : terça-feira, setembro 17, 2013

 

 

 

Infelizmente, julguei que isto era um tipo de batalha que iria tendencialmente desaparecer.
O pior é que esse Sr não percebe que existe várias categorias profissionais, que se não trabalharem em conjunto e em prole do DOENTE este será sempre o grande prejudicado.
Prefiro não criticar os comentários do Sr Bastonário e ao invés disso, mostrar aos meus utentes que se existe profissional em quem pode confiar e acreditar é no farmacêutico que está ali à sua frente.
Palavras...Leva-os o vento...
A nós fica-nos a atitude e o empenho.

# por Anonymous Inês L : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 


Espero que quando um de vós estiver doente e for bem tratado tenha vergonha destas palavras. Os únicos que ganham com o ato de prescrição são os que vendem!!!
Não tenho problemas com os medicamentos genéricos nem com os farmaceuticos que, quando bem informados e atualizados cientificamente, são uma mais valia para o utente e para o médico, o probl é a desregulação dos genéricos, com tantas e tantas marcas. E se voces lidam mesmo com doentes bem sabem como não raras vezes acontece o doente estar a tomar o mesmo medicamento mas de marcas de genéricos diferentes porque de uma vez para a outra o genérico foi mudado na farmacia. É nesses casos que tranco a receita e nesses doente que não sabem ler e só se orientam pela cor. Nos restantes deixo escolher, claro.
E acreditem que atualmente nem canetas os delegados nos dão... Os médicos não ganham com a prescrição!
O que me espanta nos farmaceuticos portugueses é que se limitem a guerras de preços, compra e venda. Nunca ouvi nenhum a pretender ter um papel mais ativo na saude, cmo os farmaceuticos ingleses que conheço bem e que informam os doentes dos efeitos laterais dos medicamentos, do seu uso e melhor forma de administração. Novamente para quem lida realmente com doentes esse é um papel que faz falta pois constato frequentemente que os doentes baralham os comprimidos, trocam as tomas e suspendem medicamentos importantes porque não sabem para o que é.
Trabalhar em conjunto seria o médico diagnosticar e prescrever (ou seja fazer o seu papel de médico) e a seguir o farmaceutico explicar se deve ser tomado com alimentos, escrever uma guia terapeutica, tirar duvidas e confirmar se ficou clara a posologia prescrita pelo medico (que é quem tem conhecimentos para saber se deve alterar a dose ou nao - frequentemente ajusto doses à função renal dos doentes e eles vêm da farmacia com a "prescrição" do farmaceutico com a dose normal, que é excessiva para aquele doente!)
Trabalhar em conjunto é cada macaco no seu galho, sem invejas.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 

Caro último anónimo, aparentemente médico,

uma das principais fatias do custo de comercialização de um medicamento está alocada ao marketing. Desta, fatia de leão é para os médicos. Ora, se agora não recebem nem esferográficas, decerto reconhece que tempos houve em que não era assim. A OM defende precisamente o regresso a esses tempos.

Quanto ao papel mais activo na saúde, se nunca ouviu nenhum farmacêutico (qual é a sua amostra de audições de farmacêuticos já agora?), ouve-me agora a mim. Os farmacêuticos querem ter um papel muito mais activo na saúde. O que você se esquece é que as farmácias portuguesas tem as margens mais baixas da europa e que no Reino Unido, esses farmacêuticos com quem fala, são remunerados e bem remunerados pelo estado para efectuar esses serviços. Em portugal o estado demora cerca de 4 meses a pagar. Não se fazem omoletas sem ovos. Também lhe posso dizer que em todas as farmácias onde trabalho ou onde trabalhei, nenhum utente sai com dúvidas sobre como tomar ou para que servem os seus medicamentos. Constato no entanto que chegam cá muitos, vindos do médico, sem saber nada disso e com a receita sem os campos da posologia preenchidos.

São casos pontuais, claro. Eu não extrapolo um caso em milhões para a totalidade.
# por Blogger Azrael : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 

Já agora, também constato que chegam cá muitos doentes impedidos de levar os medicamentos dos laboratórios a que estão habituados porque o médico os trancou com excepção b) ou excepção c) reacção adversa prévia. Reacção essa que nunca aconteceu. O risco de duplicação neste caso está a ser fomentado pelo médico.

Mais uma vez são casos pontuais, não extrapolo para a totalidade dos médicos.
# por Blogger Azrael : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 

Já vi que o Caríssimo Peliteiro deixa outra vez comentários de anónimos.

Acho saudável, o chato são os comentários à jornal online, que felizmente ainda não apareceram.

Vinha contrapor o argumento muito usado pelos médicos da duplicação da dose, mas o Azrael já antecipou-se.

Acrescento só que acho impossível uma farmácia trabalhar com todas as marcas de genéricos disponíveis.

Depois ainda acusavam as farmácias de má gestão.

Nos Hospitais ainda podem ter desvios no orçamento anual que depois se fazem umas transferências para cobrir o buraco.
# por Anonymous Who Cares : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 

«Nunca ouvi nenhum a pretender ter um papel mais ativo na saude, cmo os farmaceuticos ingleses...»

Caro, não se faz outra coisa neste blogue nos últimos 10 anos. Um antigo Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, Dr. Aranda, até usava muito a expressão: os farmacêuticos são subaproveitados pelo sistema nacional de saúde.
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, setembro 18, 2013

 

 

 

Sim de facto não se faz mais nada neste blog excepto atacar os médicos! Ainda estou pra ver como será quando um dia precisar deles...
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 19, 2013

 

 

 

Isso quase parece ameaça... Está a querer dizer que quando precisar deles, eles não vão ajudar?

Este post de ataque não tem nada. Quanto muito de defesa. Defesa contra a OM e não contra os médicos cuja esmagadora maioria estou certo que não se revê na sua ordem.
# por Blogger Azrael : quinta-feira, setembro 19, 2013

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.