<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

UPS 

Falta de electricidade inutilizou vacinas em vários centros de saúde, com milhares de euros de prejuízo 

Desperdício, incúria, incompetência, má gestão, enfim, o costume.
O mesmo não aconteceu - presume-se, se não sabia-se - nas farmácias privadas, pelo que duas coisas se podem aventar: i) os enfermeiros (pelo que se lê na notícia parece que na função pública são os enfermeiros que tratam de medicamentos!) não estudaram os ensaios de estabilidade das vacinas e, portanto, estão a deitar ao lixo milhares de euros indevidamente; ii) as farmácias privadas sem gerador estão a dispensar vacinas e muitos outros medicamentos com comprometida segurança e com perda de eficácia terapêutica.
Qual dos dois cenários estará certo???

Peliteiro,   às  17:34

Comentários:

 

És um provocador... ;) Maquiavélico...

 

 

 

Não seriam os enfermeiros a tratar dos medicamentos na função publica se dentro da classe farmacêutica houvesse unanimidade quanto à necessidade da presença de um farmacêutico nos centros de saúde.
# por Blogger GreenMan : quarta-feira, janeiro 23, 2013

 

 

 

Eles dizem que não: http://farmacia.netfarma.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=11409&Itemid=49
# por Blogger Azrael : quinta-feira, janeiro 24, 2013

 

 

 

Devem andar aos coices. O costume.
# por Blogger Peliteiro : quinta-feira, janeiro 24, 2013

 

 

 

Eu acho que até havia de haver um farmacêutico, no mínimo, em cada casa de familia em Portugal (para tomar conta da gaveta dos medicamentos).
Enfermeiros e fármacos. Porque raio é que se haviam de lembrar que os enfermeiros têm alguma coisa a ver com fármacos? Que tolice.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, janeiro 25, 2013

 

 

 

E eu que pensava que a área de actividade dos enfermeiros era administração de medicamentos e cuidados de enfermagem (pensos, algalias e etcs.). Afinal parece que também dominam farmacologia, farmacoterapia, farmacocinética e tecnologia farmacêutica... estes cursos de 3 anos avançados de enfermagem são mesmo espetaculares.
# por Blogger GreenMan : sexta-feira, janeiro 25, 2013

 

 

 

Em primeiro, o curso não tem 3 anos.
Em segundo, "pensos e algálias" são 0,00001% daquilo que se compreende como "cuidados de enfermagem".
Em terceiro, os enfermeiros por serem os responsáveis pela administração dos fármacos necessitam de os conhecer. Tal como os médicos, e estes não são farmacêuticos. A lei portuguesa prevê que os enfermeiros sejam, em simultâneo, responsáveis pela prescrição e administração de fármacos. Se, por exemplo, o médico prescreve mal e o enfermeiro administra, sabia que a culpa recai sob o enfermeiro (na mesma proporção que o médico)?
# por Anonymous Anónimo : sábado, janeiro 26, 2013

 

 

 

O fulcro da questão é que, você, Greenman, pensar sobre enfermagem, é um erro abissal.
# por Anonymous Anónimo : sábado, janeiro 26, 2013

 

 

 

Não, o fulcro da questão é pensar que a culpa recair sobre o médico e o enfermeiro faz algum sentido ou que isso confira ao enfermeiro um maior conhecimento sobre medicamentos. Também é um erro abismal.
# por Blogger Azrael : domingo, janeiro 27, 2013

 

 

 

Caro anónimo,
era mais fácil reconhecer que os enfermeiro apenas entendem o que são os farmácos e como adminstrar uma injecção. Outra coisa completamente distinta é perceber como é que a coisa funciona, porque é que se administra por determinada via em detrimento de outras, porque é que se dão as doses em determinados intervalos, porque é que se arrumam medicamentos no frigorifico e, o mais importante para este caso, saber o que fazer quando falha a electricidade antes de vir a dizer que se estragaram vacinas... mas compreendo a sua indignação, deve ser daqueles que ainda acham que ao misturarem dois injectáveis diferentes na mesma seringa estão a prestar um serviço de qualidade por pouparem uma picada ao doente.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, janeiro 28, 2013

 

 

 

Ora, se um indivíduo com um "curso" de uns meses ministrado pela ANF pode ficar sozinho ao balcão da farmácia, porque razão não podem os enfermeiros tratar dos medicamentos?
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, janeiro 29, 2013

 

 

 

GreeMan, não argumento contra o afirmação de que os farmacêuticos são quem mais "domina" a sapiência farmacológica. Certo. No entanto, vejo algum incómodo por parte dos farmacêuticos quando os enfermeiros interferem.
Se os farmacêuticos sabem mais farmacologia (pudera, é o curso deles) que os enfermeiros, também sabem mais do que os médicos. MAS, quando os médicos falam na praça pública sobre fármacos não vejo os mesmos argumentos atirados a eles. No entanto são eles quem prescrevem quem presidem às comissões de farmácia e terapêutica e até quem preside ao Infarmed...

Se existem enfermeiros que "apenas entendem o que são os farmácos e como adminstrar uma injecção", então infringem aqui uma miríade de parametros legais e deontológicos. Se a lei os reconhece como co-responsáveis da prescrição e responsáveis pela administração, deveriam saber.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, janeiro 30, 2013

 

 

 

Apesar de parecer, nada tenho contra os enfermeiros, bem pelo contrário. Apenas estava a demonstrar uma das falhas do nosso sistema que é utilizar os vários profissionais de saúde para lá das áreas que são da sua competência, em cima da já tradicional falta de comunicação.
O que está em falta é uma clara definição de papeis e coragem para a implementar no terreno. Essa definição deveria seguir a linha "o médico diagnostica; o farmacêutico prescreve; o enfermeiro administra". Querem colocar o doente no centro do sistema de cuidados? Então comece-se por aqui.
Mas enquanto os médicos se acharem os supra-sumo, a "classe escolhida", os semi-deuses na Terra, nada se alterará.
# por Blogger GreenMan : quarta-feira, janeiro 30, 2013

 

 

 

GreenMan, o "farmacêutico prescreve"???!!!!
Por favor, caia na REALIDADE!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

O enfermeiro seria o acéfalo, aquele que exectuta. GreenMan, o enf é mais "prescritor" que o farmacêutico...
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

O enfermeiro seria aquele que executa, claro. Então não é para isso que estudam?!

Quanto à prescrição pelo farmacêutico, é claro que é uma medida polémica mas que certamente traria muito mais racionalidade ao consumo de medicamentos. Claro que isso não interessa ao lobby dos médicos, já que muito rapidamente iriam acabar os cursos em "pirataria avançada na polinésia".

# por Blogger GreenMan : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

Em alguns países já prescrevem algumas substâncias em cenários pré estabelecidos e "co-prescrevem" com muita frequência maioria em ambiente hospitalar.

O Greenman tem razão quanto à racionalidade da utilização. Claro quer para isso se tornar realidade tem que haver uma elevada integração das funções dos farmacêuticos e dos médicos.

Julho que os farmacêuticos podem ser especialmente úteis na monitorização dos efeitos terapêuticos, seja os objectivos clínicos ou mesmo assegurar que é atingida a concentração serica desejada de SA no doente.
# por Blogger Azrael : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

 

Azrael,

em muitos países prescrevem livremente, dentro e fora das instituições, sem limitações prescritivas, como independent prescribers.

GreenMan, se acha que o enfermeiro estoud para executar, está REDONDAMENTE enganado!!!! Um erro monumental!
Informe-se BEM! Leia as leis que balizam o exercício dos enfermeiros...
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.