<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 25 de abril de 2012

25 A: Dia do paludismo 

Descontada a evolução civilizacional e além da liberdade de expressão o país está essencialmente na mesma.

Atenção então para o que interessa:


Roll Back Malaria World Malaria Day 2009

Peliteiro,   às  09:03

Comentários:

 

Os Leões ganham em Bilbau.

 

 

 

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 25, 2012

 

 

 

E se em 74?…
Não tem havido revolução ou esta tivesse sido dominada?

Sem 25 de Abril, o mundo não evoluiria de forma muito diferente. A guerra colonial teria de ter uma solução política, sob pena de o país acentuar a sua situação de pária à escala internacional. A então CEE e os gringos derrotados no Vietname, mas a não quererem perder a África Austral para a órbita soviética, constituiriam o isco e a pressão à negociação política. Uma evolução política à espanhola seria incontornável.

Evitaríamos Vasco Gonçalves e as suas ruinosas nacionalizações; as imbecilidades de Otelo e de toda a restante tropa fandanga; o socialismo na Constituição e o Estado Social criado por decreto; o endividamento galopante e, quiçá, os resgates pelo FMI.

A alternativa ao 25 de Abril seria essa, não a perpetuação do regime. E hoje estaríamos indiscutivelmente melhor, sem ter de aturar estes patéticos rituais beatíficos das comemorações. E afinal para comemorar o quê???

http://blasfemias.net/2012/04/25/e-se-em-74/
# por Anonymous LR : quarta-feira, abril 25, 2012

 

 

 

Comemora-se o derrube de um ragime bafiento e que não cedia em encontrar uma solução política para as colónias e insistia cegamente na opção militar. Se não houvesse derrube por parte da própria estrutura militar portuguesa, ninguém garante que o desfecho fosse esse que para aí lamuria porque o regime faria finca-pé até ser arrancado à força, quer pelos portugueses ou por forças externas!
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 25, 2012

 

 

 

Comemora-se o derrube de um ragime bafiento e que não cedia em encontrar uma solução política para as colónias e insistia cegamente na opção militar. Se não houvesse derrube por parte da própria estrutura militar portuguesa, ninguém garante que o desfecho fosse esse que para aí lamuria porque o regime faria finca-pé até ser arrancado à força, quer pelos portugueses ou por forças externas, sua besta fascista! Uma verdadeira REVOLUÇÃO deveria ter sido à lei da bala e todos os que no regime colaboravam e que faziam parte da estrutura corporativa opressora sumariamente executados. Sim, porque esses foragidos chupistas voltaram logo depois do seu exílio no Brasil para continuarem a explorar impediosamente o povo… Até hoje!
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 25, 2012

 

 

 

E nas nalgas?
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 25, 2012

 

 

 

Ao Anónimo aí de cima que "comemora o fim de um regime bafiento", etc, etc...

Aos "foragidos chupistas" juntou-se a pandilha das associações de malfeitores a que chamam "partidos políticos" mais toda a parasitagem que rapina à sua volta, boys, girls, autarcas autocratas, "gestores" públicos, nacionais, regionais e municipais e outros campeões da corrupção e da roubalheira, tudo gente pequena, meros serventuários de quem, de facto, manda, os usurários e agiotas caseiros e da estranja.
..."para continuarem a explorar impiedosamente o povo... Até hoje !"
Pois é, mas hoje muitíssimo mais que ontem...
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

Há uns desgraçados blasfemos cuja as opiniões temos de respeitar, apesar de discordar. È deixá-los falar, porque felizmente hoje podem-no fazer ao passo que a 24 de Abril de 74 tinham de falar sozinhos. Que aproveitem bem a liberdade de pensar que nos foi concedida em vez de andarem ressabiados a terem sonhos húmidos com os ontens em que cantavam a bela canção da mocidade.
# por Blogger GreenMan : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

Discutir o 25 de Abril nesta altura é um pouco como discutir a restauração da independência. Seria melhor se fossemos todos Espanhóis? Sem 25 de Abril teríamos uma transição pacífica como a de Espanha e estaríamos melhores?
Agora não interessam muito estas perguntas. Interessa é olhar para a frente com o que temos e no estado em que estamos e criar um futuro melhor.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

Há quem defenda que na génese do 25A esteve o descontentamento dos oficiais milicianos com a guerra ultramarina - nº de comissões, condição militar, etc... - muito mais do que quaisquer preocupações de ordem política ou ideológica.
Oportunisticamente os partidos e o PREC "apropriaram-se" do golpe militar e forneceram-lhe a carga "genético-ideológica".
Esta teoria, vale o que vale mas dá que pensar...
# por Blogger Pirate : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

Na Verdade, as consequencias negativas do 25 Abril foram de tal modo gravosas para a sociedade que há quem questione se valeu a pena. Não pertenço a esse grupo de pessoas, mas comprendo-as. Prefiro sempre viver em liberdade, ainda que mais pobre. Não tenho dúvidas que estariamos, sem revolução, mas com uma transição pacifica para a liberdade, como pretendiam Sá Carneiro, Rebelo de Sousa(pai do Marcelo) e Adriano Moreira, da Ala Liberal do Regime, hoje muito mais ricos(temos hoje um PIB, descontando a Inflação, identico a 1973, se não inferior).
O periodo pos 25 de Abril, até 25 de Novembro, foi de destruição maciça do aparelho produtivo, com nacionalizações e greves diárias e consequente venda de Ouro deixado pelo anterior regime. Entrámos por 3 vezes em bancarrota(79,83 e 2011).
Em termos economicos e financeiros foi um desastre.
Resta-nos a Liberdade de podermos dar a volta, o que é o mais importante.
OBS: Temos ainda uma constituição pró-comunista(que não se pode referendar, por que será?) e temos um conjunto de parasitas, com Mario Soares à cabeça, que não se importariam nada que isto virasse comunismo, pois o seu dinheirismo deve estar todo fora do País. O unico homem de estado verdadeiramente patriota, que esteve ligado ao 25 de Abril mas também no 25 de Novembro, é Ramalho Eanes.
A maior parte dos militares que estiveram envolvidos no 25 de Abril, pretendiam ficar a mandar no País e transformá-lo numa Cuba à Europeia. Há dúvidas sobre isto? O Otelo é a figura mais conhecida do MFA. Grande democrata, este senhor.
# por Anonymous Carlos F : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

Desculpe lá Pirate mas não sabe o que diz. Na génese do 25A esteve o descontentamento dos oficiais do quadro com a promoção dos milicianos. Mas cedo o descontentamento tomou uma carga ideológica que visava a restauração da democracia em Portugal. Leia se faz favor o programa do MFA, que até está disponível do arquivo histórico no site do Governo da República. Portanto, foi mais do que um mero golpe militar...
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, abril 26, 2012

 

 

 

A destruição maciça do aparelho produtivo não ocorreu num ano, sr. Carlos F.
Um dos principais responsáveis pela destruição do nosso aparelho produtivo está hoje sentado na cadeira de presidente da républica. Foram muito pior os 10 anos de cavaquismo para o aparelho produtivo, basta ver o que aconteceu às pescas, agricultura, metalurgia, etc. Atirar as culpas para outros não é bonito, e só mostra mais ressabiamento.
# por Blogger GreenMan : sexta-feira, abril 27, 2012

 

 

 

A destruição do aparelho produtivo deve-se a Cavaco Silva, é verdade. Mas tambem se deve ao PREC, a Soares, Guterres, Durão, Santana, e, sobretudo a essa desgraça chamada José Sócrates. E estes que lá estão tambem não prestam, tal como os que os antecederam, tudo gente que nunca fez nenhum, tiraram o canudo nas Jotas, verdadeiras escolas da intriga, da traição e das facadas nas costas uns dos outros, em constante luta pelos tachos, que é a única coisa que os move.
O sistema actual está mais que podre.
Deveríamos ser governados pelos melhores de nós.
Como lá chegar ?
Francamente, não sei.
GreenMan afirma que "a destruição maciça do aparelho produtivo não ocorreu num ano"...
Afinal, havia "aparelho produtivo", que vinha do antigamente, só podia.
E, eu que pensava que antes do 25/04 não havia nada, era a escuridãoi total, andávamos todos a quatro...
Ele há cada patusco...
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, abril 27, 2012

 

 

 

O aparelho produtivo vinha do antigamente, pois claro. A geração espontânea há muito que está provado não existir. O problema sempre foi a atitude feudal de quem controlava esse aparelho, que levou à inevitável revolução.
Quanto aos homuncúlos das jotas, isso sim, em Portugal temos verdadeiros case-studies. Mas aí os únicos culpados são os portugueses que em 30 anos votaram sempre nos mesmos jotinhas, caciques, e aventais que nos arrastaram para esta situação.
# por Blogger GreenMan : sexta-feira, abril 27, 2012

 

 

 

O vírus da opacidade mina a estrutura macroeconómica e os alicerces da própria democracia. a supervisão é ineficaz, as assembleias municipais não podem fiscalizar os executivos a própria AR é uma caixa de ressoancia do poder executivo, enfim, veio a «troika» e ficamos a saber coisas da Madeira, dos municípios, das empresas municipais, das parcerias publico-privadas... enfim, vamos ser tutelados do exterior por causa da ineficácia das tutelas internas. E o regime caminha a passos largos para os «passos perdidos»...ou para o «prado do repouso»...

Não extirpem o danoso virus da opacidade e verão onde isto vai parar...

Hony soit qui mal y pense!
# por Blogger rouxinol de Bernardim : sábado, abril 28, 2012

 

 

 

Ainda no outro dia na sede do PS alguém disse ENA PÁ, O CAMARADA TONE HOJE NÃO VEM À REUNIÃO PORQUE APANHOU O PALERMISMO. É uma doença deveras complicada que é preciso combater.
# por Anonymous Anónimo : domingo, abril 29, 2012

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.