<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Nacional-Socialismo 

Esta história do Pingo Doce e da deslocação para a Holanda já irrita. Irrita pelo nacionalismo bacoco, um nacionalismo socialista de base oportunista, irrita porque muitas outras grandes empresas portuguesas fizeram o mesmo, incluindo empresas com capital do próprio Estado, irrita porque se critica uma empresa por gerir bem e não um país sorvedor de impostos, irrita porque europeístas, de pacotilha, condenam livre circulação de capitais, irrita porque muitos destes tipos que integram correntes de protesto e colam nos blogues e facebooks mensagens ofensivas compram em mercearias que não passam factura nem pagam impostos, pelam-se por comprar perfumes em Tax-Free, cigarros nos Açores e vão comprar gás e atestar o depósito a Tui. Irrita pela hipocrisia e pela trenguice Maria-vai-com-as-outras.
Imagine-se que os donos do Pingo Doce eram judeus...

Peliteiro,   às  23:42

Comentários:

 

O que irrita é a legislação que o permite... e não a evasão (fraude) legal!!
É que assim ficam menos uns troquitos para distribuir por quem precisa...!
Tudo tem a sua lógica.

É lindo quando as pessoas votam contra os seus próprios interesses.
Mas a democracia é isto mesmo.

 

 

 

«É que assim ficam menos uns troquitos para distribuir por quem precisa...!»

Há pessoas de esquerda mas bem intencionadas.
Manuel, quanto mais der ao Estado, em impostos, mais o Estado mal gasta; um monstro, um poço sem fundo... Facto.
# por Blogger O Peliteiro : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

Subscrevo o post, ainda para mais quando se sabe que são já 17 das 20 empresas do PSI20 sediadas na Holanda. Agrdeçamos ao inenarrável Sócrates e seu adjunto:

Até 2010 os lucros das holdings (SGPS) não estavam sujeitos a IRC que já tinha incidido sobre os lucros das sociedades participadas quando a participação fosse superior a 10%. Pressionados pela falência orçamental à vista, José Sócrates e o seu cúmplice para as finanças Teixeira dos Santos, alteraram no OE 2011 as regras do jogo, estipulando uma espécie de dupla tributação mantendo o IRC sobre lucros das participadas e adicionando-lhe o IRC sobre os lucros das holdings. No final, um accionista da holding receberia o seu dividendo saqueado pela primeira incidência de IRC nos lucros das participadas, pela segunda incidência nos lucros da holding e pelo IRS devido pelos lucros colocados à sua disposição pela holding.

Ainda em 2011, duas empresas do regime, PT e Portucel, e grupo Jerónimo dos Santos anteciparam para 2010 o pagamento do dividendo desse ano para evitar a dupla tributação em 2011.

Relativamente a 2012 e anos seguintes, para evitar a dupla tributação resultante duma decisão mesquinha do governo de José Sócrates, envolvendo iniquidade fiscal e extorsão fiscal legalizada, o grupo Jerónimo Martins resolveu que a holding portuguesa do grupo vendesse a sua participação de 56,136% à holding do grupo sedeada na Holanda, impedindo que o fisco português aplicasse uma vez mais IRC sobre os mesmos dividendos.

Com a autoridade de quem nunca criou um emprego (salvo os dos funcionários do partido) e de quem propugna o prejuízo como resultado esperado das empresas, o professor doutor Louçã, em nome do BE, o professor doutor José Junqueiro, em nome do PS e o camarada Jerónimo de Sousa, em nome do PCP, classificaram a decisão do grupo Jerónimo Martins de «mesquinha», «iniquidade fiscal» e «evasão fiscal legalizada», respectivamente.

http://impertinencias.blogspot.com/2012/01/lost-in-translation-131-decisao.html
# por Blogger skeptikos : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

Convém também acrescentar esta pergunta: «(...) O que continua por esclarecer são as razões (as de Louçã à parte) que levaram Sócrates e Teixeira dos Santos (antes) e Passos Coelho e Victor Gaspar (agora) a "largar" essas mais valias ficais para as praças externas.(...)»

http://notaslivres.blogspot.com/
# por Blogger skeptikos : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

Com estes impostos de loucos só paga quem não pode deixar de o fazer. A política do M. das Finanças continua irraçional.
Impostos absurdos numa europa com
livre circulação de capital só prejudica a economia e a arrecadação de reçeitas.
E esses geremias que choram baba e ranho a favor dos "pobrezinhos" (os VIP, Velhos Inválidos e Pobres)
esses, só não roubam o que não podem.
Eu bem os vi em 1975, 1976, 1977 e etc. a "sanear" e a roubar tudo o que podiam a bem da nação e do proletariado! A história recente ainda não está esqueçida.

A Grécia essa está num dilema: Ou não paga e vai á falênçia ou lhe é perdoada a dívida e fica na ruina.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

A esquerda hipócrita e mesquinha que defende como solução para a crise(que não é, caso contrário Cuba estaria bem), tirar aos ricos para dar aos pobres em vez de defender o aumento da riqueza nacional, trabalhando mais e ajudando as empresas a criar emprego, são os mesmos que agora choram baba e ranho por uma empresa(que chamou ilusionista a Socrates), de transferir capitais para outro País da UE.
A esquerda em Portugal necessita de uma renovação urgente sob pena de ficar o lugar de refugio dos fustrados e revoltados da sociedade.
# por Anonymous Carlos F : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

O que irrita é a falta de visão de quem nos governa, tanto cá como na europa. Isso sim é irritante! Querem construir uma Europa solidária mas depois permitem que uns Estados vampirizem os outros. Depois admiram-se com nacionalismos bacocos... Ainda hei-de ver o partido dos "verdadeiros portugueses" daqui a 30 anos a dizer que a culpa de estarmos então ao nível de um Burundi ser do sócrates. Esquecem-se é dos vicíos que a sociedade portuguesa trouxe da ditadura fascista, com "empresários" habituados a viver à sombra do Estado quando convém e a fugir para outras paragens quando o vento não sopra a favor. Este episódio do pingo doce e outros que tais, como o do Zeinal à Brava, são meras constatações da hipocrisia que reina entre esses empresários. Bem dizia o sr. Soares dos Santos "é preciso dar corda aos sapatos". Afinal, não era recado para os trabalhadores era sim a indicação do caminho para os nossos valentes e empreendedores empresários.
# por Blogger GreenMan : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

Quando algo corre mal, lembram-se sempre do Salazar. O Salazar foi monstruoso.

Mas, o que se fez depois da sua morte, no longínquo 1969? O que andou a fazer o Spínola, o Caetano, o Soares, o Eanes, o Cunhal, o Cavaco, etc.?

A propósito, a I República foi das piores fases da Hisória de Portugal.

Portugal está morto.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

VENDETTA
A maioria dos grandes grupos empresariais cuja actividade ainda se centra em Portugal, desde há vários anos, tem vindo a decidir colocar a sua sede fiscal noutros países da UE. Pouco ou nada se tem dito sobre este facto. Contudo, o estardalhaço que implodiu com a decisão do grupo Jerónimo Martins não tem paralelo.
Mas tem uma justificação: o líder do grupo Jerónimo Martins tem-se destacado como uma voz desassombrada na denúncia de algumas lacunas deste País. E foi particularmente contundente na exposição das fraquezas do período Sócrates.
Assim, o que faz correr os impulsionadores do movimento pindericamente mesquinho (para além dos idiotas úteis que sempre seguem o que parece estar na moda) é o sentimento mais básico neste tipo de coisas: a vingança.
O resto é teatro…
# por Anonymous Carlos Abreu Amorim : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

ASS, em Outubro de 2010:

"Temos pois de decidir se queremos uma sociedade socialista ou se queremos uma sociedade em que a iniciativa privada é aceite como alguma coisa de útil para um país pois gera riqueza.

Temos também de saber o que querem os partidos políticos. Os partidos em Portugal limitam-se a uma luta entre eles, têm falta de sentido de Estado, preocupam-se com os seus problemas e depois queixam-se da iniciativa privada. Isto tem que acabar. Será, pergunto eu, que estão conscientes do mal que provocam ao país quando, no parlamento, estão permanentemente a atacar aqueles que investem? Ou quando estão a tomar medidas que só servem para criar problemas? (…)

Temos também uma administração que não está disposta a dialogar, ao contrário do que sucede na Holanda. Lá discute-se com o governo os impostos que se devem pagar, e o que fica estabelecido é cumprido. Aqui não. Aqui ninguém sabe, por exemplo, se a meio do ano não aparece uma nova lei sobre as SGPS, por exemplo. Com estes comportamentos estão a convidar as pessoas para ir embora. Em vez de procurarem atrair as holding estrangeiras para Portugal, estão a convidar as holding portuguesas a saírem do país. Isto é de um desconhecimento total, pois a consistência de uma política fiscal é fundamental.”
# por Anonymous JMF : quinta-feira, janeiro 05, 2012

 

 

 

Subscrevo a opinião/post do Peliteiro

Este caso deveria dar azo a reflexão e não a indignação

Vejam este artigo:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=529417&pn=1
# por Blogger Eugénio : sexta-feira, janeiro 06, 2012

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.