<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Verdade conveniente 

Passos Coelho foi hoje muito criticado, por alguns, por ter dito que «há muitos professores em Portugal que não têm, nesta altura, ocupação» e portanto «podem olhar para todo o mercado da língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa». As pessoas convivem mal com a verdade. Preferem promessas de 150.000 novos empregos, ilusões vãs...

Eu não o critico pelo que disse - apenas a verdade nua e crua -, mas antes por não fechar muitos cursos universitários que formam desempregados sem esperança e geram despesa inútil. Estamos em altura de agir e não de mentir. O país está falido meus caros.

Peliteiro,   às  00:45

Comentários:

 

Se aplicar esta lógica aos cursos de ciências farmacêuticas, dado o notório excesso de licenciados e mestres, também podemos concluir que o Estado deve encerrar estes cursos, deixando nos privados a responsabilidade de formar farmacêuticos? Vamos saltar da "geração mais qualificada de sempre" para a "geração mais info-excluída de sempre"?

 

 

 

Claro que sim. O Estado não precisa de gastar fortunas a formar em escolas públicas hordas de farmacêuticos que não são necessários à sociedade.
Nos privados, apenas deve exigir requisitos de qualidade (o que não faz actualmente). Tudo errado portanto, IMHO.
# por Blogger O Peliteiro : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Ok. Compreendo a sua posição, mas não concordo. Mas isso sou eu, que ainda penso que deve haver possibilidade de aceder ao ensino superior independentemente da condição económica de cada um. E quando verificamos que as faculdades públicas, nomeadamente a da universidade de Lisboa, são uma referência a nível do ensino das ciências farmacêuticas em Portugal e na Europa, a sua posição leva-me a questionar se não estaríamos a mandar um inestimável know-how pelo ralo, seguindo as ideias do "gastamos mais do que podemos" do desgoverno troikista do companheiro Passos e dos amigos do Gaspar.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Repare que eu disse fechar cursos e não encerrar faculdades (ainda que algumas devessem ser fachadas também).
# por Blogger O Peliteiro : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Repare que uma coisa implica a outra: as Faculdades de Farmácia neste momento só fornecem os cursos de ciências farmacêuticas (além é claro dos diversos cursos de 2º e 3º ciclo). Se as faculdades fecharem cursos, diminuem as suas receitas, logo há menos dinheiro para serem financiadas, afectando a qualidade do ensino de duas formas: menos recursos para trabalhar e possível fuga dos professores mais habilitados. Mas aceito que se calhar há que diminuir as entradas, talvez admitindo candidatos em anos alternados. Ou tornado mais difícil o acesso à profissão, com exames à Ordem (mas como deve ser, com um grau de dificuldade superior, para assim distinguirmos o trigo do joio).
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Ontem o inevitável Marcelo disse (e concordo) que o assunto odia ser apresentado de outro modo.
Do tipo: o Governo tentará criar meios, junto de países lusófonos para...

Cumprimentos e um bom Natal para si e para todos os seus.
João Afonso Machado
# por Anonymous João Afonso Machado : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Caro Colega, como as propinas pagas pelos alunos são insuficientes para pagar os seus cursos, parece-me que a base da sua argumentação - «Se as faculdades fecharem cursos, diminuem as suas receitas» - está errada. Menos alunos é menos despesa pública.

Quanto ao acesso à profissão, à Ordem, só me parece lícito se tiver como objectivo garantir qualidade. Mas essa garantia devia ser conseguida a montante, pela qualidade dos cursos que, essa sim, é uma competência do Estado.
# por Blogger O Peliteiro : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Caro João Afonso Machado, seja bem reaparecido!
O Prof.º Marcelo enunciou uma acção correctiva, quando deveriam ser tomadas acções preventivas.
Um Bom Natal para Pindela.
# por Blogger O Peliteiro : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Claro que menos alunos não corresponde necessariamente a menos despesa, pois os recursos que estão hoje afectos às faculdades continuariam a existir. O problema não são os alunos, são os gastos das universidades. E aí, continuarei a discordar, pois um gasto em ensino público é um investimento do Estado. Deixar o ensino superior a cargo dos privados só vai agravar ainda mais as desigualdades. Mas já sabemos como isso não preocupa nada esta nova vaga de liberalistas à procura do admirável mundo novo dos ricos contra os pobres, em que estes vão ter tendência a ver perpetuada a sua condição. Pelos vistos, não se aprendeu nada com os erros cometidos por outros no passado.
O acesso à profissão deve ser regulado pela Ordem. Não me choca nada que se façam exames de admissão. Sempre era melhor do que esta mentira da certificação dos cursos, que basicamente põe todos os cursos em pé de igualdade. Deve haver exames, tal como há para as especialidades.
# por Blogger GreenMan : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Recorramos ao absurdo para resolver o conflito: «Claro que menos alunos não corresponde necessariamente a menos despesa». Dobre o n.º de alunos na sua FFUL com os mesmos padrões de ensino.
# por Blogger O Peliteiro : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Sou um leitor assíduo apesar de muito raramente comentar. Muito em breve serei Farmacêutico e na verdade preocupa-me a assimetria de conhecimentos existentes entre as faculdades pelo que também defendo uma exame para aceder à ordem que muitos países já usam.

Ao estado social em vivemos cabe garantir um ensino superior de qualidade e apesar da actual situação de "desemprego" na profissão e estado económico do país penso que não fará sentido diminuir as vagas das escolas publicas de Farmácia pois cairíamos num ciclo vicioso onde "quem tem dinheiro tira o curso" e no futuro a qualidade da profissão seria seriamente afectada.

Fica o repara que nem todas as faculdades de farmácia têm só como ensino pré-graduado o MICF

Um Bom Nata, abc
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, dezembro 19, 2011

 

 

 

Uma hipótese é reduzir a duração do curso. Acabam com o estágio e são menos 6 meses, o curso passa a ser de 4 anos e meio. Deixa de haver comissões de estágio, que me parecem apenas mais um "tacho" e também o custo final é menor, pois os cursos recebem financiamento de acordo com a sua duração. Não me parece nada lógico, estarem os estudantes a pagar propinas para trabalharem de graça, só para a faculdade receber mais dinheiro e avaliar uns relatórios finais sobre o trabalho desempenhado na farmácia comunitária, qd muitos destes professores que avaliam, talvez nunca tenham estado em nenhuma farmácia e se estiveram, foi há umas décadas... Os alunos depois de terem o diploma procuram emprego na sua área de preferência, indústria, comunitária,etc... Inicialmente, durante 3 meses, o ordenado poderá ser menor, dado que se trata de um período de formação e posteriormente ajustado à função. O modelo actual de estágio, com tanta gente a trabalhar à borla, não me parece que beneficie a criação de emprego, apenas as farmácias, que tem assim trabalhadores não remunerados de forma regular. Agora com a ausência de emprego, há muita gente a estagiar que se calhar nem nos próximos anos arranja emprego, ou seja, vai ser necessário um novo estágio!!! Se seguirem os conselhos de Passos Coelho e emigrarem, o cenário será totalmente diferente e o estágio de cá também de nada lhes serve, precisam de um novo estágio... A ANF segundo noticias recentes pretende reduzir o nº de farmacêuticos obrigatórios de 2 para 1 e criar um gabinete para facilitar os despedimentos... Acabem com os estágios que o estado assim paga menos às faculdades, os alunos não são explorados, e as farmácias que usam este sistema de forma abusiva, se querem trabalhadores, pagam-nos...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, dezembro 20, 2011

 

 

 

Para que é que serve a Ordem??? Para cobrar quotas elevadas e obrigar a formações de custo elevado, tendo por base " mais créditos, maior o custo". Com os actuais ordenados e com as funções desempenhadas pelos farmacêuticos, é totalmente despropositado este modelo. Já não chegam os horários alargados, muitas vezes não remunerados devidamente, ainda são necessárias formações após o horário de trabalho, que para muitos farmacêuticos já nem deve ser possível, pois com o novo modelo até às 24h, os que fazem o último turno, só podem ir às formações que fizerem de manhã...
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, dezembro 20, 2011

 

 

 

"...O país está falido meus caros"

isso já nós sabemos há muito...e digo ainda mais... o dinheiro que já veio e o que falta vir não vai chegar a meia missa...ou vamos ficar mais pobres...e os bancos mais ricos...outros que não dão ponto sem nó...


culpados pela situação? nos ultimos dez / doze anos este País foi governado à grande e à francesa... haja coragem para meter na cadeia quem gastou a mais ou que não era deles mas do Estado que no fundo somos todos nòs...doa a quem doer...isso é que era fazer justiça num País em que cada um faz o que quer e ainda lhe sobra tempo....Tou certo ou tou errado?

Agora mandar os pobres dos portugueses emigrar só revela que temos um timoneiro fraco...com o devido respeito...é que sempre fomos um País de emigrantes...

Salazar nunca mandou ninguém emigrar...Passos Coelho olhou para o lado e lembrou-se de África...a ideia não é má...mas deviamos ficar com os melhores quadros ou os mais qualificados...


FMI (Fernando Manuel Inocêncio)
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, dezembro 23, 2011

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.