<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Dia negro para as Farmácias e... os doentes 

Já se sabia que hoje seria um dia negro para as Farmácias:

«O Conselho de Ministros aprovou hoje um decreto-lei, com o novo regime de preços dos medicamentos comparticipados e não comparticipados;
O novo regime prevê a redução das margens das farmácias e dos grossistas e estabelece uma “margem fixa regressiva;
O diploma altera os países que servem de referência à fixação dos preços, implicando uma baixa generalizada;
A direção da ANF está demissionária.»

Embora ninguém o diga, é sobretudo um dia negro para os doentes: será comum não encontrarem na farmácia o medicamento que precisam, será comum não serem atendidos por pessoal qualificado, será comum não serem atendidos com o vagar e a atenção necessária às coisas importantes, sem explicações, educações ou informações, mas com intenções, será comum não ser possível ceder medicamentos a crédito aos mais necessitados, será comum que a farmácia e os farmacêuticos do costume, de há anos, não existam mais, será comum a venda indiscriminada de medicamentos sem receita médica, da prática de actos quasi-médicos, de fraudes e ilegalidades várias, será normal a farmácia deixar de ser um espaço especializado em medicamentos e passar a ocupar-se de produtos mais comerciais, mais lucrativos.

Peliteiro,   às  21:50

Comentários:

 

Direcção da ANF demite-se (link)

João Cordeiro, na minha opinião o melhor lobista português, demitiu-se hoje, juntamente com a direcção da Associação Nacional de Farmácias. Em causa, as medidas publicitadas hoje pelo Governo com vista à redução do preço dos medicamentos.
A moral desta demissão pode ser duvidosa para o cidadão em geral, face aos objectivos da medida do Conselho de Ministros. Acredito que a opinião pública não seja muito condescendente com os demissionários, mas muitos farmacêuticos chorarão baba e ranho pela perda.
Se se vislumbra um combate sério aos lobbies da Saúde, então nada a opor.
Se se trata de uma encenação tipo "assim não brinco !" ... aguarde-se o resultado.

 

 

 

Muitas das coisas que diz neste seu post - quase todas - já são comuns há muito tempo, mesmo muito antes do "ministério" de Correia de Campos e das alterações por este introduzidas. Não são novidade nenhuma nas farmácias, nem são responsabilidade de Correiadecampices ou, agora, Paulomacedices. São mais fruto de Joãocordeirices.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

Cuidado, o Dr. Peliteiro é bruxo!!!
# por Anonymous Anacleto : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

Fico na minha. Quem vendeu a farmácia mesmo ao desbarato é que é bruxo.
E ao dr. Cordeiro assubiem lhe ás botas.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

O Dr. Peliteiro vendeu a Farmácia e não foi ao desbarato. É bruxo! É bruxo!!!
# por Anonymous Anacleto : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

Eu confesso: Também vendi a minha farmácia há meses, ao desbarato.
Agora já não tenho pena.Tenho talvez pena é do comprador.
E não é ser bruxo, é sim estar atento a tanto disparate.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

acho q vou deixar cair a certificação , acho q vou reduzir o horário (amanhã é o último dia para o fazer para janeiro) , acho q vair haver saídas de colaboradores, acho q vão baixar os créditos , acho q os que ficam vão lutar pelo seu posto...acho q
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

Com a descida de preços e margens muitas farmácias entrarão em falência e fecharão. O Infarmed não poderá continuar a boicotar a abertura de novas farmácias e terá que se liberalizar a instalação dando lugar a estruturas mais jovens, mais racionais, mais baratas e mais modernas.
Genial!
# por Anonymous CC : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

o Dr.Peliteiro não é bruxo? não sei
mas que está bem informado,antes da noticia ser já era
e que é 100 % ANF também
agora que esta demisão é so treta também é verdade e o Dr Peliteiro sabe disso.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

CC: E em Espanha a mesma coisa.
No entanto, acho que o barato sai caro Mau serviço ao cliente,para quem a boa farmácia é a que vende tudo e não se importa com nada.A racionalidade está na caixa registadora e joventude está nos funcionários, baratos e com poucos
conhecimentos.(já conheço F. assim)
FF
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, setembro 29, 2011

 

 

 

Existem muitas farmácias mesmo à beira...mesmo ali na beirinha da falência, pelo menos é o que é noticiado. Mas quantas realmente fecharam as portas?
Daqui a um ano veremos que mesmo com estas baixas de preço e redução das margens, a larga maioria das farmácias que existem hoje continuarão com as portas abertas. Estes são situações cíclicas conjunturais que afetam negativamente o negócio mas são ultrapassáveis, com bom senso e boa gestão. Só uma liberalização da abertura de farmácias, que não está anunciada, poria em real risco a viabilidade de um grande número de farmácias, mas que seriam substituídas rapidamente por outras. Por isso, existe crise, mas não creio que a população irá sentir qualquer diferença no acesso aos medicamentos devido ao sector das farmácias perder efetividade. Quanto à decisão da direção da ANF de se demitir, apenas digo que têm demonstrado ao longo dos anos serem muitos bons naquilo que fazem (defesa dos interesses dos associados)e terão ponderado muito a decisão. Quanto à opinião publica,apesar de toda a campanha de relações públicas da ANF nos jornais, rádio e TV, a população em geral não se compadece muito por uma classe que vêem como privilegiada.
# por Blogger @boticando : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Estive a ver as projecções e as quedas nas margens são brutais (sabendo que as dos armazenistas caem directamente nas farmácias).
# por Anonymous Joaquim : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

A breve trecho teremos 1) cadeias de farmácias e 2) pequenas farmácias, de gente nova.
As farmácias como as conhecemos, paquidérmicas, com uma estrutura de custos pesada, de velhadas, não duram 1 ano.
# por Anonymous L. Garcia : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Pois eu acho que a demissão do dr. Cordeiro só serve os interreses do governo.E se pensa que o ministro da saúde virá pedir-lhe encarecidamente que reconsidere está enganado.
A opinião pública já não vê as F. como serviço de saúde.Muita da culpa cabe ás F.e á ANF. Todos sabemos porquê.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Não tenho muito a dizer sobre a medida anunciada, mas se de facto um número grande de farmácias falirem e fecharem as portas, então parece-me óbvio que a liberalização da instalação de farmácias será o caminho. Pessoalmente, não tenha nada a opor. Sectores como o das farmácias no Reino Unido ou nos EUA agradam-me e o papel do farmacêutico comunitário está bem definido enquanto especialista do medicamento aquando da sua dispensa. O mal em Portugal foi a exclusividade durante décadas da propriedade, que transformou os farmacêuticos proprietários mais em gestores e empresários do retalho de medicamentos (e afins) do que em profissionais afectos e preocupados com os REAIS deveres da profisssão - por outras palavras, alheou-os da profissão. Portanto, sem ANF os farmacêuticos não perdem nada e não têm nada a temer. Será até benéfico para a esmagadora maioria dos jovens farmacêuticos um cenário de liberalização da instalação de farmácias.
# por Anonymous Estagiário : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Leio aqui vários comentários dando a entender uma iminente liberalização da abertura de farmácias...pode ser que alguma coisa me escapou mas pelo que ouvi e li, ontem não se falhou disso, não está no memorando de entendimento com a troika, não está no programa do governo, o Paulo Macedo nunca falou do assunto e nem quando o governo fala das reformas estruturais que irá fazer na economia portuguesa aborda este tema.
É possível e logo tenho essa possibilidade em conta, mas não me cheira provável.
De qualquer forma, se estes rumores se tornam generalizados, mesmo que não aconteça a liberalização efetivamente, estes rumores poderão ser outro fator a influenciar os preços a que as farmácias são trespassadas... e fala-se, fala-se, mas os preços das farmácias não desceram assim tanto, pelo que tenho apurado.
# por Blogger @boticando : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Conheço bem, para não dizer MUITO BEM, o negocio das farmácias. Sinceramente acho que esta demissão do Dr. Cordeiro, é mais um dos muitos tiros nos pés que tem andado a dar nos ultimos anos. Começou em 2002 com do Dr. Ferro Rodrigues....
La foi levando a agua ao seu moinho, e conseguiu em negociação directa com José Socrates a não liberalização da Abertura de Farmácias. "FALOU-SE MUITO EM LIBERALIZAÇAO, mas o que se liberalizou foi aquilo que os proprietários de farmácia na verdade queriam - Liberalizaram a propriedade, resolvendo as sucessões familiares, as falsas propriedades, etc etc. Até podem agradecer a Sócrates.

Eu pergunto: Que é que os portugueses perdem com a Demissão da ANF. Em rigor, NADA.

Os portugueses o que querem é Medicamentos Mais Baratos. Alem disso o que mudou, ou melhor, o que dizem que vai mudar é o sistema de calculo do preço dos medicamentos que é feito com a média dos paises mais semelhantes ao nosso. Até ha bem pouco tinhamos os medicamentos 10x mais caros que em espanha. Foi O governo de Socrates que acabou com esta vergonha. E agora qual é o problema de termos os medicamentos aos preços de espanha ou da grécia? La também há farmacias, são privadas e dão lucro.

Uma coisa é certa, ninguem gosta de ganhar menos do que ganhava, e isso custa a todos, até as Farmácias.

Penso que a medida é tardia, podiamos ter poupado milhoes de euros se quando começaram os Genéricos no tempo do Ministro LUis Filipe Pereira, tivesse começado com uma politica Justa e Honesta, que nao foi o que aconteceu em portugal. Genéricos que custavam 60 euros a caixa, e agora custam 10, Exemplo: Omeprazol 20mg cx 60 unidades. Quem ganhou durante anos e anos pelo menos 50 euros limpinhos em caixa? Eu consumidor, não fui de certeza.
E os Bonus de compra 1cx e levam 10cx de borla - Sim isto é verdade. Desminta-me Sr. Boticario de Provincia, se isto que eu estou a dizer é mentira.

Uma coisa e certa, os proprietários de farmacias que tiveram juizo, estão bem de finanças, portanto podem manter o negocio. Agora aqueles Megalómanos, de megafarmácias, megarobots, megacasas, megaiates, mega endividados, esses podem estar bem preocupados. Mas isso é o que acontece aos portugueses em geral.

Ninguem fala do crescimento da facturação das farmacias até 2009, quantas vezes acima do crescimento da economia?

Ninguem fala dos valores megalómanos pela venda do alvará de farmácias, Aliás outra discussão é se os alvarás concedidos pelo estado a um farmaceutico por concurso publico, porque é que tem que ir agora para um qualquer outro por compra.....

Para uma verdadeira justiça nas Farmácias, espero que seja de uma vez por todas LIBERALIZADA A ABERTURA DE FARMÁCIAS, fomentar a concorrencia, o empreendedorismo.

Não podemos dizer que o que precisamos é de empreendedorismo, quando um LICENCIADO EM FARMACIA, com o seu canudo o que pode fazer é TRABALHAR NUMA FARMACIA, que por sua vez até pode ser dum empreiteiro, ou de alguem que nao percebe nada de farmacias, e esse farmaceutico nao pode ABRIR A SUA PROPRIA FARMÁCIA PORQUE?
# por Anonymous Santos : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Os vossos comentários fazem-me lembrar a famosa frase «Parece-me que as notícias sobre a minha morte são manifestamente exageradas».

As farmácias minimamente bem geridas estão aí para as curvas.
# por Blogger Peliteiro : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

Tanta conversa do Sr. Santos para nos dizer 2 coisas deveras interessantes, tipo Einstein do sec. XXI:
- os povos franceses, belgas, suiços, luxemburgueses, espanhois, italianos, austriacos, são uns atrasados mentais já que nesses paises, p.e., há muitos mais)NAO EXISTE LIBERDADE DE INSTALAÇAO.
- abrir novas farmácias é um exercicio de empreendedorismo soberbo, só comparavel à criação de novas industrias tipo AUTO-EUROPA, com acrescimos do PIB que o país nunca assistiu.

NOTA: Nem vou dormir esta noite só de pensar o desperdicio que este país está a ter em não aproveitar este SANTOS para ministro da economia.
# por Anonymous Carlos F : sexta-feira, setembro 30, 2011

 

 

 

O problema do João Cordeiro foi ter acusado o elemento do ocupante (troika) de se intrometer onde não era chamado, impondo medidas específicas para as farmácias, em benefício de outras áreas do sector, (ver "SOL" de 23-09-2011). "O que ele tem de fazer é definir o valor da poupança",afirmou.
Ora, o ocupahte, habituado a ser servilmente obedecido pelo colaboracionista "bom aluno," não pode tolerar tão grande falta de respeitinho. E, daí, a ter exigido o seu afastamento, foi um pequeno passo. Eles, os agiotas, não gostam de Tugas de espinha direita, que aos bois chamam pelos nomes, preferem gente pequena, interesseira , subserviente e submissa.
É o que temos, talvez não mereçamos melhor...,
Vicêncio.
.
# por Anonymous Anónimo : sábado, outubro 01, 2011

 

 

 

Sr Carlos F.
A sua ignorancia acaba por me dar novamente razão. Vamos a Numeros:
Numero de Habitantes por cada farmácia: Grecia 1 farmacia por cada 1200 Hab. Belgica 1 por cada 1800 hab. Espanha 1 por 2000 habitantes. França 1 por cada 2500 habitantes.
PORTUGAL: 1 por cada 3800 habitantes.

Porque? Quem ganha com este privilegio de 1 farmacia por 3800 habitantes? SE A PALAVRA LIBERALIZAÇÃO LHE INCOMODA TANTO, PORQUE NAO COMO EM ESPANHA, 1 POR CADA 2000 HABITANTES, Dava para duplicar o numero de farmacias em Portugal. Em que é que o povo portugues ficaria prejudicado?

A abertura de farmacias custa zero ao orçamento de estado, nao aumenta as despesas do estado, apenas a divide por um maior numero de farmacias.


Não deitem sal nos olhos do Ze Povinho.
# por Anonymous Santos : domingo, outubro 02, 2011

 

 

 

Adeus Cordeiro, não deixas saudades a ninguém!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, outubro 03, 2011

 

 

 

Qual adeus Cordeiro, qual quê?
Não é qualquer que em directo na TV, afirma, cara a cara, que o ministro não lhe merece confiança.
Ou, que em conferência de imprensa, chama traidor e mentiroso ao primeiro-ministro.
São muitos anos a virar franganitos.
Esperem pela volta...
Vicêncio
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, outubro 04, 2011

 

 

 

A birra do Cordeiro passou completamente ao lado na comunicação social. Ou seja, impacto praticamente nulo. Está acabado o reinado da ANF.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, outubro 04, 2011

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.