<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 20 de julho de 2011

Comparticipação, esmola ou trapalhada? 

Farmácias solidárias vão apoiar famílias carenciadas em todo o país

Não entendo bem como se estruturará este projecto das "Farmácias solidárias" nem o que acrescenta às clássicas comparticipações, mas pela complexidade burocrática dos procedimentos, pela possibilidade da utilização de restos de medicamentos - numa arcaica e condenável prática farmacêutica atentatória da qualidade e da segurança dos medicamentos! - e pela necessidade da contribuição pecuniária das próprias farmácias, pode-se adivinhar uma grande trapalhada com efeitos mínimos.
Enfim, correiadecampices nada compatíveis com o momento de aflição que vivemos.

Etiquetas:


Peliteiro,   às  23:15

Comentários:

 

As farmácias, na desorientação geral só se enterram.
A étca profissonal está de rastos.
A longo prazo estão a resvalar para o descalabro.Já não há farmácias, só ganancia.

 

 

 

Alarmas-te com tudo o que cheira a social!!
# por Blogger mfc : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Não sei em que moldes é que esta medida poderá sr implementada, mas "apunhala" todos os muitos e rigorosos passos da vida de um medicamento (desde da investigação de onde nasceu, passando produção até ao armazenamento). Triste ver este desrespeito ignorante e terceiro-mundista sobre o que é um medicamento.
# por Blogger Eugénio : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Correiadecampices?! Está a ver as coisas muito mal, porque isto é um autêntica joãocordeirice.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

mfe- : isto não é alarme!
É ganancia terceiro mundista!
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Você parece que não conhece a ANF... Acha que o cartão dos pontos é o quê se não ganância? Já ouvi o "senhor" responsável pelo programa FarmáciasPortuguesas em algumas ocasiões e é um autêntico markteer.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Parece meritório, mas é um atentado a tudo o que é a garantia da qualidade do circuito do medicamento e o papel do farmacêutico (e das farmácias) nesse processo.

O que é interessante é que (tanto quanto percebi) foram farmácias (e farmacêuticos) de Cascais que começaram um programa destes, recebendo medicamentos não usados e encaminhando-os para utentes necessitados.

São também em grande parte os farmacêuticos proprietários de farmácia que defendem os limites à atribuição de alvarás de novas farmácias, com o argumento de garantir uma boa cobertura nacional pela rede de farmácias. Ora foram estes mesmos (proprietários farmacêuticos) os primeiros a tornar aparente que o que a actual lei faz é impedir a iniciativa de quem quer montar uma farmácia numa freguesia rural que entretanto viu a sua farmácia transferida, deixando as populações sem acesso fácil aos medicamentos.

A própria classe anda a dar muitos tiros no pé e existe sempre quem esteja atento e pronto a explorar os nossos erros. O pior é que só nos poderemos queixar de nós pr´prios.
# por Blogger Tavares : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Queriam o quê de um básico como o Marco António?
# por Anonymous Tiago : quinta-feira, julho 21, 2011

 

 

 

Um governo laranja já faz merdices... mas o adjectivo ainda tem herança do governo socialista!... "CorreiodeCampices"... Brilhante subterfúgio!
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, julho 22, 2011

 

 

 

Peliteiro, esta mania da perseguição ao CC e ao social/solidário já cheira mal! Tresanda!
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, julho 22, 2011

 

 

 

Social/solidáro não é distribuir medicamentos que não se sabe donde vieram nem em que condicoes estiveram armazenados,
sol,calor etc. A validade dos m.tem muito a ver com isto.E dar gato por lebre não é solidário é aldrabiçe.
# por Anonymous Anónimo : sábado, julho 23, 2011

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous Ana Jorge : domingo, julho 24, 2011

 

 

 

o primeiro link não funciona.... ou deixou de funcionar...
seria este?
http://www.ionline.pt/conteudo/137951-medicamentos-farmacias-solidarias-vao-apoiar-familias-carenciadas-em-todo-o-pais
# por Blogger Andie : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Em resposta, replico este comentário:

«Social/solidáro não é distribuir medicamentos que não se sabe donde vieram nem em que condicoes estiveram armazenados,
sol,calor etc. A validade dos m.tem muito a ver com isto.E dar gato por lebre não é solidário é aldrabiçe.»
# por Blogger Peliteiro : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Já está Andie; obrigado.
# por Blogger Peliteiro : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Se eu coloco umas calças "rotas" no contentor para reutilização, se entrego umas pastilhas fora do "blister" na farmácia, se coloco "meia" nora de 500€ na caixa de esmolas, etc... não é ser solidário...

Como é óbvio qualquer contribuição "solidária", em 99% dos casos, não é mais que a entrega de de bens/produtos que não necessitamos, quer seja roupa,calcado,dinheiro,etc.

O "benemérito" só dá aquilo que não lhe faz falta...

Com isto não estou a defender esta medida, mas se a mesma foi bem trabalhada, sendo feita uma triagem correcta ao que se está a dar, não me choca.

Contudo, não sei se os custos de uma reciclagem "bem feita" não excederão os preços de uma aquisição dos mesmos ás farmacêuticas.
# por Anonymous Nuno Pimentel : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

"sendo feita uma triagem correcta" ???? Como é que é possivel saber se um comprimido, dentro de um blister não sofreu alterações devido à exposição solar/variações de temperatura!!! A única forma é retirar o mesmo do invólucro e fazer uma titulação da substância activa!!! Ou seja.... adeus comprimido!!! Isto é estúpido!!!
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Pimentel, vamos fazer uns suponhâmos:
Vais à Farmácia comprar um leite para o teu bebé (da outra) e o Farmacêutico enquanto recebe os euros e te passa a factura explica-te que o rótulo tem uma pequena rasgão porque aquela embalagem tinha sido devolvido por um outro cliente qualquer, mas não havia problema nenhum, nem tinha sido aberta.
O mesmo mas um soro para perfusão no teu avô.
Ou uns antibióticos para a tua filha que está com uma infecção "complicada".

É clara que isto tudo de forma «bem trabalhada, sendo feita uma triagem correcta ao que se está a dar»...
# por Blogger Peliteiro : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Jorge, vamos fazer um suponhâmos...

Vais a um restaurante e servem-te de aperitivo uns rissóis excelentes... será que foram feitos com carne "nova"? Sim ou talvez não... Por vezes tem que haver relações de confiança e que numa medida como esta terá que haver controlo.

Reitero o que escrevi, "não sei se os custos de uma reciclagem "bem feita" não excederão os preços de uma aquisição dos mesmos ás farmacêuticas"

Um sistema de qualidade tem como objectivo a criação de condições que garantam que um determinado processo não se deteriora em função das pessoas que nele intervêm.

Os suponhâmos que colocaste referem-se à "aquisição" de um determinado bem, não ao recebimento gracioso do mesmo. quando vou comprar umas calças, não aceito comprar umas com defeito... (quanto à embalagem de leite, se constatasse que realmente a embalagem não se encontrava violada sendo o dano menor e meramente estético e com isso foi proposto uma redução de preço interessante (e aqui cada um sabe de si) possivelmente aceitaria).

Creio que quando um toxicodependente vai a uma farmácia pedir "graciosamente" um kit de seringas não recebe uma seringa utilizada...

Sem duvida, e pela primeira vez senti, que os comentários anónimos podem ser ofensivos.

Vou deixar uma questão ao anónimo anterior, se quando quando ele recicla o Ben-u-ron que adquiriu quando estava engripado em fevereiro passado, dos 10 comprimidos que comprou só utilizou 4, e quando na semana passada estava com dor de cabeça o retirou do blister e fez uma titulação da substância activa ou se o tomou?

No meu comentário anterior onde se lê "meia" nora era "meia" nota...
# por Anonymous Nuno Pimentel : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Pimentel,
Eu, leite para os meus filhos, nem no supermercado compro, só na farmácia;, muito menos aceitaria uma embalagem que já andou sei lá bem onde, sei lá bem como.
Com um rissol em má condições tens uma diarreia; com o dito antibiótico deteriorado a infecção progride e tu morres. É aborrecido... ;)
# por Blogger Peliteiro : terça-feira, julho 26, 2011

 

 

 

Jorge, creio que a ideia é estender um projecto piloto de Cascais ao resto do pais. O controlo dos medicamentos é feito nas "farmácias".
# por Anonymous Nuno Pimentel : quarta-feira, julho 27, 2011

 

 

 

A reciclagem de medicamentos é ilegal!!!

Dar "lixo" (que é disso que se trata) aos doentes e chamar-lhe de acção social é verdadeiramente deprimente!!

E volto a dizer.... a "reciclagem" de medicamentos tal como supostamente está a ser apresentada carece de legalidade!!!!

Quanto ao paracetamol, se o adquiri, e o guardei em casa ficou por minha conta e risco!!! Mas paguei o mesmo....e sei (pelo menos a legislação e toda a cadeia do medicamento assim me garante), que até chegar às minhas mãos, o medicamento estava devidamente rastreado em termos de condições de conservação.

O mesmo já não se pode dizer de um medicamento devolvido a uma farmácia, depois de estar 2, 3 ou 4 meses ou mais em casa de alguém!!! Até porque se acontecer alguma reacção adversa ao mesmo..... ou até uma ineficiência farmacológica.... nunca se saberá se realmente foi provocada pela substância activa em si, ou do facto de ter estado sujeita a condições extremas de temperatura, antes de reintegrar o "circuito do medicamento"!!! Qual é o laboratório, ou farmácia que irá responsabilizar-se por isto??? Este tipo de ideias, parte apenas de alguém que desconhece toda a complexidade que envolve a criação de um circuito seguro de medicamentos num país!!! É querer dar lixo aos pobres.....

Se existe a preocupação de poupar nesta área, existe muito por onde lhe pegar, para diminuir o consumo abusivo de medicamentos!!! Não é com estas medidas "sociais" que se vai fazer a diferença!!!
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, julho 27, 2011

 

 

 

Já agora pergunto-lhe como implementaria isto para avaliara a qualidade de um medicamento reciclado : "Um sistema de qualidade tem como objectivo a criação de condições que garantam que um determinado processo não se deteriora em função das pessoas que nele intervêm."
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, julho 27, 2011

 

 

 

Nuno, lá por serem Farmácias a fazê-lo não quer dizer que o façam bem. A OMS, como escrevi, não recomenda este método de restos de medicamentos para pobrezinhos nem nas regiões mais pobres de África.

Conheces o caso do maluco que injectava cianeto no Tylenol e matou uma série de americanos?
# por Blogger Peliteiro : quarta-feira, julho 27, 2011

 

 

 

Padre Vítor Melícias:
«Não podemos dar restos aos pobres; os restos dos medicamentos, por exemplo»
# por Blogger Peliteiro : sábado, agosto 27, 2011

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.