<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 9 de março de 2011

O Infarmed não merece confiança? 

Associação Portuguesa dos Médicos de Clínica Geral alertou os deputados para as diferenças entre as marcas de genéricos para o mesmo medicamento.

Por vezes parece que tratando-se de medicamentos genéricos se trata de temas de fé e não de ciência.
Se a APMCG diz que «os genéricos têm uma dose de medicamento que é mais variável do que o medicamento original, de marca», presumindo-se que mais variável do que o aceitável pelas guidelines internacionais, então deveriam prová-lo. E sobretudo, dever-se-ia confrontar o Infarmed com estas afirmações - porque dizer que não se confia na bioequivalência dos genéricos é o mesmo que dizer que não se confia no Infarmed.
O que está em causa é isto: ou mente a APMCG ou mente o Infarmed. Rolem cabeças, pois.

Peliteiro,   às  17:51

Comentários:

 

Porque será que estas avantesmas nunca se preocuparam com a falta de bioequivalência das "cópias" (há estudos, nomeadamente nos antibióticos, que são arrasadores para essa classe muito especial e muito portuguesa de medicamentos...) e se preocupam tanto com os "genéricos" que, nos pedidos de AIM, têm se apresentar esses mesmos estudos?!
Realmente, quando lhes cheira a perda de regalias (Congressos, plasmas, pagamentos em dinheiro vivo…), estes médicos perdem a cabeça e escorrega-lhes o pé para o chinelo…

 

 

 

O que estes senhores não sabem, é que a variabilidade da dose tanto acontece num medicamento de marca como num genérico. Existe um desvio aceitável acima e abaixo da dose indicada, comum a TODOS os medicamentos. Quem se julga esta associação de médicos de família, tão permeáveis a delegados de informação médica, para emitir este género de opiniões? Em que estudos se baseiam? E quantas vezes os próprios médicos de família vão alterando os genéricos que prescrevem aos seus doentes, ao sabor das suas inconfessáveis simpatias?
Talvez estes médicos devessem fazer um estágio num hospital, onde tivessem que aprender a prescrever por Denominação Comum Internacional, e onde desconhecessem que genérico é dispensado pela farmácia hospitalar. Talvez já fosse altura de dar por terminada esta discussão ridícula. Pena é que o novo Bastonário dos Médicos tenha este preconceito colado à pele. Lamentável.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, março 10, 2011

 

 

 

Estes senhores médicos de família adoram falar do que não sabem. Até o podiam fazer à vontade, o problema é que os leigos que não investigarem e não se procurarem informar bem engolem as patranhas destes imbecis de serviço à primeira colherada. Quanto ao novo bastonário só um comentário: vai de mal a pior. É Portugal, sem futuro... Uns vivem à custa da ignorância de outros.
# por Anonymous Anónimo : quinta-feira, março 10, 2011

 

 

 

Concordo com tudo, é precisamente a minha opinião. O Infarmed é uma "instituição sem personalidade", pois caso contrário vinha a público defender a razão e a ciência e iniciaria procedimentos judiciais sobre estes palermas que fazem uma figurinha muito triste e lamentável aos olhos da comunidade científica...

Claro que, por outro lado, a opinião (ou crença) dos médicos sobre medicamentos é uma lei para a maioria da população, e quanto mais incultos forem os pacientes tanto melhor
# por Blogger Eugénio : quinta-feira, março 10, 2011

 

 

 

Havia (há) uma música dos Pink Floid que tinha como t´tulo...Moneyyyyyyyyyyy
# por Blogger mfc : sexta-feira, março 11, 2011

 

 

 

Não foi o Infarmed q se dedicou a pôr o Cordeiro/ANF em tribunal por nada? Então e agora caladinhos que nem ratos? Vergonha...
# por Anonymous Anónimo : sábado, março 12, 2011

 

 

 

Volto ao mesmo !
As farmácias estão describilizadas e em boa parte, a elas se deve.
Insisto! Obriguem com legislação adequada a que a impressão no verso da receita seja igual á f/r entregue ao utente /cliente.
Tudoo o que não for comparticipado pelo S.N.S deve vir em recibo á parte.
A maioria dos farmacûticos não alinham no lucro a qqulquer preço.
Ainda acredito na ética e na honestidade dos farmacêuticos.

Bem sei que há para aí farmácias indignas do nome,que andam com carrihos de porta em porta a impijir tudo e mais alguma coisa.
Sei de uma que alegadamente vai a casa aplicar todo o tipo de injeções e aconselha medicamentos sujestos a receita que mais tarde se encarrega de arranjar A porulaçáo em dificuldade agradece penhorada.
VENHA NOVA LEGISTAÇÃO COM PÉS E CABEÇA.
# por Anonymous Anónimo : sábado, março 12, 2011

 

 

 

E a luta pá!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, março 14, 2011

 

 

 

Aluta? A luta é esta: Quremos melhores governos,mehores leis e mais ética e honestidade.
Já não se pode com tanto desnorte!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, março 14, 2011

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.