<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Bastonário da Ordem dos Médicos, o industrial do ano. 

«Estão todos errados! Só o Sr. Bastonário é que está certo, na sua singular parceria com a indústria farmacêutica»

Um artigo delicioso, no PÚBLICO, do Dr. João Cordeiro, Presidente da ANF, que mais uma vez demonstra ter muita mais categoria e inteligência que o dito "industrial do ano":

«O Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos tem evidenciado ao longo do seu mandato uma visão industrial da política do medicamento, contrária a uma visão científica, que nos parece ser a vocação natural do cargo para o qual foi eleito pelos seus pares. Na prescrição por marca comercial, nos preços, na dimensão das embalagens, na política de comparticipações, etc., as posições do Sr. Bastonário são sempre coincidentes com as das empresas produtoras de medicamentos. Aterrorizado com a ideia de perda de poder, com a entrada em vigor da prescrição obrigatória de medicamentos por DCI, cada vez mais próxima e cada vez mais inevitável, o Sr. Bastonário optou por viver encostado às posições da indústria farmacêutica.
Em vez de considerar a prescrição por DCI como uma evolução normal do exercício da medicina, mais consentânea com o estádio actual de desenvolvimento das sociedades e do Sistema de Saúde, considera-a inimiga da classe médica.
Em vez de considerar a DCI vantajosa para os doentes, por lhes facilitar o acesso a terapêuticas da mesma qualidade e a menor custo, considera-a inimiga dos doentes.
Em vez de se aliar aos farmacêuticos em defesa da DCI, considera-os inimigos da classe médica.
Para o Sr. Bastonário, estão todos errados, menos ele.
Estão errados os partidos políticos quando inscrevem a DCI nos seus programas eleitorais.
Estão errados os governos quando inscrevem a DCI nos seus programas de Governo.
Estão errados os países onde é obrigatória a prescrição por DCI.
Estão erradas as faculdades de Medicina e de Farmácia onde não se ensinam marcas comerciais, mas apenas princípios activos.
Estão errados os hospitais do SNS onde foi abandonada há décadas a prescrição por marca comercial.
Estão errados os doentes que querem ter o direito de opção por medicamentos iguais a preço mais baixo.
Está errado o Governo Regional da Madeira onde foi abandonada a prescrição por marca comercial e é obrigatória a prescrição por DCI.
Está errada a Assembleia da República que aprovou recentemente a prescrição obrigatória por DCI.
Estão todos errados! Só o Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos é que está certo, na sua singular parceria com a indústria farmacêutica em defesa da marca comercial.
Que interesses movem o Sr. Bastonário para defender com tanta persistência as marcas comerciais? As marcas não curam doenças. Ao defender as marcas comerciais e não os princípios activos, o Sr. Bastonário comporta-se como um comerciante de produtos de marca, coloca os aspectos científicos da terapêutica em segundo plano e funciona como câmara de eco das posições da indústria farmacêutica. A defesa da marca comercial, em nossa opinião, não prestigia os médicos e não acreditamos que eles se revejam na posição do seu bastonário. Quanto mais a classe médica se divorciar da marca comercial dos medicamentos, mais autoridade científica adquire sobre a sociedade em geral e os doentes em particular.
A marca comercial é o instrumento da indústria farmacêutica para proteger o mercado após a caducidade das patentes. Protegendo o mercado, protegem o preço, o que não interessa nem ao Estado, nem aos doentes. Compreende-se que a indústria farmacêutica defenda a marca comercial. É do seu interesse e essa posição é naturalmente legítima. O que já não se compreende é que o Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos tenha a mesma posição. Aliás, com a autoridade que lhe advém do cargo que exerce, é mais importante para a indústria farmacêutica que seja o Sr. Bastonário a defender esta posição do que ela própria.
Algum responsável da indústria farmacêutica vem a público defender a marca comercial? Nenhum. Nem precisam!
Há quem faça o trabalho por eles. Foi o que aconteceu, mais uma vez, recentemente, com a entrada em vigor da prescrição de medicamentos por DCI na Região Autónoma da Madeira. Não foi a indústria farmacêutica que reclamou contra a medida, foi de novo o Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos, que ameaçou mesmo que nunca mais certificaria congressos que se realizassem naquela região autónoma! E ameaçou, ainda, que não consentiria a abertura de mais vagas de internato médico naquela região!
Recusamo-nos a acreditar que a classe médica se reveja nesta retaliação do seu bastonário. Onde houver prescrição por marca comercial, o Sr. Bastonário certifica congressos; onde a prescrição for por substância activa, não certifica! Onde houver prescrição por marca comercial, o Sr. Bastonário aceita abrir novas vagas; onde a prescrição for por DCI, não aceita! É o “turismo médico” no seu apogeu, agora publicamente reconhecido e tutelado pelo próprio bastonário da Ordem dos Médicos. Será que não certifica congressos aqui ao lado, em Espanha, onde a prescrição é por DCI?
O Sr. Bastonário afirma que sem a marca comercial os doentes ficam na mão dos “comerciantes de medicamentos”, isto é, das farmácias. Este argumento ad terrorem pertence ao passado. São os doentes que reclamam a prescrição por DCI, porque já compreenderam que podem cumprir a mesma terapêutica por menos dinheiro. Só o Sr. Bastonário é que ainda não compreendeu isso.
Nos últimos dias, numa atitude de novo alinhamento com a indústria farmacêutica, foi a única voz que veio a público defender o fim do preço nas embalagens de medicamentos, contra o coro generalizado de protestos das associações de doentes e consumidores.
O Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos tem sido um porta-voz qualificado da indústria farmacêutica.
Por isso mesmo, num ano em que o país atravessa tantas dificuldades económicas, merece o PRÉMIO DE INDUSTRIAL DO ANO.»

Peliteiro,   às  18:16

Comentários:

 

Texto bem claro este do João Cordeiro. Quanto mais insistir (o bastonário) mais vai alimentar uma certa desconfiança que começa a crescer em relação à classe médica.. mesmo nem populações quase analfabetas...

Causa-me uma verdadeira repulsa ver o bastonário da Ordem do Médicos..Parece o Relações publicas do Sadam Hussain, que com a capital praticamente tomada continuava a dar conferências de imprensa a dizer que estava tudo sobre controlo... (Neste caso, mesmo sabendo que qualquer comum dos mortais já sabe que os genéricos são iguais às marcas, continua a insistir numa realidade corrupta e terceiro-mundista). Quem continua a defender posições destas(totalmente contra a evidência científica) sobretudo quem tem um cargo que lhe confere alguma autoridade, deveria ser chamado à justiça. Não tenho dúvidas que num país civilizado isso aconteceria.

 

 

 

Só não me espanta que esse tipo obsceno, Pedro Nunes, ainda não tenha sido chamado à Justiça porque estamos em Portugal, este pseudo-país civilizado, que no fundo é um limbo entre o terceiro-mundo e a civilização. Infelizmente, os que o querem substituir na posição de bastonário vão na mesma linha de pensamento. É o país que temos. E com nulidades no Ministério da Saúde pior ainda...
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, novembro 24, 2010

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.