<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


domingo, 25 de abril de 2010

Não fora o 25 de Abril 

Passei o dia completamente alheado dos eventos do 25 de Abril. Não assisti às cerimónias, não ouvi discursos, nem sequer vi televisão, ouvi rádio ou li jornais, passando a tarde isolado do mundo nos confins do monte da Calcedónia à procura da sua mítica fenda. É muito mais excitante procurar uma magnífica fenda do que assistir às naftalínicas evocações de um dia que dizem ter mudado a progressão do país, mas que muitas vezes parece que deixou ficar tudo mais na mesma. E assim, ao longo do dia, olhando para o país bem de cima, sempre que me assaltava o pensamento a data dos amanhãs que cantam fui tuítando a colecção que agora vos deixo:
  • Não fora o 25/4 e hoje ainda havia portugueses sem médico
  • Não fora o 25/4 e hoje ainda havia listas de espera nos hospitais
  • Não fora o 25/4 e hoje ainda havia portugueses sem dinheiro para pagar os medicamentos
  • Não fora o 25/4 e hoje ainda havia portugueses abandonados em casas miseráveis à espera da morte
  • Não fora o 25/4 e hoje ainda Portugal estaria na cauda da Europa
  • Não fora o 25/4 e ainda hoje a Justiça estaria formatada para proteger os ricos e poderosos
  • Não fora o 25/4 e ainda hoje a comunicação social estaria concentrada em 2 ou 3 grupos
  • Não fora o 25/4 e ainda hoje a pobreza não estaria erradicada
  • Não fora o 25/4 e ainda hoje os nossos jovens seriam obrigados a emigrar
  • Não fora o 25/4 e o país viveria assolado pela corrupção
  • Não fora o 25/4 e o povo não teria habitação, seria inquilino da banca
  • Não fora o 25/4 e muitos bairros das nossas cidades seriam degradados, imundos e perigosos
  • Não fora o 25/4 e a nossa polícia não seria respeitada
  • Não fora o 25/4 e os nossos jovens não teriam acesso a ensino público de alta qualidade
  • Não fora o 25/4 e grande seria o fosso entre ricos e pobres
  • Não fora o 25/4 e reduzida seria a nossa mobilidade social
  • Não fora o 25/4 de Abril e as empresas públicas seriam abrigo de incompetentes e entreposto de tráfico de influências
  • Não fora o 25/4 e os PALOP viveriam dominados por senhores feudais, na miséria e na guerra
  • Não fora o 25/4 e viveriamos governados por mentirosos e incompetentes, suspeitos de toda a sorte de patifarias
  • Não fora o 25/4 e o nosso país estava à beira da falência
  • Não fora o 25/4 e os nossos políticos e poderosos repetiriam Ballet Rose e pedofilia sem remorso e sem castigo
  • Não fora o 25/4 e o emprego seria um privilégio
  • Não fora o 25/4 e não seria seguro sair à noite
  • Não fora o 25/4 e uma boa parte do povo não votava
  • Não fora o 25/4 e os regedores e presidentes de Câmara deste nosso país seriam muito corruptos
  • Não fora o 25/4 e a AR era uma assembleia corporativa e de interesses inconfessados
  • Não fora o 25/4 e ainda não haveria twitter

Peliteiro,   às  23:04

Comentários:

 

Genial. É capaz de ser um dos melhores usos da ironia que jamais vi.

É pena...

 

 

 

deixou de haver twiter? que coisa...
# por Blogger RENATOGOMESPEREIRA : segunda-feira, abril 26, 2010

 

 

 

Quanta alegria nos deu o 25 de Abril, que aos poucos fomos construindo!
Quanta tristeza me dão as banalidades e agressões de agora!

Não é necessária fotografia para ilustrar o tanto mal que nos destroi.
# por Blogger Manuel CD Figueiredo : segunda-feira, abril 26, 2010

 

 

 

O quê?! Afinal o 25/4 n foi a panaceia?! Estou atónito!! NA
# por Anonymous NA : segunda-feira, abril 26, 2010

 

 

 

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, abril 26, 2010

 

 

 

Porco censor! Fascista!!!
# por Anonymous Anónimo : segunda-feira, abril 26, 2010

 

 

 

Caro Mário de Sá Peliteiro,

Lamento o seu sarcasmo falacioso e perigoso... a história ensina-nos que a deturpação da verdade é época de desalento faz emergir os extremismos...

Aconselho-o (se é que já não os fez) a comprar e visionar uma grande obra de nome "Portugal, um retrato social" do sociologo António Barreto para se perceber o quanto injustos e turbulentos são os seus silogismos...

Aliás, reforce esse visionamento com alguns dados do PorData...

Assim conseguirá perceber que, fatalismos à parte, somos um grande país graças ao 25 de Abril...

Ponto por ponto farei algumas contra-argumentações:

- há 40 anos apenas 1 em cada 7 partos tinha assistencia médico

- hoje portugal tem, apesar de muitos defeitos e vicicitudes, um dos melhores serviços nacionais de saude do Mundo(!) em que, entre outras coisas não se morre à porta de um hospital por não se ter um seguro de saúde... Honremos Antonio Arnaut e apontemos o dedo (entre outras coisas) aos perfidos interesses das parcerias publico-privadas que vieram corroer os alicerces da Saúde em Portugal;

- Sao hoje uma esmagadora maioria dos portugueses que usufruem de medicamentos GRATUITOS e que, curiosamente usam e abusam deste estatuto para distribuir medicamentos entre amigos e familiares;

- A segurança social em Portugal supervisiona os cuidados de pessoas que nunca contribuiram sequer com um centimo e que hoje sao protegidas com um tecto, alimentaçao e cuidados de saude!

- A economia vive de muitos mitos e um deles nao é certamente o meio seculo que isolou Portugal do Mundo... É no entanto um mito que a Irlanda era uma referencia e que revelou-se um flop e que caiu logo apos a queda dos mercados financeiros...

- Justiça!?!!?!? É preciso provar do sangue derramado em Peniche e no Tarrafal!?!?!?!?

- Dominio da comunicação social??! É preciso lembrar os gritos que ainda ecoam na Rua António Maria Cardoso!?!?!?!

- Pobreza?!?!?! Quer falar de um país que morria literalmente à fome ou dos agora "novos pobres" que recorrem ao Banco Alimentar porque não se sabem conter no endividamento?!?!?!

- Jovens obrigados a emigrar?!?!? Fale com qualquer jovem bolseiro e certamente ouvirá: "Mariano Gago deveria ter lugar cativo no Estado independentemente da cor do governo que lá estivesse..."

- PALOP's??!?!?!? So me lembro da frase de Melo Antunes: "A descolonização foi má porque a colonização foi pessima!"

Nem consigo dizer mais... a sua ironia é indigna ao insultar quem de forma altruista mudou o rumo ao nosso país e o tirou da opressão...

... se a partir desse dia a geração que herdou Abril fez questão de destruir os seus ideais a conversa já é outra!!!!

A revolução de Abril é de todos os portugueses e como disse o deputado Aguiar Branco(apesar de muitas asneiras que se seguiram a esta grande verdade) está na altura de não se ter pudor em usar um cravo vermelho ao peito!

25 de ABRIL SEMPRE!!!!!!

So posso terminar dizendo: Toleramos os que ignoram a sua substancia. Aceitamos os que desprezam a sua importancia. Mas ela permanece, de peito aberto, imperfeita mas com uma demanda por alcançar. Queixam-se os que dela abusam e nela acusam mas por ela nada fazem. Fica e permanece porque os teus anonimos amantes viverao na sombra vigilantes... VIVA SERAS SEMPRE TU... LIBERDADE!!!
# por Anonymous Vasco Boga Duarte : quarta-feira, abril 28, 2010

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017      Dezembro 2017      Abril 2018      Maio 2018      Outubro 2018     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.