<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Apoplexia 

Hoje foi notícia Medina Carreira dizendo que o programa Novas Oportunidades é uma "trafulhice" e uma "aldrabice", defendendo um regime educativo exigente como condição para a integração no mercado de trabalho.
É verdade, já o tenho dito aqui, o Novas Oportunidades é uma farsa, o ensino superior é, tantas vezes, uma negociata, e a educação, em geral, é o calcanhar de Aquiles do país. Mas, e o que dizer quando o esboroar da estrutura educativa atinge níveis profissionalizantes com impacto directo, por exemplo, na sua saúde?

Já imaginou que o Enfermeiro que o está a tratar, que está a tratar o seu filho, ou o seu pai, não obstante ser Bacharel ou até Licenciado, pode ser um analfabeto funcional, um perfeito incompetente? Pasme-se, não quero acreditar, mas é o que se pode ler num popular (ainda que pejado de erros de português) blogue de enfermeiros:

clicar


Peliteiro,   às  23:38

Comentários:

 

Nem com óculos partidos voltará a devolver a visão aos pobres doentes do Santa Maria.

Será que a apoplexia chegou à farmácia desse hospital? Creio que não, a culpa terá sido mesmo das novas oportunidades.

Ai não... as novas oportunidades são recentes, e o pessoal da farmácia era bastante experiente.

Parece que foi mesmo da apoplexia.

AMP

 

 

 

No caso da enfermagem nem é crítico porque é um trabalho essencialmente prático, com uma componente assistencial e humanitária vincada, sempre supervisionado por um médico.
Mais crucial é por exemplo um técnico de cardiopneumologia ou um fisioterapeuta que tem bastante autonomia e cujos actos assumem importância decisiva na segurança dos doentes.
Uma desgraça este nosso ensino.
# por Anonymous Dr. Celso : quinta-feira, dezembro 10, 2009

 

 

 

Dr. Celso peca pela sua falta de conhecimento do que é a Enfermagem. Não preciso que o médico me supervisione, pois em muitos procedimentos, ele não os sabe fazer, quanto mais supervisionar aquilo que não sabe!

Quanto á critica que este blog faz á enfermagem, não tem sentido. Antes de criticar o quintal alheio, olhe para o seu!

Realmente é uma desgraça a falta de conhecimentos referentes ás outras classes profissionais e o seu papel na saúde.
# por Anonymous vitor a. : quinta-feira, dezembro 10, 2009

 

 

 

Este blogue não faz crítica nenhuma à enfermagem.
Além de não saber interpretar um texto dá muitos erros de português (só na frase anterior detectei dois, a bold). Vá repetir a 4ª classe e volte.
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : quinta-feira, dezembro 10, 2009

 

 

 

No outro dia a armação dos meus óculos que é parecida com essa partiu-se pelo meio assim como essa...com estavam na garantia,a loja onde os comprei substituiu-os por outros...Aonde foste buscar essa foto? Sabias que os óculos de qualquer "pitosga" fazem parte do seu "eu imanente"? não sabias? Mas tu deixaste de usar óculos?
# por Blogger terramar e ar : quinta-feira, dezembro 10, 2009

 

 

 

E o que dizer dos nossos farmaceuticos?
Os que cegaram os pacientes no santa maria seriam das novas oportunidades?
# por Anonymous daniel tecelao : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Não seja estúpido Daniel. Quem lhe disse a si que foram farmacêuticos que cegaram os doentes do S. Maria?

[Nota: Este post é sobre educação e não sobre guerrinhas de classes]
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Exmo Sr Peliteiro e Exmo Sr. Celso, sendo enfermeiro com quase 9 anos de experiência, não posso deixar de ficar indignado com as vossas afirmações no que concerne ao papel do Enfermeiro no Sistema Nacional de Saúde. Uma das duas: ou não trabalham em Portugal ou uma forte névoa tolda o vosso raciocínio e discernimento.
Sim, existem maus profissionais de Enfermagem, consigo enumerar alguns. Mas também identifico maus, péssimos médicos. Ver um médico em pânico, a gritar "chamem um médico" à entrada de uma sala de emergência não é cena de série televisiva americana, é algo a que eu já assisti. Mas por um, não se julga uma classe.
Mas cómico, ou melhor, no autêntico espírito de Tragic Comedy é afirmar "...técnico de cardiopneumologia ou um fisioterapeuta que tem bastante autonomia e cujos actos assumem importância decisiva na segurança dos doentes..."

É de rir...

Pensem... se neste preciso momento, como se num passe de magia todos os enfermeiros de um hospital "sumissem", o que seria dos utentes internados?


Pois, Ok, ficava tudo na mesma. Já me tinha esquecido dos fisioterapeutas e técnicos de cardiopneumologia; quem melhor do que eles para cuidar dos vosso familiares lá internados? Enfermeiros não certamente...

P Rodrigues
# por Anonymous P Rodrigues : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Agradeço a chamada de atenção relativamente aos erros ortográficos. Mas mandar-me para a 4 classe não será um comentário "impertinentes ou infudamentados"?

Aqui em Portugal falta uma disciplina no 1º ciclo, que infelizmente, muitos de muitas classes profissionais deveriam frequentar e que existe no Brazil!

Nega a crítica à Enfermagem, mas depende da perspectiva como vê a noticia. A sua não é a minha nem a minha a sua. Mas está francamente lá implicito! Isso é inegável.

Cumprimentos
# por Anonymous vitor a. : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Enf.º Rodrigues,
Diga lá que «afirmações no que concerne ao papel do Enfermeiro no Sistema Nacional de Saúde» eu fiz e que tanto o indignaram.

Isso são coisas entre enfermeiros que nem quero saber. Apenas usei um exemplo dado por quem supostamente sabe o que está dizer: um enfermeiro. Entendam-se!
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

E se você chamar estupido a quem lhe fez a cabeça,se é que o conhece!!!
# por Anonymous daniel tecelao : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Daniel, estúpido é brincar com coisas sérias. Foi o que fez.
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Toda a razão Jorge!!!
Quantos (muitos, muitos) alunos já me passaram pelas mãos, reprovados nas disciplinas base para enfermagem (biologia, física e química) e que concluíram cursos de enfermagem. Outros que o concluíram provenientes da área das letras... enfim, dá arrepios só de pensar...
Cumprimentos
Boas Festas
Sofia Alves
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Que tipo de blog é este que faz censura? Oh sr.Salazar Peliteiro. Não tenha medo.Esconda-se atrás do balcão da farmácia.
# por Anonymous J.R. : sexta-feira, dezembro 11, 2009

 

 

 

Nem sei porque se dão ao trabalho. Comentários mal-criados por personagens atávicas que nem escrever sabem serão impiedosamente apagados.
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

Boa Jorge. Apanhaste-os onde mais lhes dói.
Fartam-se de dizer mal dos médicos e dos farmacêuticos mas vai-se a ver e eles próprios reconhecem as suas fragilidades.
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

"Não seja estúpido Daniel. Quem lhe disse a si que foram farmacêuticos que cegaram os doentes do S. Maria?

[Nota: Este post é sobre educação e não sobre guerrinhas de classes]

# por Mário de Sá Peliteiro : Sexta-feira, Dezembro 11, 2009"




Quem disse? Relatório da PJ e o Ministério Público, mais ninguém.
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

Dava jeito dava...
Mas que eu saiba quem julga são os Tribunais - ou não, seu estúpido?
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

Pois espantem-se, sou disléxica, só foi diagnosticado no 12º ano, e cusava-me muita ansiedade, pois por mais que me esforçe, dou erros a escrever, sou um pouco má a matemática ( excepto geometria e estatística), quando no 5º ano fui a uma oral de biofarmácia e farmacocinética ( prof. Ribeiro, ISCS-N )e me começa a pedir para demonstrar uma fórmula com log e afins....consegui ultrapassar com mérito porque lhe respondi que estava numa oral e que para tal resposta precisava de escrever...hoje em dia sou farmacêutica adjunta, tenho de olhar sempre duas vezes se estou a vender clavamox em vez de betamox... ( tenho problemas com medicamentos que eu sei que são a mesma composição) tenho a capacidade de arranjar mecanismos de autocontrole, e quem nunca se enganou que atire a 1ª pedra, não se esqueçam que é quase natal e que o país está em chamas, vamos unir esforços por um portugal melhor? quando todos fazem o seu melhor, ultapassam barreiras e trabalham em equipa tudo é possível, não pode faltar nenhum elo da cadeia do trabalho em equipa...:)
kamy
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

ok tb sou crente...
kamy
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

Teses de doutoramento em enfermagem:

O regresso à vida quotidiana após a experiência de uma situação-limite

Dando sentido ao humor: promovendo o bem-estar

A experiência de sentir-se respeitada

O cuidado confortador à pessoa idosa hospitalizada

O processo de preparação do regresso a casa

Uau! Estou espantado com a produção de conhecimento científico por parte dos enfermeiros portugueses. Nem para uma tese de mestrado a sério chegava. Quanto muito, aceitava este nível de complexidade vindo de uma monografia de licenciatura.

Na prática interesso-me muito pouco pela enfermagem. Todo o conhecimento que adquiri da profissão fi-lo quando frequentei os dois primeiros anos completos, e muito sinceramente, pela anedota que era o ensino da profissão numa escola “prestigiada” de Lisboa, desisti de fazer parte da palhaçada. Não fui o único.
Concordo em tudo com o dr enfermeiro, os programas servem de tachos aos professores, cadeiras propedêuticas em biologia humana essenciais para o desenvolvimento profissional são de rir quando comparadas.

Mas claro que todos os enfermeiros quando confrontados com esta temática, frequentaram escolas de renome, exigentes, estudaram dias a fio para cadeiras dificílimas (contudo sem nada com que comparar) e referem o quão bom é verem-se livres de parasitas como eu que almejam mais que abordagens pela rama de qualquer “ciência” trabalhada naquele curso.

Graças a Deus pelas boas notas nas segundas PI’s, ou por esta altura andava pelas enfermarias, frustrado como a maioria dos meus colegas, a lixar a vida aos doentes e a outros profissionais de saúde pela inveja que tenho de não ser mais que um reles lambe botas, que nem escrever sabe.
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

50 000 enfermeiros, e é isto que se vê...
# por Anonymous Anónimo : sábado, dezembro 12, 2009

 

 

 

«Vejo os posts dos leitores a comentar: um chorrilho de insultos, de calúnias reaccionárias de sempre, um misto de ódio, inveja e desprezo à flor da pele que arrepiamm de nojo. Que gente é esta? Que nação é esta que produz gente assim? Que, pela frente, calam, obedecem e curvam a espinha, e, por trás caluniam, insultam, inventam, e vomitam até à náusia essa tão antiga e fatal característica portuguesa: a inveja.»
MST
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : segunda-feira, dezembro 14, 2009

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.