<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


terça-feira, 21 de abril de 2009

Isto não vai lá! 

Portugal é um dos países que mais aposta nas qualificações dos trabalhadores, na educação, nas novas oportunidades, etc., etc. - Este é o discurso oficial.

Eu, como a maioria de vós, sou licenciado. Eu, por acaso, até tenho duas licenciaturas, em Farmácia e em Análises Clínicas. Eu licenciei-me pela Universidade de Coimbra e soei as estopinhas para tirar o canudo; foi duro.
Nos dias que correm há Universidades e Institutos até em Joane e, olhando para as escolas, olhando para os professores, fico com muitas dúvidas sobre os níveis de qualidade do ensino ministrado. Nos dias que correm o fim de curso confere o grau de Mestre e não de licenciado.
Ou seja, eu, como a maioria de vós, sou apenas licenciado.

Hoje informei-me sobre o modo de eu, um velho licenciado, obter o dito Mestrado de Bolonha. Não me faz falta, mas pode vir a fazer um dia, sei lá.
Tenho que redigir uma monografia sobre um tema relacionado com as ciências farmacêuticas ou ciências da saúde.
Já está! Faço isso num fim-de-semana. Vou escrever sobre auditorias da qualidade em serviços de saúde; na Universidade ninguém sabe nada sobre isso, portanto, o Mestrado está garantido. Sem esforço. Sem valor; um título para Inglês ver, que seria mais digno e menos absurdo se fosse atribuído automaticamente.

É tudo um fingimento. Agora quando eu tiver mais este canudo, já sabem que quando me encontrarem têm que me tratar assim: Mestre, velho Mestre...

Peliteiro,   às  22:49

Comentários:

 

Olá!

Eu recuso-me a fazer isso!

Eu estudei 5 anos e meio na FFUP e sou licenciado. A minha irmã, 3 anos depois estudou 5 anos (menos tempo portanto) é Mestre!

Ora bolas!

O interessante no meio disto tudo é que para entregar uma mera monografia, tem que se pagar um ano inteiro de propinas! (700 a 800 euros creio eu!!!)

Com esse dinheiro vou quatro vezes de férias!

Qualquer pessoa com dois dedos de testa verifica que não há qualquer mais valia por adquirir este título de "mestre"...

O problema de Portugal é esse mesmo, é vivermos à sombra de títulos e não de competências!


Isto dos títulos está-nos do sangue!
http://my.opera.com/yevgeny/blog/um-pais-de-suas-excelencias-senhores-doutores

 

 

 

Se há país de títulos esse país é o Reino Unido. Podem é não ser títulos académicos e/ou profissionais. Mas não é um fenómeno exclusivamente português. Aliás, a Alemanha é um bom exemplo.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

que tal uma "novas oportunidES2 PARA ANTIGOS BACHAREIS E LICENCIADOS ? bem nos poderiamos guindar a HONORIS CAUSA...ou ao Jubilamento...qàntalmente estamos na idade da reforma...eh1eh!
# por Blogger IN VERITAS : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

BASTA!!
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

Peço desculpa mas eu vivo no Reino Unido!

Aqui trato todos por TU, quer tenham 8 ou 80 anos, desempregados ou profissionais com cargos importantes!

Mas em todo o lado há pessoas muito particulares que vibram com essa coisa dos "títulos"...
# por Anonymous yevgeny : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

É algo que tem que ver com a própria língua inglesa.
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

A questão dos títulos é, a meu ver, uma questão pessoal. Poderá "pecar" quem exige que lhe seja tratado pelo título, como quem não o quer. É uma questão de direito, e não vejo porque não os utilizar. Do mesmo modo quem não gosta de utilizar os ditos....não terá muito com que se preocupar... não é verdade (não utiliza e ponto final)?? Cabe ao cidadão que assim detêm esse direito, escolher! Isso acontece aqui em Portugal como no Reino Unido, ou outro País. Já o tratar por "tu" no Reino Unido qualquer pessoa, prende-se com a raiz cultural e linguística propiamente dita! Não estou a descortinar uma alternativa ao célebre "you" na articulação de frases na corrente anglo-saxónica. Tente chamar uma senhora idosa por tu, que não conhece de lado nenhum....vai-se sentir certamente mal, se a dita não for sua avó! É uma questão educacional!

E depois que me dizem dos doutoramentos honoris causa....como o do Mourinho? Isso sim é não ter esforço nenhum, e sacar logo um dos títulos universitários/académicos mais elevados.
Quanto ao Mestrado, representa uma evolução dos tempos...algo que já acontece em vários países europeus, e é mais uma uniformizaão do que outra coisa. O mesmo se passou com os bacharelatos à uns anos atrás. O mestrado vem no seguimento. Da mesma forma que as especializações actuais de alguns cursos, como o de Medicina e de Ciências Farmacêuticas, poderão brevemente ser abrangidas como doutoramentos, uma vez que a maioria exige uma especialização numa área especifica (num periodo quase sempre superior a 3 anos), que é em si a definição de doutoramento.

Quanto ao actual mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, existe também quem o já tenha, mas também com a realização de seis anos, uma vez que na FFUP, desde 2002 que ja decorre um novo modelo de curso, baseado na escolha de disciplinas de opção. Só recentemente se eliminou....ou melhor empacotou o curso, em 5 anos e meio.... sim são cinco anos e mais qualquer coisa (alguns meses a mais).
# por Blogger Farmacêutico Comunitário : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

 

Fantástico Mike, fantástico Melga!
# por Anonymous Anónimo : quarta-feira, abril 22, 2009

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.