<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


sexta-feira, 31 de outubro de 2008

O caixeiro viajante 

Não há um computador mais ibero-americano do que este?

Mas o homem terá perdido toda a noção do ridículo? E o que ganhará, ganharemos, com a insistente publicidade a um computador que apenas é montado em Portugal? Sinceramente, cada vez menos percebo menos.
Parece que uma sondagem lhe dá vantagem por associação à sua resposta à crise financeira. Decididamente, não entendo nada, estou a ficar gágá.


Peliteiro,   às  00:13

Comentários:

 

Sinceramente há críticas que são pouco pertinentes. É-se preso por ter cao e por não ter.

Se faz algo para incrementar a economia, as exportações, aumentar o nosso potencial criativo, é criticado...

Se não faz, se não se empenha, é porque deixa desamparadas as empresas, não estimula a economia, não tira proveito do nosso posicionamento estratégico, do nosso know how, do nosso espírito inovador no domínio tecnológico...

Criticar sim, mas com oportunidade e bom senso.

Aumentar as exportações é algo de imprescindível, em todos os domínios. As nossas embaixadas deviam promover mais os nossos produtos: clima, vinhos, gastronomia, a fim de serem também agentes de desenvolvimento.

Julgo eu de que...

Mas admito estar redondamente enganado...

 

 

 

Mais engraçado, até disse que os seus assessores utilizam o Magalhães, e ando eu, cidadã comum a investir num portátil XPTO, afinal quando vier o da criança, vou trocar!!! Convenhamos que foi uma saída muito infeliz, não lhe parece??
Obvio que devemos promover os nossos produtos, mas desta forma...
Cumprimentos
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Vou aqui pôr um comentário que já fiz noutro blogue, explicando o que é na verdade o Magalhães. Provavelmente não será novidade para alguns, mas acho que a máquina de propaganda do governo conseguiu esconder a realidade à maioria de nós. Cá vai:

O magalhães (na verdade chama-se Classmate PC- http://en.wikipedia.org/wiki/Classmate_PC) foi um projecto fruto de uma parceria entre a intel e a microsoft para assegurarem a sua posição no mercado, frente ao rival sem fins lucrativos XO do projecto OLPC (One Laptop Per Child) do Nicholas Negroponte e não tem nada de Português.

O objectivo do projecto OLPC era permitir que todas as crianças do mundo tivessem acesso a um portátil com ligação à internet, com sistema operativo open source (linux) gratuito, por menos de 100 USD.

Não é preciso puxar muito pela cabeça para perceber que os números envolvidos neste mercado são astronómicos.

Nicholas negroponte, um professor no MIT que fazia trabalho humanitário em África, criou uma empresa sem fins lucrativos e contratou pessoal da área informática que trabalhava a custo 0, só por amor à camisola, com vista a desenhar o XO. Na altura de escolher um processador para o XO, aqueles que tinham melhor relação qualidade/preço eram os processadores da AMD (rival da Intel) e na altura de escolher o sistema operativo a opção lógica era um sistema de fonte aberta baseado em Linux, que não está sujeito a direitos de copyright e portanto é gratuito, por oposição a um sistema proprietário pago, como é o windows XP.

A intel e a microsoft não gostaram de ter sido deixados fora da corrida e resolveram fazer um portátil com processadores intel e windows XP para assegurar a sua dominância. O interesse da microsoft é evidente, uma vez que, se a grande maioria das crianças dos países subdesenvolvidos começassem a utilizar linux desde pequenas, quando chegassem à idade adulta não iam querer saber do windows para nada.

A intel sempre usou tácticas agressivas para garantir a sua posição no mercado, portanto a única coisa que fez foi fazer concorrência ao um seu competidor. A diferença é que este competidor não tem fins lucrativos mas sim fins humanitários.

Portanto quando o governo anuncia com pompa e circunstancia que o magalhães é um produto nacional e faz parte do plano tecnológico mente com todos os dentes. O que ele não diz é que:

1)O portátil Classmate original já é vendido desde 2006 ao publico em geral no amazon.com e em contratos milionários como este a países de todo o mundo como o méxico, Brazil, Argentina, Indonésia e India.

3) foi disfarçado de produto nacional com um nome ridículo (para um portátil para crianças) e é assemblado numa fábrica em Portugal, a JP Sá Couto. Todos (ou quase todos) os componentes são feitos pelo resto do mundo fora, tal como qualquer outro portátil.

4)tudo foi mediatizado o mais possível de forma a fazer passar a ideia de que o nosso governo tirou um ás da manga. Que é "um projecto português produzido em Portugal"(RTP), "um produto desenvolvido por empresas nacionais e pela Intel" e que "a concepção é portuguesa e foi desenvolvida no âmbito do Plano Tecnologico"(SIC).

5) foi convenientemente omitido que o negócio foi feito com a microsoft e com a intel SEM CONCURSO e que a JP Sá COUTO que ja fazia os Tsumanis, tem assim, SEM CONCURSO, todo o mercado nacional do primeiro ciclo.

Perante isto, esta notícia está abaixo de ridículo...

o que mais me espante é como é que uma mentira e encenação deste calibre não é dissecada e questionada por ninguém. Será que anda tudo a dormir?
# por Blogger Azrael : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Uma analogia um pouco forçada, mas enfim: há não muito tempo, também houve um outro dirigente (Benfica) maciçamente apoiado por toda uma nação (Benfica), apesar de há muito se suspeitar de que a actividade do dirigente consistia em roubar a nação.
Mais tarde ou mais cedo, também com o actual dirigente da nação sucederá o mesmo que aconteceu ao outro: toda a gente que sempre o apoiou incondicionalmente jurará por todos os santinhos que sempre disse que ele não passava de um vigarista.
O Magalhães é um "kit sócio" à escala nacional.
# por Anonymous JPG : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Obrigado pela explicação Azrael.

Caro Rouxinol, claro que a diplomacia económica é uma função importante dos Governos. Mas desta forma, numa cimeira, usando o exemplo do Tintin, dizendo que os elementos do Governo usam um PC para crianças, com aquele ar de vendedor de banha da cobra? Não se sente envergonhado por ter um Primeiro-Ministro que parece um delegado de propaganda médica?
E porquê tanta insistência com a promoção deste produto? Porque não outros? O PC, como explica aqui o Azrael, só é "assemblado" em Portugal, quanto ao mais é um produto dos imperialistas Americanos (Intel e Microsoft)? Porque não fazer propaganda aos monovolumes da VW, ou àquilo que os presentes na cimeira realmente gostariam de ouvir falar e que temos em quantidade e qualidade: trufas e vinho verde.

Já agora Rouxinol, sabia que aqui na região, Famalicão, Póvoa e Vila do Conde, as criancinhas ainda não tiveram direito a nem um Magalhães? Pois é!
# por Blogger Mário de Sá Peliteiro : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Sócrates é o funcionário do mês da JP Sá Couto

http://atlantico.blogs.sapo.pt/2191926.html
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Impecável! Porque não dar um desses fantásticos Magalhães, que até servem para os assessores do PM trabalharem (será por afinal eles não trabalharem assim tanto???) aos funcionários dos tribunais por esse país fora?? e a essas juntas de freguesia e esquadras e hospitais??? será que também eles já receberam um computador para poderem trabalhar???
# por Anonymous Pedro Coelho : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

"Aumentar as exportações é algo de imprescindível, em todos os domínios". Redondamente enganado. Nesta conjuntura, o imprescíndível seria garantirmos a nossa auto suficiência.

Parabéns ao Azrael; essa informação estava tal e qual num texto do Artur Queirós do Voz da Póvoa, há uns tempos atrás. Parabéns ao dr. Peliteiro pela sua posição sobre o Magalhães. Concordo com os dois. Se o Orçamento de Estado para 2009 não fosse o crime do ano, seria a questão do Magalhães.

Pedro Faria
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Se esse individuo não tem vergonha nem noção do ridiculo, tem pelo menos, a obrigação (ele sabe-o) de respeitar os Portugueses.
Com isto ridicularizou-nos.
Sinto-me ENVERGONHADO.
# por Anonymous Anónimo : sexta-feira, outubro 31, 2008

 

 

 

Aposto que o Bernardim é do PS
# por Anonymous Anónimo : sábado, novembro 01, 2008

 

 

 

O autor do blog é um bota a baixo !

Os bons eram o PSL, o senhor que fugiu para Bruxelas e a MFL que é contra o aumento do salário minimo nacional em € 25 !!!

O que é que o senhor faz na vida, além de dizer mal de tudo ?
# por Anonymous Anónimo : sábado, novembro 01, 2008

 

 

 

Vai-te foder anónimo
# por Anonymous Anónimo : domingo, novembro 02, 2008

 

 

 

Senhores, vamos lá ver se não se baixa o nível...
# por Anonymous Anónimo : domingo, novembro 02, 2008

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.