<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Patriotismos 

A minha ideia de patriotismo ficou perfeitamente esclarecida na tropa, durante o juramento de bandeira: nem um colega do Liceu o fizera, nem um, e alguns poucos colegas da Faculdade fizeram-no mas depois de uma recruta de luxo, em Tavira; o único que teve que "arranhar" no duro e jurar morrer pela pátria, o único patriota à força era eu.
Depois disso, a minha ideia de patriotismo não mudou: dá sempre jeito à Pátria ter muitos a quem pedir em favor de uns poucos - mesmo a vida; ao longo dos séculos e em todas as Pátrias do mundo sempre foi assim.

Mesmo assim, quando ouvi hoje "A Portuguesa" do magnífico Nelson Évora, sempre que a ouço nestas circunstâncias, não consegui, nunca consigo, evitar a comoção. Paradoxos razão/emoção.

Peliteiro,   às  13:10

Comentários:

 

Ditosa a Pátria que tais filhos tem!

 

 

 

Arranháste o quê ?!!
# por Anonymous Anónimo : sábado, agosto 23, 2008

 

 

 

Há gente que despreza a bandeira, não sabe o que é a patria e creio que nem sabe cantar o hina. Mas o senhor Peliteiro sabe cultivar isso com a sensibilidade que lhe é peculiar.
Bem haja por esses sentimentos. O Páis e a Póvoa ainda lhe vão agradecer estas lições grátis de civismo e de cidadania.

Cá onde a pátria é o cifrão, a alma é a conta bancária, o senhor é um marginal e será marginalizado pelos oraNGOTANGOS DO PODER.
# por Anonymous Anónimo : sábado, agosto 23, 2008

 

 

 

Quanto a patriotismo? Estamos conversados é como água benta, cada um toma a que quer.
Já agora foram à feira de stocks? Muita má qualidade nos produtos expostos por todas as lojas. Ainda falam da feira dos ciganos? Depois querem turistas de qualidade.
Meus amigos comerciantes tenham vergonha. Ontem só se ouvia dizer mal nos stands sobre os produtos. Assim a CMPV deveria deixar as tendas da senhora da Assunção e das Dores no passeio alegre. Porque não mudar a feira dos ciganos para o passeio alegre? Só os stands são diferentes os produtos são a mesma merda. Coitados de nós com comerciantes assim vamos para os shoppings.
# por Anonymous Anónimo : domingo, agosto 24, 2008

 

 

 

Ainda me lembro de ver chegar à estação de Santa Apolónia o Mário Soares voltado do exílio. Alguém estendeu no chão da estação mesmo frente a ele a Bandeira Portuguesa, ele desceu aqueles três degraus do comboio e limpou os pés à nossa bandeira.
Frente às câmaras de TV e dos Jornais, foi o maior sinal de patriotismo que algum filho da nação alguma vez fez. Limpar os pés à Bandeira Portuguesa. Dá cadeia em qualquer parte do mundo, aqui em Portugal não, o fulano foi primeiro-ministro e até presidente da república.
Por cá nesta pequena parvónia que é a Póvoa de Varzim, temos outro que tal, passou os últimos 15 anos a fazer cirurgia plástica à terra deixando as mazelas por baixo bem escondidas, conseguiu assim matar uma terra e alma do seu povo, a praia e o seu mar. Carneiros estrebucham na defesa dele que tal como um lobo vestido de pastor goza com tamanha vassalagem e burrice, trocam as filhas por um emprego, trocam a própria alma e ideais, fazem bicha na porta da câmara para denunciar o que sabem e não sabem na esperança de mais um emprego para a sobrinha que vai casar e até sabe fazer umas boas provas orais, já que de escrita só se for sms de telemóvel.
15 anos, uma praia que vai demorar 20 anos a recuperar depois de construída a Etar e isso se todas as ligações clandestinas de esgotos às águas pluviais e fossas sumi doiras forem eliminadas. Sei do que falo, 15 anos de poder e de cosmética mataram a galinha dos ovos de oiro da Póvoa de Varzim. Ficou uma terra tipo Lili Caneças recauchutada com tudo podre por baixo. Ficou uma herança que todos os comerciantes e Poveiros em geral vão pagar com o fecho dos seus estabelecimentos e a falta de turismo, vai ser esta a herança de quem votou num tipo que nem palavra de honra tem, sei do que falo.
# por Anonymous Anónimo : domingo, agosto 24, 2008

 

 

 

Essa criatura a quem a senhora sua mãe deu o nome de Macedo Vieira, não culpa nenhuma do que trouxe ao mundo tirando o facto de não ter fechado as pernas quando o deu à luz, se o tivesse feito aí sim tinha sido uma patriota, esta terra estava a salvo.
Quanto à falta de carácter e personalidade da criatura eu posso afirmar alguma coisa que deve ser prática normal dele, também a mim me deu a palavra de honra dele e depois faltou com ela.
Para que serve a palavra de honra?
Depende de quem a dá!
De nada vale dar a palavra de honra quando não se é honrado!
Escuso de assinar por baixo, o idiota visado sabe bem quem escreveu este comentário.
# por Anonymous Anónimo : domingo, agosto 24, 2008

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.