<$BlogRSDUrl$> Impressões de um Boticário de Província
lTradutor Translator
Amanita muscaria

Impressões de um Boticário de Província

Desde 2003


segunda-feira, 7 de abril de 2008

A loja do Sr. Avelino 

Deixei de ler, há tempos, sobre gestão. Livros de gestão ensinam pouco sobre gestão - prefiro livros de filosofia e de sociologia e aprendo muito, sobretudo, a observar casos de gestão.
Com as grandes empresas, com o desempenho dos gestores das grandes empresas também aprendemos pouco: mastodontes pouco eficientes e com pequena capacidade de adaptação que se impõe apenas pelo proteccionismo dos Estados, pela subversão das regras da concorrência e, claro, pela vantagem da dimensão actual que permite ofuscar a entrada de pequenos potenciais concorrentes. Se um dia a cerveja Cintra vier a disputar quotas de mercado com a Unicer e a Centralcer, aí sim teríamos um caso interessante para estudar - mas isso nunca vai acontecer, seja lá quem for o gestor da Cintra; por outro lado, qualquer meco geria com sucesso a Unicer ou a Centralcer, que é como quem diz a EDP, GALP, etc., etc..
Aprende-se muito é com as pequenas empresas, com os gestores, que crescem e têm sucesso em meio completamente adverso, contra ventos e marés, disputando o mercado aos ricos e poderosos, aos tubarões, e que contrariando todas as expectativas se impõe fidelizando e conquistando todos os dias nova clientela, usando expedientes engenhosos e ferramentas inovadoras, empíricas, desenvolvidos a partir de um apurado instinto de sobrevivência.

Um dos melhores comerciantes da Póvoa que conheço é o Sr. Avelino. O Sr. Avelino tem uma mercearia tradicional, pequena, numa rua nada comercial, sem estacionamento fácil, sem visibilidade, sem nada; supostamente seria uma mercearia para servir unicamente o quarteirão onde está implantada, classe média-baixa, reformados, poucas compras por impulso, poucos frequentadores de lojas gourmet.
Há uns anos atrás, com a entrada em força da grande distribuição, todas a rede do chamado comércio tradicional foi seriamente afectado. Os hipermercados praticaram uma política de preços avassaladora - e um conceito de vendas moderno, atractivo, profissional - com a qual os pequenos negócios não conseguiam competir. Como consequência desta política de terra queimada verificou-se uma razia generalizada, resultando no extermínio quase completo do pequeno comércio.
E porque serei eu cliente do Sr. Avelino? Não moro perto, não passo perto, não páro perto, não tem preços extraordinários nem produtos exclusivos. E porque destaco aqui o Sr. Avelino, que terá a sua loja de extraordinário? Nada, vulgar de Lineo.
Um dia destes foi divulgado na comunicação social o resultado de um estudo que sublinhava a importância das crianças nas opções de compra do agregado familiar - O Sr. Avelino descobriu isto há muito e esse é o seu principal segredo: a partir de um conjunto de produtos muito apelativos para os jovens adolescentes e pré-adolescentes (do tipo croissant com chocolate, aquecido, e lata grande de Sumol), a preços imbatíveis, conseguiu angariar jovens clientes de várias proveniências - do futebol do Varzim, do hóquei do desportivo, do bodybord e do surf, do vólei da praia, das escolas de música, etc. - e conseguiu a fama de barateiro que, não se aplicando a todos os produtos, se torna um factor de aproximação também para os pais destes clientes; os filhos fazem publicidade junto dos pais, os filhos levam os pais, o atendimento é rápido e simpático, os preços - sei lá - parecem bons, o ambiente é acolhedor e familiar e já está: casa sempre cheia, clientela fiel.

Peliteiro,   às  23:22

Comentários:

 

JP começo a ficar preocupado com tantos anónimos blogonautas...

também conheci em tempos um daqueles comerciantes tradicionais, neste caso no ramo das opticas e das lentes, que tinha uma máxima de encantar...Dizia ele que há tR~es formas rápidas de acabar com uma fortuna. Uma é com o vicio do Jogo nos Casinos, outra é com mulheres, mas a mais rápida de todas é colocar um gestor á frente dos negócios...

 

 

 

Noticias da semana.

Antes de chegar ao Brasil o presidente da câmara já estava infectado por D.E.N.G.U.E. (diminuição extra natural gugu uáuá éé).
As autoridades sanitárias mentais estão acompanhar o caso, suspeita-se que o contagio deu-se ainda em Portugal num local chamado Praça do Almada devido aos novos urinóis lá instalados e onde outras pessoas têm sido vistas com os mesmos sinais da infecção mental.

Entretanto está confirmado uma breve passagem pela Califórnia, em entrevista a um advogado local com escritório também na Praça do Almada foi-nos garantido que se trata de uma breve visita com passagem por umas casas não especificadas onde se pratica a língua Portuguesa.

O comité olímpico mundial já garantiu a passagem da tocha olímpica pela nossa terra, será feita uma paragem na ponta do cais onde segundo informações recolhidas há pouco está prevista uma manifestação de apoio à perseguição politica cá na parvónia.

Um vereador afirmou à nossa reportagem que o caso Salmonela não está esquecido e que com a abertura da época balnear novas novidades e estirpes chegarão.

Já outro vereador garantiu que devido ao sucesso do caso Legionella os novos pratos de sabores cá da parvónia será obrigatório a inclusão na lista das calorias, legionellas e salmonelas por grama de comida.

Tony Vieira, essa figura emblemática na luta contra o correcto foi descoberto e irá ser levado a tribunal juntamente com Cego do Maio, Patrão Lagoa e Patrão Sérgio, ficou provado que os três decidiram roubar uma chiclete que se encontra há cinco anos colada na no chão da entrada da câmara municipal.

Deu entrada no Tribunal cá da parvónia um processo-crime contra ofensas ao nome dos donos do circo local, os palhaços sentiram-se ofendidos com declarações que surgiram em três blogue locais, fontes judiciais dizem que o advogado da Califórnia pediu um milhão de dólares zinbabuanos como indemnização e juntou como testemunha principal Robert Mugabe.

A firma Blogger e a justiça Norte-Americana deram os IP dos Blogues POVOAONLINE, NAPONTADOCAIS E CÁ70 a ver aqui: http://www.kaminhos.com/destaque.asp?id_artigo=7798

Curiosamente as moradas dos IP são todas na câmara municipal, fonte que pediu o anonimato garantiu à nossa reportagem que horas e horas de ócio deram nisto desculpando-se com a situação de que enquanto um escrevia no Blogue outros trinta empregados camarários estavam a ver.
# por Anonymous Anónimo : terça-feira, abril 08, 2008

 

 

 

Gostei bastante deste post..

Tal como o Peliteiro, tambem eu sou cliente do Sr.Avelino.

Ao contrario do Peliteiro, acho que aloja tem preços extraordinários e pelo menos os produtos que consumo são muito bons...

A loja do Sr. Avelino é mitica e o Sr. Avelino é grande!
# por Anonymous Puto : terça-feira, abril 08, 2008

 

 

Enviar um comentário


 

 

 

ARQUIVOS

Maio 2003      Junho 2003      Julho 2003      Agosto 2003      Setembro 2003      Outubro 2003      Novembro 2003      Dezembro 2003      Janeiro 2004      Fevereiro 2004      Março 2004      Abril 2004      Maio 2004      Junho 2004      Julho 2004      Agosto 2004      Setembro 2004      Outubro 2004      Novembro 2004      Dezembro 2004      Janeiro 2005      Fevereiro 2005      Março 2005      Abril 2005      Maio 2005      Junho 2005      Julho 2005      Agosto 2005      Setembro 2005      Outubro 2005      Novembro 2005      Dezembro 2005      Janeiro 2006      Fevereiro 2006      Março 2006      Abril 2006      Maio 2006      Junho 2006      Julho 2006      Agosto 2006      Setembro 2006      Outubro 2006      Novembro 2006      Dezembro 2006      Janeiro 2007      Fevereiro 2007      Março 2007      Abril 2007      Maio 2007      Junho 2007      Julho 2007      Agosto 2007      Setembro 2007      Outubro 2007      Novembro 2007      Dezembro 2007      Janeiro 2008      Fevereiro 2008      Março 2008      Abril 2008      Maio 2008      Junho 2008      Julho 2008      Agosto 2008      Setembro 2008      Outubro 2008      Novembro 2008      Dezembro 2008      Janeiro 2009      Fevereiro 2009      Março 2009      Abril 2009      Maio 2009      Junho 2009      Julho 2009      Agosto 2009      Setembro 2009      Outubro 2009      Novembro 2009      Dezembro 2009      Janeiro 2010      Fevereiro 2010      Março 2010      Abril 2010      Maio 2010      Junho 2010      Julho 2010      Agosto 2010      Setembro 2010      Outubro 2010      Novembro 2010      Dezembro 2010      Janeiro 2011      Fevereiro 2011      Março 2011      Abril 2011      Maio 2011      Junho 2011      Julho 2011      Agosto 2011      Setembro 2011      Outubro 2011      Novembro 2011      Dezembro 2011      Janeiro 2012      Fevereiro 2012      Março 2012      Abril 2012      Maio 2012      Junho 2012      Julho 2012      Agosto 2012      Setembro 2012      Outubro 2012      Novembro 2012      Dezembro 2012      Janeiro 2013      Fevereiro 2013      Março 2013      Abril 2013      Maio 2013      Junho 2013      Julho 2013      Agosto 2013      Setembro 2013      Outubro 2013      Novembro 2013      Dezembro 2013      Janeiro 2014      Fevereiro 2014      Março 2014      Abril 2014      Maio 2014      Junho 2014      Julho 2014      Setembro 2014      Outubro 2014      Novembro 2014      Dezembro 2014      Janeiro 2015      Fevereiro 2015      Março 2015      Abril 2015      Maio 2015      Junho 2015      Julho 2015      Agosto 2015      Setembro 2015      Outubro 2015      Novembro 2015      Dezembro 2015      Janeiro 2016      Fevereiro 2016      Março 2016      Abril 2016      Junho 2016      Julho 2016      Agosto 2016      Setembro 2016      Outubro 2016      Novembro 2016      Dezembro 2016      Janeiro 2017      Fevereiro 2017      Março 2017      Maio 2017      Setembro 2017      Outubro 2017      Dezembro 2017     

 

Perfil de J. Soares Peliteiro
J. Soares Peliteiro's Facebook Profile

 


Directórios de Blogues:


Os mais lidos


Add to Google

 

 

Contactos e perfil do autor

 

 

Portugal
Portuguese flag

Blogues favoritos:


Machado JA

Sezures

Culinária daqui e d'ali

Gravidade intermédia

Do Portugal profundo

Abrupto

Mar Salgado

ALLCARE-management

Entre coutos e coutadas

Médico explica

Pharmacia de serviço

Farmácia Central

Blasfémias

31 da Armada

Câmara Corporativa

O insurgente

Forte Apache

Peopleware

ma-shamba



Ligações:

D. G. Saúde

Portal da Saúde

EMEA

O M S

F D A

C D C

Nature

Science

The Lancet

National library medicine US

A N F

Universidade de Coimbra


Farmacêuticos sem fronteiras

Farmacêuticos mundi


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Creative Commons License
Licença Creative Commons.